Você não é intolerante ao glúten, é intolerante ao glifosato

    glifocor1a27/11/2018 - Os alimentos geneticamente modificados são extremamente prejudiciais, pois causam estragos em nossa saúde. Segundo um relatório divulgado pelo Institute for Responsible Technology (IRT), eles estão ligados a distúrbios relacionados ao glúten. Inúmeros especialistas concordam que o aumento recente de distúrbios relacionados ao glúten não pode ser explicado apenas pela genética; portanto, eles acreditam que algum gatilho ambiental é um poderoso fator contribuinte.

    Isso pode ser de alta importância, pois a sensibilidade ao glúten afeta mais de 18 milhões de americanos. Os autores vinculam os alimentos transgênicos a cinco condições que podem desencadear ou piorar os distúrbios relacionados ao glúten, com base nos dados do Departamento de Agricultura dos EUA, nos registros da Lei de Proteção Ambiental, nas análises de revistas médicas e em pesquisas internacionais:

    Ativação imunológica e resposta alérgica
    Digestão prejudicada
    Permeabilidade intestinal
    Bactérias intestinais desequilibradas
    Danos na parede intestinal

    Atualmente, existem 9 culturas alimentares transgênicas para uso comercial: soja, milho, algodão (óleo), alfafa, canola (óleo), açúcar de beterraba, abobrinha, abóbora e mamão havaiano. A maioria deles é feita para tolerar um herbicida chamado glifosato (Roundup®), e altos níveis dessa toxina permanecem neles quando colhidos. As variedades de milho e algodão também são projetadas para produzir um inseticida chamado toxina Bt.

    De acordo com o diretor executivo do Instituto de Tecnologia Responsável, Jeffrey Smith, a toxina Bt é criada para perfurar buracos nas células de insetos, mas faz o mesmo nas células humanas, para que possa levar a vazamentos intestinais, o que é comum em pacientes sensíveis ao glúten.

    Leia também - Faz mal beber água do mar?

    Stephanie Seneff, Pesquisadora Sênior do MIT, diz que o glifosato é um antibiótico patenteado que mata bactérias benéficas no intestino, e um desequilíbrio da flora intestinal é comum na doença celíaca e em outros distúrbios relacionados ao glúten. Além disso, os pesquisadores descobriram que as toxinas Bt encontradas nas plantações da Monsanto podem danificar as células sanguíneas e potencialmente causar leucemia.

    Outro estudo mostrou que a alimentação animal de OGM causa inflamação grave do estômago e aumento do útero em porcos, e muitos outros relacionaram o OGM ao câncer e a várias outras doenças. Portanto, os cientistas pedem a proibição de OGM. Além disso, um número crescente de pessoas na América do Norte também continua protestando contra o uso de OGM, e figuras públicas também continuam a se manifestar. O ex-cientista do governo canadense da Agriculture Canada, Dr. Thierry Vrain, é um deles, como se manifestou contra os OGM.

    O geneticista David Suzuki é outra figura pública proeminente, que há muito tempo advoga contra os transgênicos e tem falado sobre até que ponto os transgênicos podem ser perigosos para a saúde humana e para o meio ambiente. Ele até declarou que o uso desses alimentos faz com que os seres humanos participem de um experimento maciço. O Dr. Tom O’Bryan, especialista reconhecido internacionalmente em sensibilidade ao glúten e doença celíaca, diz que os OGM são uma explicação potencial do rápido aumento de distúrbios relacionados ao glúten nas últimas décadas.

    Além disso, a internista Emily Linder, MD, explica que concorda que os OGM contribuem para o aumento da sensibilidade ao glúten na população dos EUA, pois quando ela remove alimentos geneticamente modificados como parte de seu tratamento, os pacientes se recuperam mais rápido e completamente. Até agora, o ativismo está valendo a pena, já que vários lugares em todo o mundo proibiram alimentos com OGM, para que possamos avançar com esse assunto. No entanto, nunca estamos seguros até que os OGM não existam mais, por isso devemos todos continuar lutando.

    Fontes: https://www.getholistichealth.com/
                 https://theheartysoul.com/
                  http://eatlocalgrown.com/
                  https://www.healthyfoodhouse.com/

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco