O Arquivo
logo

Login

Estude pela internet


Cursos 24 Horas

Publicidade




mestre-bimba-berimbau7Manoel dos Reis Machado, também conhecido como Mestre Bimba (Salvador, 23 de Novembro de 1900 - Goiânia, 05 de Fevereiro de 1974), foi criador da Luta Regional Baiana, mais tarde chamada de capoeira regional. Ao perceber que a capoeira estava perdendo seu valor cultural e enfraquecendo enquanto luta, Mestre Bimba misturou elementos da Capoeira Tradicional com o batuque[1] (luta do Nordeste Brasileiro extinta com o passar do tempo) criando assim um novo estilo de luta com praticidade na vida, com movimentos mais rápidos e acompanhada de música.

Assim conquistou todas as classes da sociedade. Foi um eximio lutador e acima de tudo um grande educador, foi o responsavel por tirar a capoeira da marginalidade. Praticantes dessa arte se denominam "capoeira", pois, para eles, a capoeira é um estilo de vida - ser, pensar, agir como um capoeira.

Bimba empunhava regras para os praticantes da capoeira regional, sendo elas:

- Não beber, e não fumar. Pois os mesmos alteravam o desempenho e a consciência do capoeira.

- Evitar demonstrações de todas as técnicas, pois a surpresa é a principal arma dessa arte.

- Praticar os fundamentos todos os dias.

- Não dispersar durante as aulas.

- Manter o corpo relaxado e o mais próximo do seu adversário possível, pois dessa forma o capoeira desenvolveria mais.

- Sempre ter boas notas na escola.

No vídeo Relíquias da Capoeira - Depoimento do Mestre Bimba, um documento audiovisual em VHS produzido por Bruno Farias, o próprio Manoel comenta sobre os motivos que o fizeram se mudar para Goiânia, onde ele conseguiu mais apoio financeiro[1]. Posteriormente, em uma reunião de especialistas em capoeira no Rio de Janeiro, explica-se mais sobre o nome do esporte, sobre a criação da capoeira regional e sobre esse lendário personagem chamado Mestre Bimba.

A versão original do vídeo, veiculada em 2006 pela extinta PAM TV Florianópolis (Antigo canal 17 da TVA), acabou se extraviando. Porém, recentemente, o jornalista Bruno Farias encontrou no antigo acervo da emissora uma amostra de 2 minutos do Relíquias da Capoeira: Depoimento do Mestre Bimba e escreveu uma matéria sobre o assunto, publicada no site da Revista de História da Biblioteca Nacional, junto à referida amostra.

Algumas criações de Mestre Bimba:

. Criou a capoeira regional, na poca consistia de 52 golpes.

. Criou um método de ensino, a chamada sequência de Bimba que consiste em 8 sequências de ataque e defesa para serem executados na roda.

. Criou a sequência de cintura desprezada, que uma série de bales cinturados, que os alunos só podiam jogar depois de formados.

. Criou o batizado de capoeira, um ritual onde o aluno iniciado na capoeira recebendo um apelido e sua primeira graduação.

. Criou a graduação na capoeira, que consistia em 4 lenços de esguio de seda:

1 lenço cor azul aluno formado

2 lenço cor vermelho aluno formado e especializado

3 lenço cor amarelo curso de armas

4 lenço cor branco mestre de capoeira


O Reconhecimento da Capoeira no Brasil


A partir da década de 30, com a implantanção do Estado NOvo, o Brasil atravessou uma fase de grandes transformções políticas e culturais, onde os ideias nacionalistas e de modernização ficaram em evidência. Nesse contexto, surge a oportunidade de Mestre Bimba fazer com que o seu novo estilo de capoeira alcançasse as classes sociais mais privilegiadas.

Em 1936 fez a primeira apresentação do trabalho e no ano seguinte foi convidado pelo governador da Bahia, o General Juracy Magalhães, para fazer uma apresentação no palácio do governador onde estavam presentes autoridades e convidados, inclusive o presidente da época que gostou muito da apresentação. Dessa forma a capoeira é reconhecida como "Esporte Nacional" Mestre Bimba foi reconhecido pelo Sec Ed Ass Pública ao estado da Bahia como Professor de Educação física e sua academia foi a primeira no Brasil reconhecida por lei.


A Diferença


O que faz com que o mestre Bimba se destacasse dos demais capoeiristas de sua época, é que ele foi o primeiro a desenvolver um sistema de ensino e a ensinar em recinto fechado. Além desse sistema, ele elaborou técnicas de defesa pessoal até mesmo contra armas. Mestre Bimba preopupava-se demais com a imagem da Capoeira, não permitindo treinar em sua academia aqueles que não trabalhavam nem estudavam.


Antigo Método de Treinamento de Bimba


Mestre Bimba desenvolveu o primeiro método de ensino que vemos a seguir como ele funcionava:

Exame de admissão - Dizia-se que em outros tempos, Mestre Bimba aplicava uma "gravata" no pescoço do indivíduo que quisesse treinar e dizia "aguenta ai sem chiar". Se aguentasse o tempo que ele mesmo determinava estaria matriculado. Mestre Bimba justificava esse critério dizendo que só queria macho em sua academia. Mais tarde mudou os critérios, submetendo o candidato a fazer alguns movimentos para que ele pudesse avaliar se o pretendente tinha condição ou não para praticar a capoeira regional. A próxima fase seria aprender a "sequencia de ension".

O Aprendizado

O aluno nessa faze aprendia o que se chamava "sequência de Ensino" que eram as oito sequências de movimentos de ataque, esquivas e contra ataque, destinadas somente aos inciantes, simulando as tiauções mais comuns que o aluno enfrentaria durante o jogo de capoeira.

Esse foi o primeiro método de ensino criado para ensinas alguém a jogar capoeira e o calouro treinava essas sequências em duplas sem o acompanhamento dos instrumentos. Quando estas estiverem bem decoradas o Mestre dizia: "Amanhã você vai entrar no aço, no aço do Berimbau."

Era comum naquele tempo dizerem que o capoeirista quando agrarrado, não tinha como reagir. Então Mestre Bimba, com sua criatividade ensinava seus alunos quais eram as melhores saídas. Todos esses ensinamentos faziam com o método de mestre Bimba fosse incomparável e esse treinamento durava cerca de 3 meses só então é o que o aluno seria batizado.


O Batizado


O batizado era quando o aluno jogava pela primeira vez na roda com o acompanhamento dos instrumentos que era formado por um berimbau e 2 pandeiros. O mestre escolhia o formado que jogaria com o calouro e então tocava o toque que caracterizava a capoeira regional, para isso o calouro era colocado no centro da roda para que o formado ou o próprio mestre desse um apelido a ele. Escolhido o "nome de guerra" todos aplaudiam e então o mestre mandava o calouro pedir a "Benção" do padrinho, e ao estender a mão para o formado que o batizou, recebia uma "benção" (golpe frontal dado com a parte inferior do pé empurrando o adversário na altura do peito) que o jogava o chão.

Eram necessários pelo menos, 6 meses de treino para se formar na capoeira regional. O exame era realizado em 4 domingos seguidos, no Nordeste de Amaralina, academia do mestre, os alunos a serem examinados eram escolhidos por ele. Durante 4 dias os alunos eram submetidos a algumas situações onde teriam que mostrar os valores adquiridos durante a fase de aprendizado, como por exemplo: força, reflexo, flaxibilidade, etc. No último domingo é que o mestre dizia quem havia sido aprovado e então ensinava novos golpes e também marcava o dia da formatura.

 

A Formatura


A cerimônia iniciava com uma roda de formados antigos para que as madrinhas e os convidados pudessem ver o que era a Capoeira Regional. Mestre Bimba ficava ao lado do som, que era formado por 1 Berimbau e 2 pandeiros, comandando a roda e cantando as músicas características da Regional. Terminada a roda, o mestre chamava o orador que geralmente era um formado mais antigo  para falar um breve histórico da Capoeira Regional e do mestre.

Após o histórico, o mestre entregava as medalhas aos paraninfos e os lenços azuis (Graduação dos Formados) as madrinhas.O paraninfos colocava a medalha ao lado esquerdo do peito do Formado e as madrinhas colocavam os lenços nos pescoços dos seus respectivos afilhados. A partir dai os formados demonstravam alguns movimentos a pedido do mestre para mostrar a sua competência, incluindo os movimentos de "cintura desprezada", "jogo de floreio" e o "escrete" que era o jogo combinado com o uso dos Balões.

Para terminar, chegava a hora do "Tira-medalha" onde o recém formado jogava com um formado antigo que tentava tirar a sua medalha com qualquer golpe aplicado com o pé. Só então depois de passar por isso tudo é que o aluno poderia se considerar aluno formado de mestre Bimba, tendo direito até de jogar na roda quando o mestre estivesse tocando Iuna que é o toque (onde quem joga hoje são só os mestres) criado por ele para esse fim. A partir dai só restava o curso de especialização que veremos a seguir.


O Curso de Especialização

 

Tinha duração de 3 meses, sendo 2 na academia e 1 nas matas da Chapada do Rio Vermelho. Tratava-se de um treinamento de guerrilha, onde aconteciam as emboscadas, armadilhas e etc., que consistia em submeter o formado a situações das mais difíceis, desde defender-se de 3 ou mais Capoeiristas, até defender-se de armas. Terminado o curso, o mestre fazia a mesma festa para os novos especializados, e estes recebiam o lenço vermelho a cor que representava a nova graduação. O aluno que se formava ou se especializava, tinha a o dever de pendurar um quadro com a foto mestre, do padrinho, do orador, e a própria foto.
.

Conclusão


Mestre Bimba realmente foi o grande "propulsor" da Capoeira no Brasil mas , muitos dos Métodos citados acima não são mais usados na verdade grande parte deles nao existe mais a muito tempo mas, foram muitos úteis. Para nós Capoeiristas só resta dizer: Muito obrigado ao Mestre Bimba.


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Mestre_Bimba
http://capoeirasuldabahiasp.br.tripod.com/id10.html
http://www.truenet.com.br/neto/mbimba.htm

Comentários   

 
#1 Guest 16-06-2011 14:45
capoeira muito boim
 

Adicionar comentário

ATENÇÃO:
- Não utilize os comentários para fazer perguntas ou enviar mensagens à administração do site;
- Não utilize palavrões;
- Não faça comentários ofensivos.

Código de segurança
Atualizar

Publicidade



Curta nossa página

Você também poderá gostar de

No result...