História e Cultura

    zumes131/08/2018 - O zumbi no trabalho está presente em qualquer contexto profissional. Podemos reconhecê-lo na hora porque aparenta sempre estar muito ocupado quando, na verdade, a única coisa que faz é delegar responsabilidades aos outros. Esse tipo de funcionário é ineficaz, não sabe trabalhar em equipe, mas consegue ganhar a confiança dos chefes para criar ambientes tão tóxicos quanto improdutivos, nos quais sobrevive perfeitamente.

    cheslei12004 - A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira uma lei apelidada de "Lei do Cheesburger", que proíbe processos judiciais contra empresas da área da alimentação por parte de pessoas que acusam as companhias de fazê-las engordar. A lei acaba com o que qualifica de "processos frívolos" contra fabricantes, distribuidores e vendedores de alimentos e bebidas não-alcoólicas, que vêm sendo acusados de aumentar o número de obesos no país.

    vecab1Por Juliana Blume, em 11.10.2018 - Uma equipe de arqueólogos italianos descobriu que a erupção do monte Vesúvio queimou corpos humanos mais rápido do que se eles tivessem sido cremados. A erupção de 79 a.C. gerou uma quantidade de calor tão alta que fez com que o sangue das vítimas fervesse, o crânio explodisse e os músculos e cérebro virassem cinzas rapidamente. Eles descobriram esses detalhes ao estudar os restos mortais das pessoas que morreram em Herculaneum, uma pequena cidade a 6 km do monte Vesúvio. Ao contrário das pessoas que viviam em Pompéia e morreram sufocadas pelos gases tóxicos, as pessoas da primeira cidade morreram por conta do calor extremo.

    soviter12015 - Ion Mihai Pacepa foi general da polícia secreta da Romênia comunista antes de pedir demissão do seu cargo e fugir para os EUA no fim da década de 70. Considerado um dos maiores “detratores” de Moscou, Pacepa concedeu entrevista a ACI Digital e revelou a conexão entre a União Soviética e a Teologia da Libertação na América Latina. A seguir, os principais trechos da sua entrevista: Em geral, você poderia dizer que a expansão da Teologia da Libertação teve algum tipo de conexão com a União Soviética? Sim. Soube que a KGB teve uma relação com a Teologia da Libertação através do general soviético Aleksandr Sakharovsky, chefe do serviço de inteligência estrangeiro (razvedka) da Romênia comunista, que foi conselheiro e meu chefe até 1956, quando foi nomeado chefe do serviço de espionagem soviética, o PGU1; Ele manteve o cargo durante 15 anos, um recorde sem precedentes.

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco