oliv1Por Joana Santos, 18/11/2016 - Muitas vezes nos deparamos com árvores de grande porte, das mais variadas espécies, e tentamos adivinhar a sua história, bem como a sua idade. Em Cascalhos, na freguesia de Mouriscas, concelho de Abrantes, a Oliveira do Mouchão com 3350 anos de existência é considerada a árvore mais antiga de Portugal, estando presente no ranking do ICNF de Árvores Monumentais de Portugal, sendo considerado exemplar contemporâneo de Cristo. A população, agradada com a presença de Arvoredo de Interesse Público na freguesia de Mouriscas, já criou um grupo nas redes sociais que pretende assinalar outros exemplares: o grupo Rota das Oliveiras Milenares de Mouriscas.

    fisiove1Este é mais um caso de alguém que venceu a depressão e a ansiedade, causadas pela perda de um ente querido, através do exercício físico: aos 77 anos de vida, Ernestine Shepherd é considerada a fisiculturista – gente que cultiva o corpo – mais velha do mundo. Como outras pessoas que aderiram ao exercícios na meia idade, ela começou a se interessar pelo fisiculturismo aos 56 anos, depois de cair em depressão pela morte da irmã. Seu lema é “dedicação, determinação e disciplina”. Uma das fisiculturistas mais velhas do mundo, Ernestine Shepherd começou a se interessar ...

    meazu101/10/2018 - Apicultor Cary Dawkins cresceu em uma fazenda com abelhas, mas nunca entrou em apicultura até cerca de quatro anos atrás. No início deste mês, ele foi extrair mel de sua colméia e notou que era mais escuro que o normal. Dawkins disse que não pensava muito nisso e colocou a laje com o favo de mel em sua máquina de manivela para extrair o mel, e então deixou o mel sentar em uma banheira para que as bolhas pudessem subir antes que ele agitasse.

    reamor103/05/2017 - “Os aborrecimentos e as chateações do dia a dia não podem ensejar danos morais, visto que não trazem maiores consequências ao indivíduo. Caso se considerasse que qualquer desentendimento enseja dano moral, assistiríamos a uma banalização desse instituto, e a vida em sociedade se tornaria inviável.” Com esse argumento o desembargador Pedro Bernardes negou os pedidos de indenização feitos por uma aposentada na ação que ela moveu contra uma cartomante.

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco