San Juan de Gaztelugatxe

    ilafeno1Localizada no município de Bermeo, em Basco, na Espanha, a pitoresca Ilha de Gaztelugatxe é interligada ao continente através de uma ponte e uma enorme escada. No topo da ilha encontra-se uma pequena igreja, batizada como San Juan de Gaztelugatxe. Construída em meio às rochas, a igreja parece ter origem por meio dos Cavaleiros Templários. No ano de 1053 foi doada por Lady Tota Ortiz y López Enneko ao monge Zianno, do mosteiro de San Juan de la Peña (Huesca), um dos mais influentes da Idade Média. Escadarias são feitas para serem evitadas sempre que possível. Pelo menos é isso o que diz nosso instinto natural de sobrevivência, que nos impele a fingir-nos de mortos ou a buscar o lugar mais próximo para sentar ...

    quando escutadas as odiosas palavrinhas “duzentos e quarenta e um degraus morro acima”. Em San Juan de Gaztelugatxe, uma ilhota rochosa localizada na costa basca da Espanha, as escadarias são grande parte da atração e do charme local.

    Leia também - Lago próximo de Bogotá é origem da lenda de Eldorado

    Gaztelugatxe significa “castelo de pedra” em euskera, a língua basca. A ilhota em forma de cone está localizada no município de Bermeo, mas o passeio pode ser facilmente um bate-volta para quem visita Bilbao, que fica a 35 km dali. Lá no topo, fica uma pequena igreja consagrada a João Batista. Entre as muitas lendas que rondam o lugar, está a que diz que o santo chegou a pisar em Gaztelugatxe em carne e osso. Isso, é claro, é historicamente bastante improvável, mas quem sou eu para questionar a fé, não é mesmo?

    ilafeno2

    Os moradores locais, afinal, acreditam que os buracos nas escadas são as próprias pegadas do santo, e que possuem diferentes poderes curativos. Colocar os pés nas marcas das pegadas, por exemplo, curaria calos, e deixar lenços ou chapéus ali seria remédio para dores de cabeça.

    A ilha se liga ao continente por uma ponte de pedra que logo se converte na tal escadaria. O caminho é estreito e a subida em zigue-zague pode tirar o seu fôlego, não apenas pelo esforço físico necessário para chegar lá em cima, mas pelas belas vistas que se revelam durante a travessia.

    ilafeno3

    Uma vez no alto, busque pelo sino em frente à igreja. Dizem que quem o toca três vezes e faz um pedido será recompensado pela subida. Junto à igreja há um pequeno refúgio que protege dos fortes ventos que sopram ali. É comum ver pessoas usando o refúgio como local de piquenique ou reuniões de amigos. Lá embaixo, o mar está quase sempre bravo e as ondas fortes se quebram nas rochas.

     

     

    Leia também - Montanha porta do céu: cidade de Zhangjiajie, China

    O cenário é tão épico que é fácil imaginar cavaleiros e dragões compondo a narrativa. E você não será o primeiro a fazer isso. No mundo da fantasia, Gaztelugatxe é a Pedra do Dragão, a residência ancestral da casa Targaryen, na série Game of Thrones. A aparição de Gaztelugatxe na TV, que ganhou destaque na trama na sexta temporada, aumentou consideravelmente o número de turistas que querem pisar nos mesmos degraus pisados pela Mãe dos Dragões, Daenerys Targaryen.

    ilafeno6

    ilafeno4

    Na vida real, Gaztelugatxe também tem uma história gloriosa. Acredita-se que a primeira igreja a ser construída ali data de mil anos atrás, no século 9. Embora algumas pessoas digam que foi erguida pelos templários, esse parece ser outro mito que envolve a ilha, uma vez que a ordem só teve início em 1119, um século depois dos primeiros vestígios de construção encontrados no local.De lá para cá, diversas guerras e incêndios colocaram tudo no chão e a igreja teve que ser reconstruída múltiplas vezes. Foi convertida em convento no século 12, e, mais tarde, usada como forte defensivo.

    O lugar também teve um papel importante durante a Santa Inquisição. O País Basco tinha uma forte presença da figura das bruxas em sua mitologia, e isso levou a Igreja Católica a dedicar especial atenção em sua caça às bruxas. Dizem os rumores que Gaztelugatxe foi usada como prisão para os acusados de bruxaria.

    ilafeno5

    Leia também - Cânion Antelope

    Hoje, a igreja de San Juan de Gaztelugatxe permanece fechada a maior parte do tempo, mas lá dentro guarda oferendas de pescadores e marinheiros agradecidos por terem sobrevivido a naufrágios. Os homens do mar, aliás, têm na igreja um ponto de conforto e segurança e costumam navegar em torno da ilha para pedir sorte antes de se alçarem a alto mar.

    Fonte: http://www.guiaviajarmelhor.com.br
               https://www.360meridianos.com

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco