A importância do Profissional de Cyber Segurança

    cyberseguranca110/12/2010 - A vasta rede pode abrigar as principais ameaças à segurança de computadores pessoais, redes LAN e WAN e redes sem fio. Os especialistas em computação em rede treinados e especialistas em cyber segurança são necessários para proteger redes e sistemas para o armazenamento de dados eficiente e com condições de plena recuperação. Tão importante quanto isso, eles são necessários para garantir a privacidade e a integridade das identidades pessoais e corporativas. Estes profissionais podem encontrar trabalho em empresas privadas, em consultoria, ou no âmbito dos governos estaduais e federais. A maioria dos profissionais possuem pelo menos um diploma de bacharel antes de trabalhar na área de segurança cibernética.

    As Ameaças

    Os hackers significam uma ameaça especial à segurança das redes de computador. As tecnologias e os especialistas em redes usam suas informações privilegiadas para conceder-lhes acesso a redes de computadores, sem permissão. Nosso ambiente de computação moderno é aberto e os indivíduos com sistemas de conhecimento de software? Estas pessoas podem facilmente fazer chegar as suas mãos as informações de maneira muito sensível.

    Essa informação deve ser mantida privada de dano grave e isso pode acontecer se essa informação cair nas mãos de hackers. Um dos maiores riscos para os utilizadores de computadores corporativos e computadores pessoais que estão trabalhando em redes é o roubo de identidade. Um cyber-ladrão pode usar um endereço pessoal ou da empresa, as informações financeiras e de cartão de crédito, ou mesmo um número de seguro social para roubar dinheiro das contas de uma pessoa física ou jurídica. Os profissionais de cyber segurança são especialistas em projetar sistemas seguros e redes de informação codificadas são necessárias para ganhar a luta contra o roubo de identidade.

    As Pragas

    Os spywares e vírus representam outra ameaça à integridade e segurança dos dados. O spyware é instalado em um computador sem que o usuário saiba, e pode recolher dados pessoais ou interferir com as aplicações de computador. Os vírus são programas de computador que se reproduzem para infectar as máquinas, muitas vezes danificando arquivos ou discos rígidos neste processo.

    Existem agora vários tipos de anti-vírus e software anti-spyware que podem ser instalados em um computador pessoal ou em computadores de empresas em rede com baixo ou nenhum custo. Os profissionais de segurança em TI preparam as equipes que podem ser treinadas na utilização deste software. Alguns profissionais podem prestar serviços de consultoria em segurança para empresas e indivíduos.

    Os profissionais de segurança especializados também saber como instalar e manter firewalls. Estes são dispositivos de segurança que monitoram a atividade entre as redes. Normalmente, há redes com diferentes níveis de segurança e acesso. Os firewalls podem restringir as permissões para diversas atividades na Internet ou sites. O nível de segurança dos firewalls em redes além de fornecer grande negócio em matéria de seguramça, pode ser alterado ou modificado por administradores de segurança.


    O Mal das Redes Sociais: SEGURANÇA !!!

    cyberseguranca1


    Por Thiago Rezende (30/11/2010) - Problemas de segurança, invasões, roubo de senhas e perfis, mensagens com vírus e páginas falsas não são nenhuma novidade para quem acessa o mundo das redes sociais. Esse tipo de site, que se tornou o centro das atividades na internet da maioria das pessoas em todo o mundo, é o alvo mais comum — para não dizer mais o mais vulnerável — aos ataques de hackers.A mais nova mania desse meio, os aplicativos, se tornou também a mais nova tormenta dos administradores de sites de relacionamentos. A terceirização criada ao adicionar material de terceiros ao site se tornou um verdadeiro “pé de feijão”: levou as redes sociais à galinha dos ovos de ouro, mas trouxe o gigante malvado direto para a sua porta também.


    A Mania


    Primeiro veio a febre das redes sociais, e agora a febre das extensões das redes sociais. Os Apps — pequenos aplicativos escritos por desenvolvedores autônomos, ou empresas especializadas, que complementam a experiência dos usuários no site — se tornaram uma febre entre os perfis de todo o mundo. Os Apps são encontrados em todos os tipos imagináveis. Desde aplicativos de contagem de torcedores de um time de futebol específico — com direito a carteirinha de torcedor no seu perfil e até mesmo o hino do clube — até jogos mais elaborados. Um grande exemplo de App bastante conhecido dos brasileiros é o Colheita Feliz. O jogo que já tem milhares de seguidores fieis possui equivalentes no Facebook e em outras redes sociais. Há ainda versões de games famosos como Guitar Hero e até Super Mario.


    O Problema


    O problema com os aplicativos de terceiros incluídos nos perfis de redes sociais é a exposição a que os dados dos donos de perfis podem ser submetidos. Mesmo com as verificações de segurança rigorosas feitas pelos times dos sites de relacionamentos, aplicativos maliciosos podem dar bastante dor de cabeça para usuários desavisados.

    Mesmo em aplicativos com origem confiável o risco não é inexistente. Sempre há a possibilidade de um ataque nos servidores da empresa responsável pela programação do aplicativo ou a descoberta de vulnerabilidades no próprio código da aplicação.

    Falhas nas APIs usadas pelos times de desenvolvimento das redes sociais para a comunicação de aplicativos de terceiros com seu sistema também são uma fonte constante de dores de cabeça.


    O Campeão de Falhas


    O Twitter, o serviço de microblog mais usado em todo o mundo, lidera o ranking das falhas de segurança. O serviço, que não deve ser confundido com uma rede social, possui uma extensa lista de vulnerabilidades descobertas e exploradas por hackers nos últimos meses.

    O microblog faz uso de APIs principalmente na conexão de aplicativos locais — em computadores ou smartphones — ou em sites para a interação do usuário de diferentes formas. Outros serviços com alto nível de vulnerabilidades descobertas no decorrer do ano de 2010 foram o Orkut e o Facebook.

     
    Fonte: http://www.culturamix.com/

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco