Lugares Extraordinários

    Fissura de Silfra – Islândia

    fisil1Localizado no Lago Thingvallavatn, no Parque Nacional Þingvellir na Islândia, Silfra é uma fenda que faz parte da fronteira tectônica divergente entre a América do Norte e da Eurásia. A visibilidade atinge entre 150 a 300 metros. O mar está a mais de 50 km de distância e o vale é como um berço natural cercado por montanhas cobertas de neve. Silfra é um fenômeno único no planeta, uma fissura de água doce entre 2 continentes. Há um par de outras fendas de água doce na Islândia, mas Silfra é a mais bonita, interessante e acessível para os mergulhadores. Silfra que oferece uma bela paisagem submarina composta de rochas, areia e algas, possui uma das águas mais claras ...

    e puras do planeta, por isso o local é procurado por mergulhadores de todo o mundo. As águas do Lago Thingvellir passam por baixo das rochas em um trecho de 50 km , quando sobem novamente à superfície. Do ponto de estacionamento até a plataforma de mergulho, são 100 metros caminhada. A parte mais profunda da caverna fica debaixo da estrada.

     Leia também - Mistérios da Chapada Diamantina

    Lago de águas azuis a 2°C é um dos lugares mais frios para mergulhar

    fisil2

    fisil7

    2013 - Um paraíso do mergulho, com águas que mesclam tons intensos de verde e azul, tão claras que a visibilidade excede 100 metros abaixo da superfície. O cenário lembra Caribe, mas se trata de um lugar a milhares de quilômetros dali. Localizada na Islândia, a 45 minutos da capital, Reykjavik, a Lagoa de Silfra é um dos lugares mais frios do mundo para mergulhar. A temperatura da água, de apenas 2°C, não desencoraja os turistas que vão até lá para lá. Nadar ou mergulhar por lá é um pequeno choque para a pele, mas uma experiência incrível para os olhos. A surpreendente claridade, e talvez a vontade de desbravar águas subárticas, transformaram Silfra em um lugar popular para esse esporte normalmente associado com lugares tropicais.

    Outro atrativo é o turista poder contar para os amigos que nadou entre dois continentes. Silfra é uma fissura que fica em Thingvellir, um vale que foi formado à medida que as placas tectônicas continentais da Europa e da América do Norte lentamente se separaram. Para quem pratica snorkel, a atividade em Silfra dura de 30 a 40 minutos. Mais do que isso e a água gelada passa a machucar o rosto. As roupas especiais cobrem tudo, menos a face e as mãos.

    fisil3

    fisil5

    Mas a parte mais fria da jornada é na superfície. Não há ambientes para trocar de roupa, e é preciso ir até um estacionamento onde venta bastante. Outra desvantagem é a escassa vegetação e os poucos peixes que nadam nas águas transparentes. Mergulhadores que apreciam a abundante vida aquática e a palheta de cores dos corais de outros lugares às vezes reclamam dessa lacuna de Silfra.

    Leia também - Hotel Oásis Evason Ma'In

    Banheiro para vikings

    fisil4

    Thingvellir tem também importância histórica para os islandeses. Clãs de vikings escolheram o vale para celebrar suas assembleias anuais a partir do ano 930, formando o primeiro parlamento do mundo. Nessa época, as águas do lugar tinham uma função bem menos atrativa: eram usadas como banheiro pelos vikings. O vale é parte de uma rota quase obrigatória pelo "Círculo Dourado" de maravilhas naturais do país, que inclui ainda a cachoeira de Gullfoss e o campo termal de

     

    Fonte: http://www.vocerealmentesabia.com
    http://g1.globo.com

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco