Entenda porque esse monge foi coberto de ouro na China

    monou1Por Jesus Galvão, 28/09/2018 - Fu Hou foi um monge altamente reverenciado e respeitado por seus feitos enquanto ainda era vivo. Fu Hou viveu a maior parte de sua vida no Templo de Chongfu, na cidade de Quanzhou, no sudeste da China. O monge morreu aos 94 anos, em 2012. Entretanto, antes de sua morte, Fu Hou teria solicitado que seu corpo fosse preservado. Fu Hou se dedicou ao budismo desde os 13 anos de idade. Ele nasceu em Jinjiang, na província de Fujian, em 1919. Seus amigos e pessoas próximas afirmavam que ele era um homem calmo, repleto de compaixão e muito quieto. Além de ser um monge muito dedicado a sua religião e ao compromisso que ele firmou com o bem.

    A honraria

    monou2

    Fu Hou, que apresentava muito poucos traços de deterioração, além do óbvio ressecamento de sua pele, foi então devidamente limpo com álcool e coberto por camadas de gaze , laca (uma espécie de resina) e, posteriormente, pintado com camadas de folhas de ouro. Apenas os monges mais respeitados podem receber tamanha honraria.

    Leia também - Pirâmide de Gizé: Pesquisadores descobriram mecanismo de defesa no interior do monumento

    monou3

    Segundo uma crença local, somente monges de almas mais puras, de coração virtuoso e que tenham sido verdadeiro exemplo em vida, poderiam preservar seu corpo intacto após serem mumificado, assim como aconteceu com Fu Hou.

    monou4

    monou5

    Leia também - Einsatzgruppen

    O corpo, agora banhado a ouro, do monge será posicionado no salão ancestral dos santuários na câmara interna de Dongdan e será protegido por uma caixa de vidro com proteção antifurto. Dessa forma, ele poderá receber a visita das pessoas.

     

     

    Fonte: https://www.fatosdesconhecidos.com.br

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco