Você vive a verdade da sua alma?

    almaver2Todos nós nascemos com uma programação interior que se comunica conosco e está o tempo todo nos mostrando o caminho a seguir na vida. Ela é a nossa essência, a nossa alma, nossa porção divina. Encontrar e realizar a missão da nossa alma é seguir as orientações dessa programação. Ela também pode ser considerada uma ...

    inteligência superior armazenada, que age como uma bússola, um GPS interior. Infelizmente, como consequência dos novos tempos, nós estamos cada vez mais isolados de nós mesmos. Quantas vezes paramos para estar em silêncio, na nossa própria companhia para ouvir a nossa essência? Quanto menos tempo temos para essa “conversa”, mais distantes nos tornamos daquilo que somos, e nos afastamos do caminho da nossa missão.

    A verdade nos dá energia

    Definitivamente, o nosso corpo não nasceu pra viver da mentira, pois ela nos enfraquece. Quando estamos fazendo, falando, pensando e agindo na mesma direção, o nosso nível de energia se expande e flui, e essa energia nos impulsiona para viver a verdade da nossa alma. Nossa saúde física, emocional, mental e espiritual atinge altos níveis, e temos energia para fazer qualquer coisa.

    Quando, entretanto, estamos pensando, sentindo, e agindo direções completamente diferentes, desenvolvemos um colapso energético, ou seja, a nossa energia física é reduzida, e as emoções, pensamentos e sentimentos ficam confusos. Portanto, é muito comum que uma pessoa que não conhece, não vive, não realiza a missão da sua alma, tenha tendência a ser infeliz, a ficar fraco, a ter doenças e diversas complicações na vida. O ser humano nasceu pra viver a sua verdade, e é por isso que aquela frase bíblica é tão forte: “Conhecereis a verdade, e ela vos libertará”.

    Viver a mentira ou ocultar a verdade

    Sabe aquela verdade que nós ocultamos de nós mesmos, quando “deixamos pra lá” as pequenas coisinhas de nossa vida? Um aborrecimento aqui, um “sapo” que engolimos ali, um sim dito no lugar do não acolá, aquele esforço para nos mantermos bem quando na verdade não está nada bem… Esses são os primeiros indícios de uma vida mentirosa. Muitas vezes sentimos algo, pensamos em algo e agimos numa direção completamente oposta àquilo que pensamos e sentimos. Tecnicamente falando, dessa forma estamos vivendo a mentira. É aqui que começamos a nos enfraquecer, a ter doenças, a ficar abatidos, mal-humorados, reclamões, ansiosos, medrosos, deprimidos. As energias não se unem num mesmo sentido.

    Leia também - Drone de socorro ajuda vítimas de ataque cardíaco

    O conjunto de energias da mente, das suas emoções, do corpo “se estranham” e provocam esse desequilíbrio. A mentira gera um processo de fechamento energético tão grande no ser humano que não permite que a energia vital flua através dos corpos da pessoa que está mentindo. Como se vive uma mentira? Todo ser humano respira, se alimenta, pratica exercícios, mesmo que de forma inconsciente. Isso indica que todo mundo tem uma troca energética constante com o ambiente. A partir do momento em que essa troca acontece, nós magnetizamos no nosso sistema corpo-mente-alma a energia vital que circula entre todos os seres vivos do planeta Terra.

    Se você pensa, sente e age em direções opostas, esse conjunto energético, essa anatomia sutil que cada um de nós tem, se desorganiza e para de armazenar energia, porque a vibração que você tem com base em mentiras, com base em ações completamente antagônicas ao que você pensa e sente é um tipo diferente da energia magnética, livre, cósmica que nos é oferecida diariamente.Nesse momento, você começa a perder vitalidade, o seu corpo físico fica mais fraco. E a ciência já conseguiu comprovar que quando uma pessoa está falando algo que não é verdade, ela acaba ficando mais fraca.

    A verdade nos empolga

    É por isso que bons vendedores são aqueles que vendem aquilo que realmente gostam. Para você se tornar uma pessoa forte, você precisa gostar da sua vida. Quando você falar dos seus projetos e da sua vida, é preciso sentir empolgação. Isso serve para tudo: seus relacionamentos, trabalho, estudos, família… Quando você sente essa vibração positiva, é sinal de que palavras, sentimentos e ações estão em alinhamento. É provável que você pense que as coisas na sua vida são feitas por conveniência e por obrigação, e quase tudo o que acontece não é passível de elogio ou de empolgação. Então, o que fazer e como fazer?

    A fórmula 70 x 30

    Você não pode usar o seu tempo na Terra apenas para questões burocráticas e coisas que você não gosta de fazer. 70% do seu tempo aqui no planeta precisa ser utilizado para atividades que te façam se sentir bem e gostar de viver. Se, ao pensar na sua vida, você perceber que quase tudo o que faz é por obrigação, reflita sobre por que sua vida tomou esse rumo. Quanto tempo da sua rotina diária você usa para fazer coisas que você não sente prazer, aquele prazer que vem da alma? Reflita também sobre quantas coisas na vida você faz sem vontade, sem ânimo, sem alegria de viver. Quantas coisas você faz na vida que realmente faz o seu coração suspirar?

    Em nenhum momento estamos dizendo para você olhar para sua realidade, sua vida, seu trabalho, seus relacionamentos, sua vida financeira, e destruir tudo porque quase nada é feito com prazer. Toda mudança acontece ao longo do tempo, e não de um dia para o outro. Em primeiro lugar, é necessário estabelecer um estilo de vida com a fórmula 70×30: 30% das suas atividades diárias podem ser feitas em áreas que não te dão prazer – por exemplo, pagar contas, acordar cedo para ir ao trabalho quando estamos cansados.

    70% das suas atividades diárias precisam te dar prazer, convocando energias de satisfação, alegria, bem-estar

    Do contrário, se não seguir essa fórmula, você volta a viver a mentira, a ingratidão, a angústia. E é assim que você estará vibrando para o universo. Desse jeito, não tem como ser feliz. Na verdade, várias coisas são necessárias pra você começar a gostar da vida que leva. Não adianta a gente achar que apenas um vídeo, ou um artigo, ou apenas um livro ou curso vai fazer com que você simplesmente, de uma hora para outra, comece olhar para a vida com mais prazer.

    Foco na sua essência e na sua alma

    almaver1

    Olhar a vida com mais alegria e disposição exige que você comece a ter foco na sua essência e na sua alma. Para isso, é preciso olhar para dentro, pensar “O que eu estou fazendo aqui na vida? Qual é a missão da minha alma? De onde vim, para onde vou?”. Esse questionamento é muito importante, tanto quanto manter foco nisso todos os dias da sua vida. Senão a sua experiência, a sua existência vai passando e você começa a achar que está aí para fazer o que todo mundo faz. E não é nada disso!

    Leia também - Paris ganha 1º supermercado totalmente sem embalagens (e que só vende orgânicos)

    Você está nesse mundo para fazer a diferença, para ser feliz, para exprimir a sua beleza. E essa beleza se expressa em cada atitude, em cada gesto. Você precisa buscar o um alto nível de felicidade e de satisfação. Você precisa buscar o nível de alegria que faça o seu coração vibrar. Se perder o foco disso, certamente você cairá na fórmula da maioria das pessoas, que vivem fora da fórmula 70×30. Para começar a mudar sua vida, faça essas perguntas para si mesmo(a): o que eu estou fazendo? Por que eu estou fazendo essas atividades na minha vida? Existe outra forma de encontrar alegria nelas? Como eu posso mudar essa realidade? Se constatar que esse não é o caminho que você deveria seguir, que o caminho certo é outro, e se você já sabe as decisões que deve que tomar, por favor, comece a tomar cada decisão, uma por vez.

    Imunidade do corpo à mentira

    Temos uma notícia boa: nosso corpo e nossa mente suportam 3 anos vivendo da mentira, entendendo aqui que a mentira consiste em pensar, sentir e agir em sentidos opostos. Se você percebeu só agora que está vivendo uma mentira, que você não faz o que gosta, que não vive o ‘70×30’, e que você precisa dar um jeito nisso, comece a buscar, olhando pra dentro. Você tem 3 anos para fazer esse ajuste. Até esses 3 anos, a sua energia suporta mudanças, variações e colapsos internos pela energia distorcida pela mentira. Mas, a partir do momento que começar a fazer pequenos ajustes, você já começará a se alinhar com o caminho de viver a sua verdade, a verdade que te liberta.

    Como saber se estamos alinhados com a nossa verdade?

    Em primeiro lugar, vamos estabelecer cada vez mais contato com a nossa alma, para saber o que ela pede. E quando percebermos que nossa alma pede uma direção, o que devemos fazer? Apontar essas direções, confiar nelas e estabelecer diariamente um contato com a imagem da vida ideal. Muita gente chega neste ponto e diz: “Uau! Já entendi, faço isso que eu não gosto, faço aquilo que não gosto, esqueci lá atrás os meus sonhos, deixei de lado o que eu não queria, realmente deixei de lado aquelas visões internas que eu tinha, e a minha vida ficou desse jeito. Então, beleza, descobri o meu erro. Mas e aí? E agora, o que eu faço? O que eu faço, se a minha vida ficou assim por causa do meu esquecimento lá atrás e eu quero mudar?”.

