Temas Inexplicados

    Por quê os ricos estão comprando “ouro físico” e se desfazendo de “papel”?

    ourodim topo13/12/2019 - Os ricos estão comprando “ouro físico” e se desfazendo de “papel”. O Goldman Sachs Group Inc. disse que os investidores devem diversificar suas participações em títulos de longo prazo com ouro, citando “demanda motivada pelo medo” pelo metal precioso. O ouro subiu para uma alta de seis anos em setembro, quando o Federal Reserve cortou os custos de empréstimos e a pilha total de dívidas com rendimento inferior a zero subiu para um recorde de US$ 17 trilhões, aumentando o apelo do ouro sem juros.

    A nota do Goldman Sachs citou as incertezas políticas [que parece se generalizar com o aumento dos protestos públicos em vários países] e os medos da recessão global como catalisadores da mudança em direção ao ouro.

    Os ricos do mundo estão “acumulando” ouro físico, nuvens negras no horizonte dos mercados de capitais aumenta a busca pelo metal precioso. Os ricos do mundo estão se desfazendo de seu dinheiro e estão acumulando ouro – isso de acordo com dados enterrados em uma nota recente da Goldman Sachs para os seus clientes. Na nota publicada no fim de semana , o Goldman recomendou a diversificação de títulos de longo prazo com ouro, citando “demanda motivada pelo medo” [de uma iminente crise] trocando suas posições pelo precioso metal amarelo. Os fundos de hedge e outros ‘grandes especuladores’ aumentaram suas apostas de alta em ouro em 8,9% na semana encerrada em 3 de dezembro, de acordo com dados do governo divulgados na sexta-feira passada. Isso representa o maior ganho desde o final de setembro.

    Leia também - Os Tehuelches – Os Gigantes de Magalhães

    A nota do Goldman Sachs citou as incertezas políticas[que parece se generalizar com o aumento dos protestos públicos em vários países] e os medos da recessão como catalisadores da mudança em direção ao ouro. Também mencionou preocupações com um imposto sobre a riqueza, aumentando o interesse na Teoria Monetária Moderna (essencialmente impressão de dinheiro sem nenhum valor REAL) e a atual política monetária do banco central (FeD) dos EUA. Os dados enterrados na nota também revelaram que possuir ouro físico parece ser o método preferido para “buscar proteção dos eventos de crise” para os ricos.

    "Desde o final de 2016, a construção implícita no investimento em ouro não transparente tem sido muito maior do que a construção em ETFs de ouro visível. ”

    O Goldman Sachs disse que os dados são consistentes com os relatórios de que a demanda por cofres para guardar o ouro físico está aumentando globalmente.

    ourodim1

    Os dados comerciais indicam que o ouro armazenado aumentou muito mais rapidamente do que o refletido pelos instrumentos do mercado financeiro, indicando uma preferência generalizada pelo ouro físico em vez dos ativos [títulos] financeiros vinculados ao ouro … Na nossa opinião, o aumento dos riscos políticos ajudam a explicar isso porque se um indivíduo é tentado a minimizar os riscos de sanções ou impostos sobre sua riqueza, em seguida, ele vai comprar barras físicas de ouro e armazená-las em um cofre, onde é mais difícil para os governos alcançá-las, isso faz sentido.
    “Finalmente, essa construção também pode refletir hedges de indivíduos de alto patrimônio mundial em comparação com cenários de alto risco econômico e político nos quais eles não desejam que nenhuma entidade financeira intermedie suas posições de ouro devido ao risco de crédito da contraparte envolvida”.

    Você não precisa ser super rico para investir em ouro. E as mesmas razões pelas quais os ricos estão acumulando o preciosos metal amarelo se aplicam aos investidores médios. Em um mundo que se afoga nas dívidas no governo, nas dívidas das empresas e dos consumidores e com uma política monetária solta sem fim, além de um cenário político cada vez mais favorável ao socialismo, com múltiplas “revoltas e revoluções” acontecendo por todo o planeta, faz sentido possuir ouro físico e armazená-lo com segurança para que você tenha acesso à sua riqueza com risco mínimo de contraparte em tempos muito difíceis, que parecem estar surgindo no horizonte.

    Aprender a comprar ouro e outros metais preciosos pode parecer uma jornada difícil para alguns. Quanto da poupança deve ser em ouro e prata? Que tipos de ouro comprar (moedas, barras de ouro, outros)? Essas e outras questões relacionadas à compra de metais preciosos físicos são importantes. Mas por que se preocupar com o ouro físico quando existem tantas outras oportunidades de investimento? Porque o ouro é a melhor política de seguro monetário em momento de grande crise nos mercados financeiros. Nenhum outro ativo oferece o mesmo nível de segurança, privacidade e liquidez. O valor do ouro é determinado pelo mercado livre e não depende de governos, bancos ou bolsas de valores.

    Leia também - Assombrações na casa do morro de Cruzeiro do Sul, RS, Brasil

    ourodim2

    Países do mundo todo enfrentam níveis sem precedentes de aumento em sua dívida soberana, e esse saldo será vencido, terá que ser pago um dia. No entanto, governos como os Estados Unidos [cuja dívida pública de cerca de US$ 23 trilhões já é maior do que o PIB anual] estão obcecados com apenas uma solução para seus problemas de dívida: a degradação da moeda, também conhecida como inflação.

     

    Alemanha: ouro depositado nos EUA “sumiu”

     

    Alemanha desiste de plano para repatriar seu ouro dos EUA. O Fed roubou ouro da Alemanha. Recusou a devolução pedida pelo Bundesbank, o Banco Central da Alemanha. Após dois anos de lutas diplomáticas e escândalos financeiros envolvendo o “Fed-Banco Central (Reserva Federal) dos EUA”, a Alemanha desistiu de suas tentativas de repatriar seu ouro depositado nos EUA para casa. A fim de se salvar do escândalo (ou simplesmente roubo), o Bundesbank emitiu uma declaração oficial que destaca a sua “confiança” em seus parceiros, os banqueiros norte americanos de New York…

    … A saga da tentativa de repatriação do ouro alemão começou no rescaldo da crise da dívida europeia, quando uma campanha de base começou a pressionar o governo em Berlim para trazer o ouro para casa depositado em Nova York e Londres. Fed roubou ouro da Alemanha. Recusou a devolução pedida pelo Bundesbank, o Banco Central da Alemanha.

    ourodim2

    Depois de uma campanha de mídia longa e difícil, o Bundesbank superou sua relutância inicial e exigiu uma repatriação completa de todas as barras depositadas no valor aproximado de US$ 141 bilhões pertencentes à reserva nacional de ouro da Alemanha (São 1.536 toneladas métricas de ouro). A reação do Fed foi extremamente grosseira e demonstrando irritação com a questão do “ouro alemão”, que tornou-se um dos problemas mais difíceis nas relações diplomáticas entre EUA e a Alemanha. Cada atraso e todas as desculpas inventadas pelo Fed, a Reserva (Bco Central) Federal dos EUA, fez com que a campanha na Alemanha para a repatriação do ouro ficasse ainda mais forte, levando a uma desconfiança ainda mais profunda entre as partes envolvidas no “negócio”.

    Finalmente, foi dito pelo Fed ao Bundesbank que ele vai ter o seu ouro de volta somente daqui a MAIS três anos (em 2020 apenas), mostrando claramente que o cartel bancário central dos EUA fez algo nefasto com o metal que lhe foi confiado em salvaguarda. Muito provavelmente, o ouro alemão ou foi vendido (portanto roubado da Alemanha) há muito tempo ou foi dado em “garantia hipotecária” durante a negociação dos bancos americanos em derivativos de ouro. De acordo com a Bloomberg, depois de repatriar apenas 5 toneladas de ouro, a Alemanha desistiu de continuar pressionando o Fed.

    A Bloomberg citou Norbert Barthle, o porta-voz do orçamento para o partido democrata cristão de Merkel no parlamento da Alemanha, que disse que “os norte americanos estão cuidando bem de nosso ouro. Objetivamente, não há absolutamente nenhuma razão para desconfiança”.

    Os críticos apontam que há uma série de razões muito objetivas para desconfiança total. Uma dessas razões é que nunca houve uma auditoria alemã ou independente sobre a existência do ouro alemão em Nova York ou Londres. Além disso, o Bundesbank nunca foi capaz de fornecer uma razão para a falta de auditorias, alegando que ele armazena ouro “apenas com os bancos centrais da “mais alta reputação internacional” e, portanto, uma auditoria independente não é necessária.

    A decisão de suspender as tentativas de repatriação suportam as características de uma concessão política para Washington. É muito provável que na longa guerra de Berlim para reaver o seu metal precioso, o país vai se arrepender desta decisão porque suas chances de nunca mais recuperar o controle do seu ouro agora estão muito próximas de zero.

    No entanto, ainda há alguma esperança para a recuperação do ouro alemão. Horas depois de Bloomberg publicar a história sobre a Alemanha finalmente desistir suas tentativas de repatriação do metal, Peter Boehringer, o líder da campanha “repatriar o nosso ouro”, divulgou um comunicado, chamando a publicação da peça da Bloomberg como “um artigo de “não-notícia” com um título errado, com estranhos entrevistados, notícia velha, e com uma abordagem ideológica claramente apologética”.

    Ele também disse que a luta para trazer de volta o ouro alemão que deveria existir depositado no Fed-Bco Central Reserva Federal dos EUA, vai continuar.

    Leia também - Os terríveis episódios em torno da WSB-TV

    {n.t. O QUE OS CHINESES DESCOBRIRAM: Aproximadamente 23 anos atrás (em torno de 1994) – durante a administração Bill Clinton [acho que Robert Rubin, o senhor Alan Greenspan e Lawrence Summers participaram] – entre 1,3 e 1,5 milhões de barras de tungstênio pesando 400 onças-oz foram supostamente produzidas por uma empresa muito hightech, uma refinaria sofisticada dos EUA [foram refinadas mais de 16 milhares de toneladas métricas]. Posteriormente 640 mil destas barras de tungstênio receberam seus chapeamento de ouro e foram enviadas à FORT KNOX como se fossem ouro puro e permanecem lá até hoje.

    Fonte: https://thoth3126.com.br/

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco