6 ilusões que governam o mundo

    ilu topoPor: Jéssica Chiareli - Algumas distorções de percepção podem ser feitas sem que as pessoas sequer percebam. A nível mundial não é diferente. Às vezes estamos sujeitos a algumas ilusões que sequer percebemos. Acreditamos que para sermos mais felizes precisamos comprar o celular da moda ou que as leis são iguais para todos. Mas talvez as coisas não sejam exatamente como costumamos acreditar. Veja algumas ilusões bastante comuns nos dias de hoje:

     

     

    1. A ilusão da lei

    ilus1

    Seguir a lei é considerada uma obrigação moral a que todos estão sujeitos. No entanto, muitas vezes, a balança da justiça se inclina em favor de quem oferece um pouco de dinheiro. Existem poucos países em que a população pode dizer que a lei representa realmente a justiça, ou em que as normas são seguidas ao pé da letra. Parece que a velha história de que a justiça não vê a quem é aplicada não é tão verdadeira assim. O que faz a ilusão da lei, uma das maiores dos dias atuais.

    2. A ilusão da prosperidade e felicidade

    ilus2

    O sistema financeiro está construído de maneira que a infinita riqueza de alguns se mantenha através do endividamento da maioria: enquanto existam coisas novas e brilhantes para comprar a prosperidade será possível e a felicidade também. O consumo acaba intimamente ligado a estes dois sentimentos. Só podemos ser prósperos se formos felizes e para sermos felizes é necessário a prosperidade, e para isso, claro, existe o consumo. O que acaba se tornando outra grande ilusão.

    3. A ilusão da livre escolha

    ilus3

    Hoje em dia a liberdade está dividida em opções de consumo. Somos livres para escolher a operadora do celular, o restaurante onde comer, o limite do cartão de crédito. Mas, com isso, acabamos escravos do sistema na medida em que devemos continuar pagando, cada vez mais caro por tudo. As opções existem, mas a necessidade que nos leva a escolhe-las são criadas. Na política acontece o mesmo: a democracia partidária, sequestrada por interesses econômicos, se divide artificialmente em “partes” que aparentemente se opõem, mas que na prática protegem as mordomias uma da outra. Cada partido, indiferente da bandeira que levanta, representa um pensamento político arcaico e corrupto para permanecer no poder.

    4. A ilusão da verdade

    ilus4

    Estamos acostumados a acreditar que os meios de comunicação são os detentores da “verdade”, pois apresentam opiniões de especialistas e analisam todas as questões em “profundidade”. Se a TV declara que algo é verdade, então aquilo será. Outra ilusão do sistema é a superabundância de certezas, números, análises e relatórios que nos fazem achar que compreendemos as coisas, que na verdade são muito mais complexas do que costuma ser mostrado. Outra tática, é a enxurrada de informações sobre a vida das celebridades ou a exibição de reality shows, que nada mais são do que uma maneira encontrada para que menos pessoas possíveis prestem atenção nos problemas, e não busquem soluções.

    5. A ilusão do tempo

    ilus5

    Já ouviu aquela expressão: “Tempo é dinheiro”. O tempo pode ser muitas coisas e o dinheiro pode não estar entre elas. O ex-presidente do Uruguai José Mujica, por exemplo, costuma dizer que não compramos as coisas que precisamos com dinheiro, mas com o tempo de nossas vidas que passamos ganhando esse dinheiro.

    6. O Apartheid social

    ilus6

    A palavra africana para separação ou segregação é “apartheid”, e seu significado é universal. A ilusão do apartheid social é um dos triunfos mais sofisticados do sistema, pois eles nos faz acreditar que somos concorrentes dos nossos semelhantes e inclusive da natureza, transformando a vida numa contínua batalha. É uma estratégia militar bastante eficiente: “divida e vencerá”.


    Fonte: http://www.fatosdesconhecidos.com.br/

    Translate

    ptenfrdeitrues