A Morte dos Homens

    morhom1Psicólogo Philip Zimbardo pergunta, “Por que os meninos estão tendo dificuldades?” Ele compartilha algumas estatísticas (baixos níveis de graduação, maiores preocupações com intimidade e relações) e sugere alguns dos motivos. "Então hoje eu gostaria que refletíssemos sobre a morte dos homens. Os jovens estão fracassando academicamente, eles estão fracassando socialmente com as meninas e sexualmente com as mulheres. Fora disso, não há muito problema. Então quais são os dados?

    Os dados de evasão escolar são impressionantes. Meninos tem 30% mais chances do que as meninas de abandonar a escola. No Canadá, para cada 3 meninas, 5 meninos abandoanm a escola. As meninas superam os meninos em todos os níveis, desde a escola primária até a univesidade. Há um diferencial de 10% entre a obtenção de diplomas de bacharel e todos os cursos de universidade, com os rapazes ficando para trás das jovens.Dois terços dos estudantes em programs de educação especial são de meninos. E como você sabe, meninos tem 5 vezes mais chances do que meninas de serem rotulados como tendo transtorno do déficit de atenção - e por isso nós os drogamos com Ritalina.

    Qual a evidência do fracasso? Primeiro, há um novo medo de intimidade. Intimidade significa conexão física e emocional com outra pessoa e especialmente com alguém do sexo oposto, que dá sinais ambíguos, contraditórios, fuorescentes. E todos os anos são feitas pesquisas em auto-relatos de timidez entre estudantes universidários. E vemos um aumento constante entre os homens. E este é de dois tipos. É uma inabilidade social. A velha timidez era um medo de rejeição. É uma inabilidade social como se fossemos um estranho em terra estrangeira. Eles não sabem o que dizer, não sabem o que fazer, principalmente com a pessoa do sexo oposto.

    Leia também - Exército de terracota

    Eles não conhecem a linguagem de contato face a face, as normas da comunicação não verbal e verbal que nos permitem falar confortavelmente com uma outra pessoa, escutar uma outra pessoa. Tem algo que estou desenvolvendo aqui chamado síndrome de intensidade social, que tenta explicar porque rapazes realmente preferem uma ligação masculina ao relacionamento feminino. O que acontece é que desde a infância, meninos, e depois homens, preferem a companhia dos homens, companhia física. E observamos que há de fato uma excitação cortical, porque homens ficam com homens em times, clubes, gangues, repúblicas de estudantes, principalmente no exército, e depois em bares. E isso atinge o ponto máximo no domingo de decisão do Super Bowl, quando os jovens preferem ficar num bar desconhecidos, assistindo a um Aaron Rodgers (jogador de futebol americano) de uniforme completo, em vez de Jennifer Lopes completamente nua no quarto.

    O problema é que eles agora preferem o mundo da interne assíncrono à interação expontânea em relações sociais. Quais são as causas? Bem, é uma consequência não intencional. Penso que é o uso exagerado da internet em geral, vídeogame em demasia, demasiado acesso a pornografia. Vício em droga, você simplesmente quer mais. Vício em excitação, você quer diferente. Drogas, você quer mais do mesmo - diferente. Então você precisa da novidade para manter a atenção. e o problema é que a indústria esta fornecendo isto. Jane Macgonigal nos disse no ano passado que quando um rapaz atinge 21 anos, ele ja jogou 10 mil horas de videogames, na maior parte do tempo isolado. Você deve lembrar quando Cindy Gallop disse que os homens não sabem a diferença entre fazer amor e fazer pornografia.

    O rapaz comum agora assiste 50 clipes de vídeos pornográficos por semana. E tem algum cara assistindo 100, claro. E a industria pornográfica é a indústria que cresce ais rápido nos EUA, 15 bilhóes anualmente. Para cada 400 filmes feitos em Hollywood, tem 11 mil vídeos pornográficos feitos agora. Portanto o efeito, muito rapidamente, é um novo tipo de estímulo. O cérebro dos meninos estão sendo religados digitalmente de forma totalmente nova para mudança, novidade, estímulo e constante excitação. Isto significa que estão completamente fora de sincronia nas salas de aulas tradicionais, que são analógicas, estáticas e intereativamente passivas. Eles também estão totalmente fora de sincronia com as relações românticas, que desenvolvem gradualmente e de forma sutil.

    Então qual é a solução? Isto não é meu trabalho. Estou aqui para alarmar. O seu papel é o de solucionar. Mas quem deveria importar-se? As únicas pessoas que deveriam se importar são os pais dos meninos e meninas, os educadores, os criadores de jogos, os cineastas e as mulheres que gostariam de um homem de verdade com quem elas possam conversar, dançar, possam fazer amor lentamente e contribuir para as pressões evolucionárias para manter nossa espécie acima das lesmas da banana. Sem ofender os donos das lesmas da banana, obrigado."

    Fonte: https://www.ted.com

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco