Ciência e Tecnologia

    banaver1A banana-vermelha, como é popularmente conhecida, é um cultivar da banana Musa acuminata. Pertence ao grupo AAA, que é o mesmo da banana de Cavendish. É originária do Caribe. Também conhecida como Red Dacca( Austrália) , é apreciada em vários lugares do mundo, por seu sabor adocicado. O amadurecimento é rápido, a polpa é macia, rica em açúcares, potássio, muitas fibras e é menor que uma banana comum. Além disso, possui mais betacaroteno e vitamina C que outras variedades. Normalmente consumida quando está madura, ela é uma ótima opção para sobremesas. Cientistas recomendam come-la frita, assada ou cozida.

    dnalix1Por Ana Carolina Leonardi, 24/01/2018 - Finalmente entendemos a importância de "sobras" do código genético que a evolução se recusa a remover. Talvez você já tenha ouvido falar no “DNA Lixo”. Há décadas, os cientistas sabem que apenas uma parte muito pequena do seu DNA é o que chamamos de “codificador”, ou seja, contém os genes responsáveis por carregar as instruções que ensinam nosso corpo a produzir proteínas necessárias para o funcionamento do organismo.

    inleta topoA injeção letal (AO 1945: injecção letal) é um procedimento de execução que consiste em aplicar por via intravenosa, e de maneira contínua, uma quantidade letal de barbitúricos de ação rápida, combinados com produtos químicos músculo-paralisantes. O procedimento é similar ao utilizado em hospitais para a anestesia geral, porém os produtos são ministrados em quantidades letais. No Texas, um dos 34 Estados norte-americanos onde há pena de morte, a injeção letal é composta de três substâncias químicas, ministradas separadamente, em seringas distintas: tiopentato de sódio (numa quantidade que induz o coma ao condenado), brometo de pancurônio (paralisa o diafragma e os pulmões) e cloreto de potássio (para o coração).

    robopro101/10/2019 - Uma startup da Rússia deu início à produção em série de robôs humanoides que podem ser customizados com o rosto do cliente, imitar expressões faciais e trabalhar. A empresa Promobot fica na cidade russa de Perm e divulga que seus robôs podem substituir humanos em escritórios e também em serviços domésticos - pelo menos até descarregar a bateria que dura oito horas. Os robôs possuem um sistema de inteligência artificial com mais de 100 mil módulos de falas e 600 expressões faciais.

    Enquete

    Você tem parente próximo ou amigo pessoal internado ou que tenha falecido por coronavírus?

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco