Tailândia: O Templo de Prata em Chiang Mai

    temprata220/04/2020 - O Templo de Prata em Chiang Mai é uma das principais atrações da segunda maior cidade da Tailândia. Confira um pouco da história e o que encontrar neste local incrível! Construído por volta de 1500, para servir como templo principal de uma vila de ourives, o Wat Sri Suphan também é conhecido como “Templo de Prata” por causa de sua impressionante decoração em prata trabalhada à mão. Ele foi originalmente construído durante a durante a Dinastia Mangrai, quando o 11º rei do Reino de Lanna, Phra Muang Kaew, governou o reino entre 1495 e 1525. O templo está localizado no distrito de Wualai, a vila tradicional de prata de Chiang Mai, ao sul da cidade antiga.

    Desde a construção original, o templo foi reconstruído e reformado nos diferentes períodos históricos e nos tempos modernos. O Sri Suphan é um dos templos mais antigos da cidade e exibe algumas esculturas em prata das lendas do budismo que foram esculpidas por monges artesãos habilidosos e experientes de Chiang Mai. Uma curiosidade é que o processo de cobrir completamente o templo em prata só começou em 2008 e foi finalizado em 2016, tornando o Wat Sri Suphan uma interpretação moderna única e requintada do design tradicional da Lanna.

    temprata1  

    A área ao redor de Wat Sri Suphan tem muitos pequenos estúdios de prata e você pode ver artistas de verdade trabalhando nas dependências do templo. É possível comprar algumas das obras desses artistas. Vale lembrar que para visitar os templos budistas preciso estar vestido de maneira adequada. Isso significa ombros e pernas (pelo menos até o joelho) cobertos. Homens e mulheres vestindo blusas cavadas ou decotadas devem trazer algo para cobrir, como um lenço, se for necessário. Lembre-se também de que é preciso remover os sapatos para visitar algumas áreas

    Leia também - Lago Tahoe

    temprata3

    O Templo de Prata fica dentro de um complexo fechado e é preciso pagar para acessá-lo. Caso você não queira pagar, é possível vê-lo de fora, mas não com a riqueza de detalhes de quem está pertinho. Ao pagar pelo ticket, você ganha uma garrafinha de água mineral pequena para se refrescar e um adesivo para colar na roupa para mostrar que pagou para estar ali. Devido às antigas regras budistas, as mulheres não podem entrar no interior do ubosot (sala de ordenação). Pois é, essa parte é bem frustrante! Você paga para entrar no complexo do templo, mas entrar na principal estrutura é proibido! Há placas antes da escada que leva ao interior do salão de ordenação.

    temprata4

    O ubosot, que o edifício principal do templo, é totalmente coberto por painéis de prata, níquel e alumínio, estampados com vários desenhos. O templo é impressionante e até mesmo as estátuas de Buda são cobertas de prata! O interior do templo é ainda mais interessante com decoração de prata, espelhos e cores brilhantes misturadas. A maior parte do trabalho é realizada em alumínio, sendo a prata reservada para as imagens sagradas e os elementos arquitetônicos mais importantes. No entanto, isso não prejudica em nada o acabamento, pois é incrível e altamente detalhado.

    Observando no detalhe, é possível ver uma grande variedade de decorações nos painéis de prata dos dois lados do templo, com esculturas em prata incrivelmente detalhadas exibindo cenas e momentos-chave da vida de Buda. Há também figuras da vida rural, mitologia, animais do horóscopo chinês, entre outras. Embora não seja prata pura, mas uma liga de alumínio e prata, ela parece bem real e lindamente trabalhada.

    temprata6

    Nas noites de terça, quinta e sábado, o templo realiza um bate-papo com monges (de 17h30 às 19h), no qual os visitantes podem fazer perguntas sobre o budismo para os monges. Em seguida, ocorre uma sessão de meditação até 21h. Essas atividades não tem nenhum custo, mas doações são bem-vindas. Os visitantes também podem conferir a oficina de ourives lá para ver os artesãos e monges trabalhando criando placas de metal. Há um curso (pago) de curta duração para fazer prata, mas exige uma reserva com um dia de antecedência.

    Leia também - Tashirojima, a Ilha dos Gatos

    temprata5

    Veja também a sala de exposições, explicando as obras de prata e as biografias e exemplos de obras de artesãos famosos. À noite, o templo inteiro é iluminado com cores variadas que mudavam a cada poucos minutos, produzindo um cenário belíssimo.

    Fonte: https://www.viajonarios.com.br/

    Translate

    ptenfrdeitrues