tetrag8aPara que compreendamos o que significa o Tetragrammaton é necessário, antes de tudo, definir acrônimo. A palavra acrônimo tem origem no grego (akron = extremidade + onymo = nome) e significa o conjunto de letras, pronunciado como uma palavra, formado a partir das letras iniciais (ou de sílabas) de palavras sucessivas que constituem uma denominação. Por exemplo, a sigla NASA (National Aeronautics and Space Administration) é um acrônimo. Dessa forma, a palavra Tetragrama tem origem no grego (tetra = quatro + gramma = letra) e significa a expressão escrita, constituída de quatro letras ou sinais gráficos, destinada a representar uma palavra, acrônimo, abreviatura, ...

    simk1É um símbolo pleidiano muito poderoso de limpeza e proteção contra clones psíquicos e astrais, demandas e magia negra, etc. Anjo Ramael, Arcanjo Miguel. Proteção de lares, clínicas, local de trabalho, inveja, falsos amigos. Amplia poder do OM SHO (vai ao umbral e combate energias mais densas). Implantar no cardíaco e pedir às hierarquias para trabalhar a situação da pessoa (sua casa, “x” encarnações, liberar carma familiar, remover miasmas, mandingas, magias, obsessores, situações desarmônicas).

    corgon topoHá, pelo menos, 4.000 anos que o ser humano conhece esta energia: a energia orgônica ou vital. Os hindus a chamam de “prana” e dizem que esta energia, além de estar no ar e nos alimentos, ela se acumula e circula em nosso corpo. Os chineses descobriram-na condensadas em centenas de pequeninos pontos espalhados pelo corpo – os pontos de acupuntura – e deram-lhe o nome de “chi”.  Os Kahunas, magos da Polinésia, denominaram-na de “maná” ao desenvolver suas práticas na natureza. Na Grécia Antiga, Pitágoras a chamava de “Pneuma” e mais tarde, Hahneman a chamaria de “força vital”. 

    fonmag1Fonte Magna, também conhecida como Fonte de Vidro. Sem dúvidas este é um dos artefatos mais controversos. É uma grande bacia de pedra, semelhante a um recipiente para fazer batismos ou cerimônias. A Fonte Magna foi encontrada em 1900 por um morador próximo ao Lago Titicaca na aldeia de Chua, na Bolívia, mas as inscrições que existem no artefato são o que mais chamam a atenção. Enquanto sua parte externa apresenta inscrições zoomórficas, próprias da cultura original boliviana, a parte interior apresenta inscrições em um alfabeto muito antigo, com características da cultura proto-suméria, originária da Mesopotâmia, distante milhares de quilômetros.

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco