chicaste1O Castelo de Chillon (em francês: Château de Chillon) é um dos castelos da Suíça mais conhecidos em todo o mundo, além de ser o monumento suíço mais visitado e um dos mais bem preservados da Europa, estando classificado como monumento histórico. Situa-se numa das margens do Lago Léman, em Veytaux, a três quilómetros de Montreux. De forma oblonga, mede 110 metros de comprimento por 50 de largura, culminando com uma torre de menagem de 25 metros de altura. Foi construído sobre um rochedo, um ponto de protecção natural e estratégico para controlar a passagem entre o sul e o norte da Europa.

    arquesi1Mohenjo-daro, é um sítio arqueológico situado na província do Sind, no Paquistão. Construído por volta do século XXVI a.C., foi um dos maiores centros populacionais da antiga Civilização do Vale do Indo, e um dos primeiros grandes povoados urbanos do mundo, contemporâneo às civilizações do Antigo Egito, Mesopotâmia e Creta. Mohenjo-daro foi abandonada no século XIX a.C., e só foi redescoberta em 1922. Escavações importantes têm sido conduzidas no sítio da cidade, que foi declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1980. Atualmente, no entanto, o sítio tem sofrido com ameaças de erosão e restaurações indevidas. 

    oaside1O deserto de Gobi, na região de Dunhuang, na China, tem se tornado fenômeno de atração turística, e por quê? Nele se encontra um belo oásis, uma espécie de joia no deserto. Para quem ainda tem dúvidas da importância da conservação do meio ambiente, este lago, conhecido como Crescent Lake, tem diminuído desde a década de 70 e tem agora menos três vezes o tamanho original. Patrimônio Mundial da Humanidade, o lago Yueyaquan (em chinês), está de frente para um pavilhão tradicional chinês, o Mingshan Shan, e fica em uma região ameaçada pelo aumento da população e por outras demandas do mundo moderno. O Lago Crescente é um oásis do deserto de Gobi, na China, situado à beira de uma antiga cidade que fazia parte da Rota da Seda para o Ocidente. Existente há milhares de anos, o lago está secando e perdeu 25 metros de profundidade nos últimos 30 anos. Esta perda se deve em parte devido ao aumento da população da área,...

    cemiba1Em determinadas áreas do Vietnã, as baleias são reverenciadas como uma entidade divina, que eles chamam de “Ca Ong“, “O Senhor Baleia“, e para muitos pescadores, é como um deus, e assim sendo, eles fazem muitas orações e oferendas, por considerarem as baleias, os seus anjos protetores. As baleias que são encontradas mortas nas praias ou mesmo boiando no mar, eles fazem um funeral, com direito a velório, caixão improvisado e todos os ritos funerários, como se fosse um humano e a pessoa que a encontrou, é responsável pelo seu funeral e fica de luto por três anos.

    Translate

    ptenfrdeitrues