Curiosidades

    bichosestimaO animal é o centro das atenções e vive rodeado de mimos. De repente, sua rotina muda porque a família se prepara para a chegada de um bebê.  Um novo quarto, novas atividades e novos horários. Essa é uma situação comum em que o cão e o gato podem ficar com ciúme, depressivos e até pararem de comer. Para os bichos, é difícil dividir a atenção dos donos. O veterinário Daniel Giberne, diretor da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais, explica que, nessas situações, as pessoas devem manter as atividades normais, como brincar ou passear. "Além disso, a restrição absoluta do animal ao quarto do bebê ou ao ambiente em que ele esteja é um erro. Ele precisa aprender a conviver com a novidade. É necessário fazer uma restrição seletiva, mas não impedir o acesso.

    passarinhoCriminoso escondeu ave na peça íntima durante fuga em Itapira. Dono de animal comprou periquito para substituir mascote. Sufocado. Foi assim que morreu, um passarinho que tinha sido furtado de uma casa em Itapira, cidade a 164 km de São Paulo. Escondido dentro da cueca do ladrão, o produto do crime não resistiu à falta de ar puro e ao excesso de calor do “cativeiro”.  Segundo o dono da ave, o aposentado Nilton Rocha, de 62 anos, o furto aconteceu por volta das 14h15. No horário, a neta do aposentado entrou correndo na sala, interrompendo o almoço da família. “Levaram o Pixarro”, dizia a menina, que viu o momento em que um rapaz de 20 anos entrou no quintal da casa, pegou a gaiola com o pássaro e fugiu.  “Meu filho e eu fomos atrás e vimos o rapaz subindo no telhado”, disse Rocha. Em seguida, ligou para a polícia. Policiais militares encontraram o criminoso perto da casa do aposentado. Suas mãos, porém, estavam vazias.

    dogtorSkeeter, cão-guia de 6 anos, freqüentou aulas com aluna tetraplégica. Por comportamento em sala, animal ganhou título de 'dog-tor' em direito. Aos 6 anos, o labrador Skeeter é bacharel em direito. No início de novembro, ele recebeu o diploma honorário da Universidade de Baylor, no estado americano do Texas, após acompanhar durante dois anos e meio todas as aulas exigidas para se graduar.  Skeeter frequentou as aulas como cão-guia da estudante Amy Jones, que sofreu um acidente em 2002 e ficou tetraplégica. la convive com o animal desde 2004. "Ele me ajuda a pegar objetos, já que tenho dificuldades para manipular canetas, por exemplo", conta Amy. O diploma da escola de direito da Baylor dá ao cão o título de "dog'tor", um trocadilho entre os termos "doctor" (doutor, em inglês) e "dog" (cão). Skeeter, segundo seus colegas de curso, era um participante ativo das aulas.

    aurora12A aurora polar é um fenômeno óptico composto de um brilho observado nos céus noturnos em regiões próximas a zonas polares, em decorrência do impacto de partículas de vento solar no campo magnético terrestre. Em latitudes do hemisfério norte é conhecida como aurora boreal, nome batizadopor Galileu Galilei, em referência à deusa romana do amanhecer Aurora e ao seu filho Bóreas, representante dos ventos nortes. Ocorre normalmente nas épocas de setembro a outubro e de março a abril. Em latitudes do hemisfério sul é conhecida como aurora austral, nome batizado por James Cook, uma referência direta ao fato de estar ao Sul. O fenômeno não é exclusivo somente à Terra, sendo também observável em outros planetas do ...

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco