Verdades Incovenientes

URNA ELETRÔNICA: Mito, Cavalo de Troia e uma FRAUDE em si mesma !!!!

urele3"Minha visão sobre a urna eletrônica é de que ela é um mito. É um mito porque esta suposta alta tecnologia que ela tem na verdade não existe. Tecnologia é a capacidade de algum mecanismo, instrumento ou ferramenta de lhe entregar um resultado pretendido, um serviço, um efeito. Então, terá alta tecnologia aquele que for capaz de lhe entregar o resultado que você pretende. Em se tratando de processo eleitoral, as fases do processo eleitoral são bastante distintas e o segredo do voto, do exercício do voto, ele existe para garantir ao cidadão a liberdade de escolha. Perfeito, deve ser secreto. O sujeito deve votar, reservadamente, privativamente de modo que ninguém saiba qual voto ele deu.

Leia mais...

O curioso tratamento da Justiça brasileira para filhos de pessoas importantes

jus pobrico11/08/2017, por Marie Declercq - Os casos envolvendo Sérgio Orlandini Sirotsky, Breno Borges e Thor Batista esclarecem a questão. No dia último domingo (6) quatro pessoas tiveram de ser encaminhadas ao hospital após serem atropeladas na rodovia SC-402 em Florianópolis, próxima de Jurerê Internacional. A Polícia Civil informou que dois motoristas foram responsáveis pelos atropelamentos. Ambos fugiram do local. Um foi preso embriagado e disse ter fugido "por medo" e o outro jovem ainda não se apresentou na delegacia. Esse jovem se chama Sérgio Orlandini Sirotsky, um dos herdeiros da RBS Comunicações.

Leia mais...

O Foro de São Paulo continua dando as cartas

fors1Graça Salgueiro, 03/11/2017 - Enquanto no Brasil as atenções estão voltadas para os escândalos de corrupção e quanto Temer teve que desembolsar do erário público para comprar consciências e votos de parlamentares, o Foro de São Paulo (FSP) segue seu curso impávido, interferindo nas decisões políticas da Venezuela e Colômbia, ao mesmo tempo em que se queixa da “intervenção” do “império” e países a este aliados. E nada se diz na imprensa nacional.

Leia mais...

Promessas e nada mais

promes2Sem mecanismos que permitam aos eleitores cobrar as promessas de campanha, os candidatos continuarão a defender propostas absurdas que não irão cumprir. Qual nuvens de gafanhotos, eles aparecem a cada biênio, invadindo nossas casas, praças, ruas e avenidas; muitas vezes, sem que haja tempo de acionarmos o controle remoto, entram até nos espaços dos comerciais, nos poucos programas bons de uma grade televisiva em que a qualidade não é o ponto forte. São os semeadores de promessas, à cata de um eleitorado que, forjado no fogo do desencanto e da falta de discernimento e compelido a votar, como gado ao som do berrante, parece cada vez mais indiferente. Há dois anos, foi a nuvem de promessas federais e estaduais; agora, é a das municipais…

Leia mais...

Translate

Portuguese English French German Italian Russian Spanish

Curta nossa página

Mundo

Publicidade