A História por detrás do "Yellow Book"

yellow_book_evolucao"O Yellow Book" foi fornecido pelo EBES. Não é exatamente um livro. É um bloco de material, com cerca de 2 1 / 2 polegadas de espessura e transparente na natureza e na aparência. O leitor olha para a superfície transparente e de repente as palavras e as imagens aparecem. É uma série infinita de histórias e fotografias históricas do nosso Universo, sobre o planeta dos Ebes, ...

sua terra-natal e outras interessantes histórias sobre o Universo. Ele também contém relatos históricos e vários relatos sobre a história da Terra e do passado distante. Seria preciso uma vida inteira para lê-lo e outra vida inteira para compreendê-lo. Há também "O Red Book" foi escrito pelo Governo Americano. Ele contém volumes da informação que reunimos sobre os nossos contactos com Formas de Vida Extraterrestres. O primeiro volume começa em 1947.

O último volume foi iniciado em 2005. Segundo as minhas pesquisas, o Yellow Book é dividido em duas partes, ou em dois volumes: A primeira parte feita, elaborada e entregue ao governo americano pelos EBES, onde contém o que mencionei acima e a segunda parte, a feita por nós, humanos.


CONVIDADOS

yellow_book_topo


Alienígenas prisioneiros em uma área conhecida como “A Caverna de Gelo” em Los Alamos, Novo México. Originalmente havia 16 aliens Cativos. Desses, 15 morreram. Esses alienígenas foram "convidados" a dar amplas informações sobre os demais aliens no universo conhecido e contar a sua história. Isso ficou conhecido como o "Yellow Book". Estes convidados certamente não gostavam de sorvete de morango e, sobretudo de outros sabores. Estas informações foram dadas em troca de 16 seres humanos que também foram “convidados”. Estas pessoas foram usadas pelos EBES para dar informações sobre os seres humanos e sua história neste planeta. Esses "Convidados" deram-lhes informações sobre musica, natureza, especialmente como apreciar a música de outros lugares, como os países orientais, da natureza e especialmente desfrutar música que era originária do Tibet (?). Eles, os EBES, possuíam Q.I’s EXTREMOS, o menor NA FAIXA DE 200 e tinham uma tendência muito grande para mentir.


RELIGIÃO


No Yellow Book, os aliens reclamam a patente de um homem, um híbrido criado por eles. Eles afirmam que todas as religiões foram criadas por eles para apressar a formação de uma cultura civilizada e controlar o desenvolvimento dos humanos. Eles alegam que Jesus era um produto de seus esforços. OS aliens deram inúmeras provas de suas alegações e deram essas provas escritas no volume do Yellow Book de sua autoria, o "O Yellow Book ALIEN!" Que lhes permite mostrar de forma acústica e visual QUALQUER PARTE DA HISTÓRIA que eles ou nós queremos ver (inclusive sobre seus produtos fruto de engenharia genética avançada, como os pais das religiões do mundo, entre eles, Jesus). Segundo eles, o sangue é a maior prova de hibridação e a nossa ciência tende a corroborar com a sua alegação.


TRIANGULOS NEGROS SILENCIOSOS

yellow_book_triangulos_negros


Projetados a partir de informações obtidas no YellowBook, tornaram-se peças lendárias nos círculos ufológicos. Enormes triângulos negros têm sido vistos por observadores rastejando silenciosamente pelo céu, baixo e lento, sobre cidades próximas e calmamente cruzando rodovias. O National Institute for Discovery Science (NIDS), catalogou os avistamentos desses Triângulos, cruzou e combinou bases de dados para ter um olhar mais preciso sobre esse mistério. Com sede em Las Vegas, Nevada, o NIDS é um instituto de ciência de financiamento privado com uma investigação séria focando na área de “fenômenos”. Os resultados de seus estudos acabam de ser lançados e levam a algumas conclusões intrigantes. O estudo aponta: Os Estados Unidos estão atualmente enfrentando uma onda de avistamentos Triangulos Voadores que se intensificou na década de 1990, especialmente para a última parte da década de 1990. A onda continua. Os Triângulos Voadores estão sendo implantados mais abertamente perto de centros populacionais, inclusive nas proximidades de rodovias interestaduais.


A QUEDA DOS UFOS

yellow_book_departamento_defesa


Durante os anos seguintes à Segunda Guerra Mundial, o governo dos Estados Unidos foi confrontado com uma série de eventos que foram além da previsão de mudar o seu futuro e com ele o futuro da humanidade. Estes eventos foram tão incríveis que desafiou as suas próprias crenças. Um atordoado Presidente Truman e seus principais comandantes militares encontraram-se virtualmente impotente depois de ter acabado de ganhar a guerra mais devastadora e cara da história. Os Estados Unidos foram a única nação que havia desenvolvido e usado a bomba atômica que só tinha o potencial apenas de destruir qualquer inimigo, e até mesmo a própria Terra. Naquele tempo os Estados Unidos tiveram a melhor economia, a tecnologia mais avançada, o mais alto padrão de vida, exerceu a maior influência, e desdobradas as forças de maior e mais poderio militar da história.

Só podemos imaginar a confusão e preocupação quando a elite do serviço secreto informa ao Governo dos Estados Unidos que descobriu que uma nave alienígena pilotada por insetos, seres de uma cultura totalmente incompreensível, havia caído no deserto do Novo MéxicoEntre janeiro de 1947 e dezembro 1952 pelo menos 16 naves alienígenas caíram ou foram abatidas, 65 corpos de alienígenas foram recuperados, dentre esses 1 apenas sobreviveu. Uma nave alienígena adicional tinha explodido e nada foi recuperado a partir desse incidente. Destes acidentes, 13 ocorreram dentro das fronteiras dos Estados Unidos não incluindo uma nave que se desintegrou no ar.


ACOBERTAMENTO DE OPERAÇÕES?


O NIDS aponta uma conclusão importante, é que as ações destas naves triangulares não se conformam com os padrões anteriores de implantação dissimuladas de aeronaves desconhecidas. Além disso, nem agenda, nem a origem dos triângulos de vôo são conhecidas atualmente. Entre os anos de 1990-2004 o estudo observa que se tem visto uma intensa onda de vôo da “Aeronave Triângulo”. Através de relatórios feitos por centenas de testemunhas oculares, a avaliação do NIDS afirma que o comportamento dos veículos não parece coerente com a implantação de aeronaves avançadas secretas do DoD (Departament of Defence).

Pelo contrário, é consistente com:

1- A implantação da rotina de desenvolvimento de uma aeronave DoD desconhecida e avançada ou...

2 - A implantação de rotina de desenvolvimento de um avião cuja propriedade e operação sejam feitas por pessoal não-DoD, sugere o estudo NIDS.

As implicações da última possibilidade são preocupantes, especialmente durante o pós 11 de setembro, época em que o espaço aéreo dos Estados Unidos era extremamente, fortemente vigiado e controlado, explica o estudo NIDS. Em apoio de opção (uma necessidade), não é muito maior para a fiscalização nos Estados Unidos no pós 11 de Setembro era e é certamente possível que a implantação de plataformas de vigilância de baixa altitude é uma rotina aberta.


PROJETO ABERTO?

yellow_book_Colm_Kelleher


Segundo Colm Kelleher, administradora do NIDS, a meta quase recém-concluída da análise dos Triângulos Voadores vem de três principais bases de dados nos Estados Unidos: Do NIDS, do Mutual UFO Network (MUFON) e dos dados coletados pelo pesquisador independente, Larry Hatch, o criador e dono de um dos maiores e mais completo banco de dados UFO no mundo.

Kelleher disse ainda que a análise indica que a implantação do vôo dos triângulos é aberto, ou seja, não é secreto, e envolve a baixa altitude, iluminado aeronaves rotineiramente implantado em cima de áreas povoadas, incluindo cidades e rodovias interestaduais.“No entanto, não posso dizer se estas são aeronaves da Força Aérea. Nós simplesmente não sabemos”, disse Kelleher ao SPACE.com. Mas isso não parece ser consistente com os padrões dissimuladas de implantação vimos com o F-117 e B-2, antes da sua recepção.


AERONAVES STEALTH

yellow_book_los_alamos


Por exemplo, dando uma olhada superficial no passado dos programas de aviões Stealth do DoD, foram mantidos dados sigilosos a partir dos olhos do público - apesar de, eventualmente, veio à luz outrora – mesmo assim, é diferente dos padrões de Triângulos Voadores. Antes do reconhecimento do F-117 e do B-2, só eram avistados raramente e de noite, nas seções de baixa densidade populacional de Nevada, Califórnia e em alguns outros estados. Voando a baixa altitude sobre áreas povoadas raramente foram feitos relatados para o F-117 ou B-2.

Em contrapartida, a implantação de Triângulos Voadores, especialmente durante a década de 1990, parece mais consistente com a operação pública e aberta desses aviões, Explica o estudo. A tendência de abrir implantação dos triângulos de vôo não é consistente com a operação secreta de uma aeronave avançada do DoD.


NENHUMA TENTATIVA DE ESCONDER

yellow_book_Hart_Canyon


Os bancos de dados orientados aos estudos dos Triângulos Voadores mostram os seguintes padrões:

- São vistos sobrevoando lugares perto de cidades e rodovias interestaduais;

- Eles são vistos a baixa altitude segundo contam as testemunhas;

- Eles voam a uma velocidade extremamente baixa chegando a pairar nas planícies;

- São vistas facilmente perceptíveis luzes brilhantes - quer luzes fortes brancas, ou luzes intensamente fortes e brilhantes tipo luzes de flash que geralmente são combinados com vermelho, verde ou azuis.

O estudo do NIDS enfatiza que o vôo desses veículos pode ser mais em harmonia com uma tentativa de mostrar ou de ser notado. Parece haver pouca ou nenhuma tentativa de se esconder. Embora seja muito cedo para julgar a correlação publicada anteriormente pelo NIDS entre os avistamentos dos Triângulos e um subconjunto de Bases da Força Aérea Americana, a aparente associação com centros de população pode por a perder um programa secreto. Pelo contrário, ela é coerente com a implantação de rotina “descoberta” de uma aeronave avançada, conclui o estudo feito pelo NIDS. Segundo testemunhas, alguns triângulos são enormes, chegando a ter 250m de comprimento por 200m de largura, aproximadamente.

Outros afirmam avistamentos de triângulos com o dobro desse tamanho. Ainda outros afirmam terem visto esses triângulos aparecerem da mesma forma de uma nave do filme StarTrek, de repente, do nada, como estivesse saindo de um processo de dobra espacial. O Yellow Book mostra detalhes dos projetos dessas naves triangulares, sendo que o sistema propulsor foi desenvolvido por EBES e a forma triangular concebida pelos projetistas humanos. Destes 13, 1 estava no Arizona, 11 foram no Novo México, e 1 em Nevada. Três ocorreram em países estrangeiros. Daqueles, 1 foi na Noruega, e os últimos 2 foram no México. Avistamentos de óvnis eram tão numerosos que a investigação séria e desmascaramento utilizando os meios de comunicações existentes, de cada relatório, tornaram-se impossíveis. Uma nave alienígena foi encontrada em 13 de fevereiro de 1948 em uma planicie perto de Aztec Novo México. Outro foi localizado em 25 de março de 1948, em Hart Canyon perto de Aztec Novo México. Tinha 100 metros de diâmetro.

Um total de 17 corpos alienígenas foram recuperados das duas embarcações. De significado ainda maior foi a descoberta de um grande número de partes do corpo humano armazenados dentro de ambos os veículos. Desespero e paranóia rapidamente tomou conta de todos, logo em seguida de ver esses pedaços de corpos humanos. Esse foi um dos segredos mais bem guardados do mundo!


PROJETOS SECRETOS TENTAM ESCONDER O YELLOW BOOK

yellow_book_Dr._Vannever_Bush


Um grupo especial de cientistas “de elite” da América foram organizadas sob o nome do Projeto Sign, que mais tarde evoluiu para o Projeto Grudge (Os quais falaremos detalhadamente em outro post), em dezembro de 1947 para estudar o fenômeno.

Uma coleção de baixo nível de desinformação intitulado Projeto Blue Book foi formada sob o Projeto Grudge. 16 volumes saíram do Grudge incluindo o controverso Grudge 13. Equipes foram especialmente treinadas para capturar e matar (caso necessário), extraterrestres que viessem a cair em nosso planeta, seja vivo ou morto. Durante estes primeiros anos, a Força Aérea dos Estados Unidos e da Agência Central de Inteligência exerciam o controle completo sobre o Segredo Alien. Na verdade, a CIA foi formada por ordem executiva presidencial como a primeira Central do Grupo de Inteligência com o propósito expresso de lidar com a presença alienígena.

Posteriormente, o Ato de Segurança Nacional foi aprovado para instituí-la como a Agência Central de Inteligência. O Conselho Nacional de Segurança foi criado para supervisionar a comunidade de inteligência e, especialmente, extraterrestres.

Uma série de membros do Conselho de Segurança Nacional por ordens executivas foram removido da CIA missões de espionagem estrangeira e, lentamente, mas completamente "legalizada" ação direta sob a forma de atividades secretas em casa e no exterior.

Em 9 de dezembro de 1947 Truman aprovou a emissão do NSC-4, intitulado "Coordenação das medidas de Inteligência Externa da Informação" na solicitação dos Secretários Marshall, Forrestal, Patterson, e o diretor do Departamento de Estado, Política e de Planejamento Pessoal, Kennan.

A Política Externa e de Inteligência Militar, livro 1, "Relatório Final da Comissão Especial de Estudo de Operações Governamentais em Matéria de Atividades de Inteligência" e o Senado dos Estados Unidos, 94 Congressistas, 2ª Sessão, Impresso No. 94-755, de 26 de Abril de 1976, pg. 49 afirma: "Esta diretiva dos poderes do Secretário de Estado para coordenar as atividades de informação no ultramar destinadas a combater o comunismo. Anexo A top secret a NSC-4, NSC-4A, instruiu o diretor da Central de Inteligência para realizar atividades secretas psicológicas para a persecução dos objetivos previstos no NSC-4. A autoridade inicial dada à CIA para operações secretas no NSC-4A não estabeleceu procedimentos formais para coordenar ou aprovar qualquer destas operações. Ele simplesmente dirigiu o DCI para empreender ações encobertas e para assegurar, através da articulação com Estado e da Defesa, que as operações resultantes foram coerentes com a política americana".

Mais tarde NSC-10 / 1 e NSC-10 / 2 foram  criados para substituir NSC-4 e NSC4A e expandir as capacidades secretas ainda mais. O Escritório de Coordenação Política (OPC) foi fretado para levar a cabo um programa alargado de atividades secretas. NSC-10 / 1 e NSC-10 / 2 validados como ilegal e extra-práticas a procedimentos jurídicos como sendo aceitável para a liderança da segurança nacional.

NSC-10 / 2 instituiu um painel de estudo, que se reuniu secretamente e era composto das mentes científicas mais brilhantes da época. Esse não era ainda o MJ-12. Outro memorando NSC, NSC-10 / 5 tinha mais delineadas as funções do painel de estudo, NSC. Esses memorandos e ordens secretas Executivo definiram o cenário para a criação do MJ-12 apenas 4 anos mais tarde.

O Secretário de Defesa James Forrestal começou a opor-se ao sigilo. Ele era um homem muito idealista e religioso, que acreditava que o público devia saber da vardade. Quando ele começou a conversar com os líderes do partido da oposição e os líderes do Congresso sobre o problema alien, ele foi convidado a demitir-se por Truman. Ele expressou seus temores para muitas pessoas e legitimamente acreditava que estava sendo vigiado.

Isto foi interpretado por aqueles que eram ignorantes dos fatos como paranóia. Isso foi de Forrestal depois de ter sofrido um colapso mental e foi admitido ao Hospital Naval de Bethesda. Na verdade, temia-se que Forrestal começasse a falar novamente e ele teve que ser isolado e desacreditado.

Algures no início da manhã de 22 de maio de 1949 agentes da CIA amarrando um lençol em volta do pescoço, presa a outra extremidade a um dispositivo elétrico em seu quarto jogando James Forrestal para fora da janela. A folha rasgou e ele caiu para sua morte. Ele se tornou uma das primeiras vítimas do acobertamento.


O FAMOSO “EBE”

yellow_book_Larry_hatch


O alienígena que sobreviveu ao acidente de Roswell 1949 foi batizado pelo nome de EBE (Extraterrestrial Biological Entity). O nome foi sugerido pelo Dr. Vannevar Bush.

EBE tinha uma tendência para mentir e durante mais de um ano deu apenas as resposta desejada pelos agentes de interrogatório. Estas questões, que teria resultado em uma resposta indesejável não foram respondidas. Em algum momento durante o segundo ano de cativeiro, começou a “se abrir” e as informações resultantes do EBE foram surpreendentes, para dizer o mínimo. Esta compilação de suas revelações tornou-se a fundação do que viria a ser chamado de "Yellow Book".

Nota 1: Este foi o "O Volume do Yellow Book feito por humanos”, como mencionamos lá no inicio do post.

Nota 2: Muitas fotografias foram feias desse alienígena durante seu cativeiro, mas até hoje, nenhuma foi divulgada ou vazada.

No final de 1951 EBE ficou doente. O pessoal médico tinha sido incapaz de determinar a causa da doença do EBE e não tinha antecedentes para se basearem num possível tratamento. O Sistema de EBE era baseado em clorofila e ele transformava os alimentos em energia do mesmo jeito que as plantas. Os resíduos eram excretados iguais às plantas. Foi decidido que um especialista em botânica fosse chamado para cuidar de EBE. Um botânico, o Dr. Guillermo Mendoza, foi trazido para tentar ajudá-lo a se recuperar. Dr. Mendoza trabalhou para salvar EBE até meados de 1952, quando EBE finalmente morreu. Dr. Mendoza tornou-se especialista em biologia alienígena.

Em uma tentativa fútil de salvar EBE e ganhar favor com essa raça alienígena superior tecnologicamente os Estados Unidos começou a emitir um pedido de ajuda no início de 1952 em vastas regiões do espaço. O convite ficou sem resposta, mas o projeto continuou como um esforço de boa fé.

Finalizando, um adendo importante, mencionado pelo nosso herói M.W.Cooper, sobre uma informação importante contido no livro Yellow Book, é sobre o relatório de uma visita feita a uma base americana de um representante alienígena, um embaichador, chamado KRLL ou KRLLL ou CRLL ou CRLLL pronunciado Crill ou Krill, muito arrogante por sinal.

O embaixador KRLL veio para sustentar uma promessa de que os alienígenas cumprissem a sua parte num acordo mutuo de auxilio em estudos entre humanos e extraterrestres atingido durante essa reunião. KRLL nos deu a fundação do livro amarelo, o Yellow Book que foi completado pelos “convidados” (mencionado lá no comecinho do post) em uma data posterior.

KRLL ficou doente e foi cuidado pelo Dr. G. Mendoza, que se tornou especialista em biologia e medicina alienígena. KRLL morreu mais tarde. Sua informação foi disseminada sob o pseudônimo OH CRIL ou Crill.


Fonte: http://comunidadearea51.blogspot.com

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Publicidade