    Primeiro: pare de sofrer com os erros do passado. Entenda que cada erro do passado construiu quem você é hoje. A partir desse momento, nunca mais fale deles. Os erros são apenas experiências que trazem aprendizados. Use hoje o que aprendeu para realizar novos feitos, criar novas atitudes. Muitas pessoas nos escrevem por e-mail diariamente dizendo que já sabem que não estão vivendo de acordo com a missão da sua alma, e já descobriram que seu caminho é para outro lado, mas não conseguem mudar, e reclamam que a vida é muito ruim, assim como seu trabalho e seus relacionamentos não vão bem. O que fazer?

    Primeiros passos para nos alinharmos com a nossa verdade

    A segunda coisa é parar de reclamar e de dar energia para aquilo que você não quer. E a terceira é se concentrar naquilo que você quer. Qual é a sua visão de futuro? Para criá-la e fortalecê-la, faça esse exercício bem simples: Todos os dias, sempre que vier uma vontade de reclamar da sua situação atual, feche os seus olhos e imagine o seu futuro acontecendo, você feliz realizado(a), vivendo esse momento. Faça isso no mínimo 3 vezes por dia, por 3 minutos toda vez.

    Respire, relaxe e crie a imagem daquilo que seria o seu futuro brilhante. Concentre-se nas imagens, nos sentimentos, nas cores, como se fosse o filme da sua vida no futuro. Construa esse filme e reveja-o três vezes por dia. É um exercício de visualização criativa pela qual você se conecta com a ideia de futuro, sentindo a alegria de como seria esse futuro.

    Muita gente também diz que não faz ideia de qual seria o caminho correto. Elas nos escrevem diariamente dizendo que não imaginam o que fazer da vida para encontrar a missão da sua alma. A única coisa que sabem é que, do jeito que está, não está bom. É provável que você se identifique com essa situação, não é mesmo? Então como fazer esse exercício de visualização se imaginando feliz e realizando a missão da sua alma se não sabe qual é? Apesar de não saber, podemos desenvolver a percepção da direção a seguir. Talvez não saibamos exatamente a direção, mas todos nós podemos sentir mais ou menos por onde devemos ir.

    Fazendo contato com a essência

    Para ajudar a aguçar essa percepção, faça mais um exercício: imagine que você encontrou a missão da sua alma e que a realiza. Então a questão é: como você se sentiria? Que brilho você teria no olhar? Como seria a sua prosperidade financeira? Como seriam os seus relacionamentos? Como seria conversar com um amigo que você não vê há muito tempo e ele perguntasse sobre a sua vida – como você responderia? Qual seria o seu nível de satisfação ao dizer: “Minha vida está ótima!”? O segredo do exercício é esse: entre no sentimento, sinta como seria se você fosse feliz. Como seria, pra você, ser uma pessoa realizada? Faça todos os dias o filme da sua vida feliz, e use esse filme feliz três vezes ao dia, por pelo menos 3 minutos.

    Leia também - Como parar de absorver a energia negativa de outras pessoas

    Não adianta você visualizar rapidamente, pois o curto tempo não é suficiente para ativar a visualização, seja muito fiel aos 3 minutos. Ao adquirir a disciplina de realizar essa visualização todos os dias por muitos dias, até que conquiste o que quiser, você também vai se alinhar muito rapidamente àquilo que é a sua realização, e ao desenvolvimento da missão da sua alma e da sua felicidade.

    Flechas dos anjos

    Você foi projetado para viver da verdade. Existe uma programação interior que sempre vai cobrar que você viva a verdade. E é por isso que quando nós nos desviamos desse caminho, sentimos alguns impactos que chamamos de “flecha dos anjos”. Essas flechas são situações aparentemente negativas que nos mostram que estamos no caminho errado. Essa foi a forma que a pedagogia divina encontrou para nos mostrar o que está errado, quantas vezes for necessário, até que a gente se alinhe à verdade que é realizar a nossa missão. O foco é permanecer sempre atento, refletindo e analisando se estamos alinhados, se vivemos a nossa vida com base na nossa essência.

    Fonte: Escrito por Bruno J. Gimenes via A sua missão

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco