A Guerra Mais Rápida do Mundo

    guerra-mais-rapida-1Ocorreu em 27 de agosto de 1896 a Guerra Anglo-Zanzibari, que foi um conflito entre o Reino Unido e Zanzibari, conjunto de duas ilhas localizadas na parte leste do continente africano, próximo a costa da Tanzânia. O início da batalha aconteceu devido sucessão do governo pelo Sultão Khalid bin Barghash após a morte do outro sultão, Hamad bin Thuwaini, que tinha a aceitação dos britânicos. Barghash assumiu o controle da ilha sem o consentimento, previsto em um acordo feito pelo governo passado, do cônsul do Reino Unido. Então, tal ato foi considerado uma afronta pelos britânicos, que enviaram um ultimato ...

    ao sultão. Após vencer o prazo determinado, que era às 9h, a Cidade de Pedra foi invadida pelas tropas do país europeu. Eles demoraram aproximadamente 40 minutos para tomar o palácio e destituir o sultão Barghash. Nesse conflito, o Reino Unido mobilizou cerca de 900 soldados zanzibaris e 150 fuzileiros navais. Além da tropa terrestre, também tinham três cruzadores e dois navios de guerra. Pelo lado de Zanzibar, havia quase três mil soldados, sendo a maioria civis armados. Após o fim do conflito, foram contabilizados, pelo lado britânico, apenas um soldado ferido. Já da tropa do país africano, foram aproximadamente 500 mortos.

    Leia também - As Bruxas de Salém

    Duração

    No total, após a invasão britânica até a tomada do poder, passaram, aproximadamente, 40 minutos. Na história, essa é a guerra mais rápida do mundo. Apesar de haver diferentes registros acerca do início da batalha, pois uns acreditam que ela começou com a troca de tiros e outros com a permissão de abrir fogo, historiadores creditam 9h40 como o horário de término da guerra, pois foi nesse momento que a bandeira do sultão foi retirada do palácio.

    Resultado

    Além dos 500 zanzibaris mortos, a cidade sofre com uma grave onda de saques e de violência. Para tentar evitar esses atos e restaurar a ordem, o governo do Reino Unido enviou 150 tropas para patrulhar as ruas da Cidade de Pedra. Marinheiros também ajudaram a apagar o fogo deixado pela guerra, principalmente no Palácio. O sultão Barghash e alguns generais de sua tropa se refugiaram na embaixada da Alemanha para não serem presos e permaneceram lá até serem enviados a outro país africano. Apoiado pelos britânicos, o sultão Hamud bin Muhammed assumiu o governo e exerceu uma política de acordo com as vontade do Reino Unido, quase como uma colônia. Foram mais de 65 anos sobre influência direta dos britânicos da ilha.

    Leia também - Touradas...torcendo pelo touro, SEMPRE !!!

    Hoje

    Zanzibar tornou-se independente em 1963. O país passou por uma revolução em 1964, destituindo o sultão e se unindo a Tanganhica para formar a Tanzânia. Contudo, os zanzibaris ainda têm o direito de eleger o seu próprio presidente, que tem as mesmas funções de um chefe de estado. O atual presidente é Amani Abeid Karume.

    Fonte: www.bicodocorvo.com.br

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco