Força Espacial dos EUA vai patrulhar o espaço, a fronteira final

    forespa1Setembro, 2018 - Força Espacial? Corpo Espacial? Guarda Espacial? Especialistas estudam maneiras de patrulhar a fronteira final. Na foto ao lado, trabalhadores, em trajes de proteção, fazem a checagem do Veículo de Teste Orbital X-37B da Força Aérea dos EUA (USAF), depois do pouso na Estação de Aterrisaggem do Centro Espacial Kennedy, da NASA, em maio de 2017. Dois meses depois que o presidente Donald Trump disse que os Estados Unidos podem criar uma nova divisão militar para se concentrar nas atividades espaciais de segurança nacional, o Politico está informando que a CNA Corp., um centro de pesquisa e desenvolvimento financiado pelo governo federal dos Estados Unidos, está estudando maneiras para fazer com que isto aconteça.

    Mas será uma Força Espacial (Space Force/USSF) separada, como a Força Aérea (Air Force/USAF)? Um Corpo Espacial, como o Corpo de Fuzileiros Navais (que é supervisionado pelo Departamento da Marinha)? Ou alguma outra coisa? O George Nield, ex-chefe do escritório de transporte espacial comercial da Administração Federal de Aviação (FAA), apoia a idéia de uma Guarda Espacial Civil/Militar híbrida, análoga à Guarda Costeira.

    Durante tempos de paz, a Guarda Espacial pode monitorar problemas de segurança relacionados a atividades espaciais comerciais. Mas durante tempos de guerra, ela seria integrada com o Departamento de Defesa. Tal arranjo preencheria uma lacuna no policiamento da fronteira final, disse Nield. "Não há, hoje, nenhum departamento ou agência encarregada de administrar globalmente os interesses dos EUA no espaço", disse ele no último final de semana na Conferência Internacional de Desenvolvimento Espacial da Sociedade Espacial Nacional.

    Outros, no painel do ISDC, defenderam um Corpo Espacial - que poderia ser criado sob o comando da Força Aérea, seguindo o modelo Marinha-Mariners.

    Leia também - Por que ingerir iodo em caso de exposição à radioatividade?

    "Se eu fosse balançar minha varinha mágica, poderia ser algo como alguma forma de força policial internacional, e um Corpo Espacial Militar dos EUA", disse Michael Laine, um ex-fuzileiro naval que atualmente é presidente e diretor estratégico do LiftPort Group, em Tacoma, Washington. "Acho que não há quase nenhuma maneira de não termos uma organização internacional ao estilo de policia; mas para interesses nacionais dos EUA acho que o Space Corps deve estar lá fora, em uma perspectiva militar, protegendo os interesses dos EUA."

     

     

    Por muitos anos, oficiais militares dos EUA alertaram sobre o potencial de um “Pearl Harbor espacial” que começaria com um ataque a satélites em órbita. A responsabilidade pela segurança nacional no espaço tradicionalmente tem estado com a Força Aérea, mas a administração Trump e seu Conselho Nacional de Espaço têm levantado preocupações sobre a segurança espacial. Autoridades da Força Aérea manifestaram reservas sobre a criação de um Corpo Espacial, dizendo que criaria mais burocracia sem melhorar a segurança nacional. O Pentágono está programado para entregar um relatório, atualizado sobre sua abordagem de segurança espacial, ao Congresso até 1º de agosto. Um relatório final, incluindo recomendações para a legislação, deve ser entregue até o final do ano.

    Fonte: https://pulsoeletromagnetico.blogspot.com

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco