Ciência e Tecnologia

    Alunos holandeses criam carro elétrico feito de lixo reciclável

    carele108/10/2020 - Modelo com aparência esportiva foi denominado como Luca; materiais pescados do oceano, garrafas PET e outros resíduos compõem o veículo. Alunos da Universidade de Tecnologia de Eindhoven, na Holanda, inventaram um carro elétrico feito a partir de lixo e com emissões zero. O chamado Luca é composto em grande parte por plástico e levou 18 meses para ser finalizado. Empresas de diversos ramos apoiaram a produção do veículo, que foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira (8).

    Ao todo, 22 alunos estiveram envolvidos no projeto, que foi apresentado pela primeira vez ao mundo em dezembro 2019. O carro pesa apenas 360 quilos, além de suas baterias de 60 quilos.
    Materiais utilizados Vários materiais recicláveis foram utilizados na construção do carro: a parte de fora do veículo é feita de fibras de linho combinadas com vários tipos de plásticos, incluindo resíduos pescados no fundo de oceanos, garrafas PET e ABS reciclado. A mesma dinâmica foi pensada para o chassi do automóvel. Alunos de universidade na Holanda utilizaram apenas materiais recicláveis na criação de um carro elétrico totalmente "limpo". Créditos: Universidade de Tecnologia de Eindhoven/Divulgação O acabamento amarelo também foi feito de material reciclado e não de tinta, como é comum em carros por todo o mundo. O processo também se aplica ao vidro do Luca, inclusive apresentando tonalidade escura natural.

    Interior do automóvel

    Leia também - Exoesqueleto Mecânico para fins Militares

    Referente ao interior do automóvel, os bancos foram feitos de casca de coco e crina de cavalo, embrulhados em PET. Os motores elétricos acionam as rodas traseiras para auxiliar o Luca a atingir velocidade máxima de 90 km/h e um alcance de 220 quilômetros. Sobre isso, a universidade observa que essa eficiência se traduz em cerca de 180 quilômetros por litro de gasolina.

    “Com este carro, queremos mostrar que o lixo é um material valioso, mesmo em aplicações complexas como um veículo”, afirmou o membro da equipe, Matthijs Van Wijk.

    Sobre os próximos passos para o Luca, a equipe já deixou claro que será necessário atender aos requisitos de segurança e confiabilidade ao longo do tempo. Para isso, os alunos pretendem submeter o carro a eventuais inspeções, visando sua permissão em vias públicas. O grupo também espera que a experiência notável encoraje grandes montadoras a iniciarem um processo real de sustentabilidade, reciclando em seus futuros modelos, sejam eles elétricos ou não.

    Fonte: The Next Web

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco