Lago Tahoe

    lagota 3O Lago Tahoe (em inglês: Lake Tahoe) é um grande lago de água doce situado nas montanhas da Serra Nevada dos Estados Unidos. Situado a uma altitude de 1897 m, localiza-se na fronteira entre os estados de Califórnia e Nevada, a oeste de Carson City. O lago Tahoe é o maior lago alpino da América do Norte,[1] e sua profundidade é de 501 m, o que faz dele o segundo mais profundo do país (atrás apenas do lago Crater, em Oregon).

    O lago foi formado há cerca de dois milhões de anos e faz parte da Bacia do Lago Tahoe; seu desenho atual foi formado durante a última Era do Gelo. É conhecido pela transparência de suas águas e pelo panorama formado pelas montanhas que o cercam de todos os lados. A área em torno do lago é conhecida como Lake Tahoe ou simplesmente Tahoe.

    O lago é uma das principais atrações turísticas dos estados da Califórnia e Nevada. Nele se encontram inúmeros estações de esqui, atrações turísticas e locais para recreação ao ar livre durante o verão. A neve e o esqui são dois dos principais atrativos para a economia e a reputação local. O lado do lago situado no estado de Nevada também tem grandes cassinos. Diversas rodovias permitem o acesso durante o ano todo, ligando a cidade a Reno, Carson City e Sacramento.

     Leia também - Fort Alexander

    Um dos melhores lugares nos EUA para esquiar

    lagota 1

    Lake Tahoe é um daqueles lugares onde a natureza caprichou de verdade. Um lago de água azul cristalina, lindo e imenso exatamente na divisa da Califórnia com Nevada. Tem mais de 100 quilômetros de circunferência. É cercado por altas montanhas que ficam cobertas de neve no inverno. É um dos destinos mais disputados dos Estados Unidos para esquiar, praticar snowboard, andar de snowshoes ou apenas curtir o astral mágico do lugar.

    Lake Tahoe é dividido basicamente em norte e sul. Cada uma dessas regiões tem características próprias e conta com excelente infraestrutura tanto para os esportes de inverno como náuticos, no verão. Como eu estava vindo de SanFrancisco optei por ficar em South Lake Tahoe pela proximidade e facilidade de acesso, pois no mês de janeiro as estradas costumam estar com muita neve e apesar de serem excelentes, extremamente bem cuidadas, pode haver trechos bloqueados. E havia. Não consegui chegar ao Emerald Lake, que estava na minha wish list e era bem pertinho, mesmo estando com carro 4x4. Aliás, essa é uma condição fundamental para circular pela região. Não deixe de prestar atenção a esse detalhe ao alugar um carro. E dependendo da quantidade de neve, correntes nos pneus podem ser necessárias para sua segurança. Eu não cheguei a usar correntes nem em Yosemite nem em Lake Tahoe, dois lugares com muita neve onde estive durante a viagem, pois o carro era excelente e as estradas que apresentavam algum risco, estavam temporariamente bloqueadas.

    South Lake Tahoe, como o próprio nome já diz, é um simpático vilarejo na parte sul do lago onde fica a estação de Heavenly (no mapa abaixo equivale ao número 1). Foi onde fiquei hospedada e vou contar em detalhes abaixo. Essa é a região mais movimentada e mais turística, em função da dobradinha esqui-cassino. Explico melhor. De uma lado da rua é Califórnia, com hotéis baixos, típicos de montanha e um centrinho cheio de lojas com roupas e equipamentos para esportes de neve, para vender ou alugar. Um lugar acolhedor. Do outro lado da rua é Nevada com hotéis enormes e cassinos. Uma mini Las Vegas, porém menos excêntrica. Como cada estado americano tem suas próprias leis, em Nevada, as apostas estão liberadas. Na Califórnia a jogatina é proibida. Observe a linha verde pontilhada, no mapa abaixo, chamada de Stateline, que marca a divisa dos dois estados.

    Como cassino não é meu forte e não curto hotéis muito grandes como os do lado de Nevada - Harvey’s, Montbleu, Horizon, Harrah’s - optei por ficar na parte californiana, ao lado da gôndola de Heavenly para facilitar a subida da montanha. Foi perfeito!

    De um lado da gôndola fica o Marriott Grand Residence Club e do outro o Marriott Timber Lodge. Esses dois são os melhores hotéis para quem pretende esquiar, pela localização. Basta colocar o pé para fora do hotel e ali está a gôndola. Do outro lado da rua fica o simpático Becket, mas tem que atravessar uma rua movimentada. Ao lado do Marriott quase na esquina de Nevada fica o Lake Tahoe Resort, um hotel super movimentado e um pouco envelhecido. Mais afastado um pouquinho, de frente para o lago, está o hotel mais gracioso de South Lake Tahoe, o The Landing. Ele disponibiliza transporte para os hóspedes até o centrinho que fica a 5 quadras. É pertinho. Mas, com neve e equipamentos para esquiar toda ajuda é bem-vinda. Caminhar pelas ruas feito um astronauta não é nada confortável. Além desses, tem dezenas de outros hotéis. De todos os preços e categorias. Basta escolher o que mais se encaixa no seu perfil.

    Leia também - Cachoeira Baatara George

    lagota 2

    Ainda ao sul de Lake Tahoe tem outras duas estações de esqui. A maior delas é Kirkwood, com 86 pistas e 15 lifts. Já, Sierra at Tahoe é menorzinha e tem 46 pistas e 14 teleféricos. Elas equivalem aos números 2 e 3 do mapa acima. Já, o norte do lago é mais procurado pelos locais. Tem bons resorts, entre eles o luxuoso Ritz Carlton, em Northstar. Essa estação de esqui tem boa estrutura para quem está aprendendo a esquiar, além é claro de ter mais de 100 pistas para todos os níveis servidas por 20 lifts, algumas com iluminação noturna. Fica entre Kings Lake e Truckee (número 12 no mapa acima).

    Também em North Lake Tahoe fica Squaw Valley USA, a estação que sediou os Jogos Olímpicos de Inverno de 1960 e tem excelente infraestrutura com mais de 170 pistas e 29 lifts (número 6 no mapa). Assim como a anterior, ela tem iluminação noturna. Seu atrativo especial é o Starbucks na montanha. Fica entre as cidades de Tahoe City e Truckee. Tem transporte público fácil para quem prefere deixar o carro parado.

    Praticamente ao lado de Squaw Valley fica a estação de esqui Alpine Meadows (número 5 no mapa). Elas são tão próximas que fizeram uma parceria. Com o mesmo passe você pode esquiar tanto em Squaw como em Alpine. Ela tem mais de 100 pistas e 13 teleféricos em dois picos, mas não tem hotéis colados na gôndola.

    No extremo norte, já em direção a Sacramento tem outras cinco estações de esqui. A Donner Ski Ranch é uma das últimas ainda operadas por uma família com 52 pistas e 6 lifts (número 10 no mapa). Tahoe Donner tem máquinas super modernas de fazer neve artificial (número 11 do mapa). Isso garante a prática dos esportes de inverno por mais tempo do que no sul e em melhores condições em suas 15 pistas. Sugar Bowl tem 103 pistas e 13 teleféricos é muito frequentada pelos moradores de Sacramento por ser bem próxima da cidade (número 7 no mapa). Boreal também tem iluminação noturna em algumas das suas 33 pistas (número 9 no mapa). Soda Springs é um lugar bacana para quem tem filhos pequenos para brincar no parque Planet Kids, além disso conta com 15 pistas e 5 teleféricos (número 8 no mapa).

    lagota 4

    Leia também - Lago Karachai

    Entre Emerald Bay e Tahoe City fica Homewood (número 4 no mapa). Não é uma estação de esqui muito grande, tem 64 pistas, mas é conhecida por ter um dos visuais mais incríveis do lago.

    Do lado de Nevada, ao norte do lago, ficam as estações Diamond Peak com 30 pistas lindas com vista para o lago e Mt. Rose com mais de 60 pistas e com a facilidade de ser a mais próxima da cidade do Reno que conta com um aeroporto (números 13 e 14 no mapa).

    Fonte: https://pt.wikipedia.org/
               https://www.viajarpelomundo.com/

    Translate

    ptenfrdeitrues