Cientistas criaram molécula capaz de armazenar energia solar por 18 anos

    celsolar2Por Ariane Alves, 12/11/2018 - Tecnologia usa carbono, hidrogênio e nitrogênio e pode ser comercializada na próxima década. Cientistas da Universidade de Tecnologia de Chalmers, na Suécia, criaram uma molécula capaz de armazenar energia solar por até 18 anos. O processo envolve captação da luz solar pelo teto de casas e prédios, e a energia gerada é mantida em estado liquido. No estudo, os pesquisadores descrevem o sistema, chamado Armazenamento de Energia Térmica Molecular (MOST, na sigla em inglês).

    Para criar a molécula, a luz solar é captada por um coletor solar térmico localizado no teto de construções, capaz de rastrear o caminho do sol como uma antena parabólica. Com a energia do sol, o sistema gera a molécula, que é feita de carbono, hidrogênio e nitrogênio e posteriormente transformada em um “isômero rico em energia”, capaz de ser armazenado em forma líquida e à temperatura ambiente por até 18 anos. Quando é necessário utilizar a energia, um catalisador é usado para liberar uma grande quantidade de calor. Segundo os pesquisadores, o processo inteiro é livre de emissões de gases poluentes. Embora tenha comprovado que o sistema é viável, a equipe agora deseja que tudo funcione perfeitamente. Eles querem aumentar capacidade de liberação da temperatura para pelo menos 110 °C (atualmente, a molécula é capaz de liberar energia a 64 ºC), com o objetivo de tornar a tecnologia comercial em 10 anos.

     

    Este novo combustível pode armazenar energia do sol durante 18 anos

    celsolar3

    Por Diogo Quiareli, 07/11/2018 - A energia solar está entre as mais poderosas e eficazes. Ainda não há um armazenamento barato e eficiente a longo prazo para esse tipo. No entanto, cientistas na Suécia criaram um fluido especializado. Eles deram o nome de combustível solar térmico e esse pode armazenar a energia do sol por mais de uma década. "Um combustível térmico solar é como uma bateria recarregável, mas em vez de eletricidade, você coloca luz solar e aquece, acionado sob demanda", disse Jeffrey Grossman, engenheiro que trabalha com esses materiais no MIT à NBC News.

    Leia também - Bateria transforma entropia em eletricidade

    Esse fluido é, na verdade, uma molécula líquida que os estudiosos da Chalmers University of Technology, na Suécia, trabalham para melhorar há vários anos. Na composição da molécula há carbono, hidrogênio e nitrogênio. Quando atingida pela luz do sol, faz algo nada comum: as ligações entre os átomos são rearranjadas e passam por uma transformação, tornando-se uma nova versão de si, chamada de isômero. Assim, a energia do sol capturada entre as fortes ligações químicas do isômero, permanece mesmo quando a molécula esfria até a temperatura ambiente.

    Quando precisarem da energia, o fluido é extraído de um catalisador que retorna a molécula à sua forma original. Isso libera a energia em forma de calor. "A energia neste isômero pode agora ser armazenada por até 18 anos", disse Kasper Moth-Poulsen, cientista de nanomateriais da Universidade de Chalmers. "E quando chegamos para extrair a energia e usá-la, conseguimos um aumento de calor que é maior do que ousamos esperar", concluiu.

    Testaram o novo fluido usando um protótipo de sistema de energia. Este foi colocado no telhado de um prédio universitário. Segundo os pesquisadores, os resultados chamaram a atenção de vários investidores. E o dispositivo de energia renovável é livre de emissões e composto de um refletor côncavo com um tubo no centro. Este rastreia o Sol como uma espécie de antena parabólica. Seria esse o novo método de usar esse tipo de energia no futuro? E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

    Fonte: https://exame.abril.com.br
               https://www.fatosdesconhecidos.com.br

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco