Vivendo de Luz - Parte 2

    luz2É verdade que existem pessoas que vivem ha mais de 200 anos? Com certeza... Não fomos desenhados para nascer, crescer, envelhecer e morrer como acontece no reino animal e vegetal... Fomos criados para eternamente ser, assim como a luz, a água e o ar.  Sabemos que só existe uma forma de provar que o que estamos afirmando é verdade... Ajudando a despertar a consciência divina de cada um... Sem lideranças. Sem religiões. Sem grupos políticos e sociais, sem egos, sem medos... Sozinhos podemos fazer muito... um por um Tenho 40 anos, uma filha de 21 e estou estudando para quebrar essa regra social de ter que envelhecer, adoecer e morrer... Só existe uma forma de provar que o ser humano não morre se parar de comer... já provei isso para mim mesma. Só existe um jeito de provar que a imortalidade é possível. Estamos indo nesta direção agora

    Como uma pessoa que quebra as rotinas sociais alimentares consegue conviver em seu meio de amigos?
    No início é estranho porque a sociedade se viciou em fazer eventos em torno da comida... São almoços de negócios, jantares sociais, lanches com amigos e festas com petiscos o tempo todo. Tudo gira em torno do ato de comer primeiro e então conversar, negociar e se divertir depois.

    Quando quebramos esse ato as pessoas levam um susto e fazem de tudo para te convencer que você é lunático. Colocam todos os problemas que a decisão de não comer pode causar, e usam argumentos da necessidade as vitaminas, proteínas e carbo hidratos para provar que esses são fundamentais na vida de um ser humano... Apontam a maioria como sendo correta e por ai vão... O que a pessoa que quebrou o vicio alimentar deve fazer neste caso é explicar primeiro não comentar nada a respeito da não alimentação, mas se o assunto vier a tona, então o melhor é explicar com paciência e calma todo o processo e provar conscientemente que a sociedade é quem esta errada em colocar a comida como fator primordial para a vida humana. Ao expor as razões claramente, o silêncio será a melhor atitude.

    Qual é o objetivo espiritual dessa experiência não alimentar?

    A purificação e a desintoxicação do corpo permite que o físico alcance uma vibração energética muito mais fluida, deixando com isso o espirito livre para se movimentar com muito mais facilidade para dentro e para fora do corpo. A não alimentação provoca um poder espiritual mais ativo e isso permite que a pessoa possa viver novas e diferentes realidades pessoais. O ser purificado trabalha no campo invisível com consciência, realiza viagens astrais, desperta a intuição, abre sem medo o coração e aceita totalmente o mundo espiritual como verdade. Passa a ter consciência. As experiências no campo invisível que um ser que desintoxica o corpo vive, passam a ser constantes, são experiências poderosas e de trazem grande ajuda para toda a humanidade. Sentir e entender o que é o espirito, é o inicio do entendimento sobre toda a obra da criação, e esse é o objetivo principal em limpar a matéria. Estar limpo e Uno com a criação.

    Se somos espirito e matéria, por que é tão difícil viver isso como realidade?

    Quando um espirito passa pelo processo encarnatório, este sofre um aprisionamento físico que causa uma perda de consciência muitas vezes total, dependendo do nível de desenvolvimento deste espirito. Todas as vezes que nascemos, somos obrigados a passar pela fase do crescimento, que começa com o estagio de neném, depois criança, então jovem, até finalmente atingir a chamada idade adulta... Isso é um processo que leva pelo menos 25/30 anos em vida. Durante esses anos o ser é criado por sua sociedade, educado pelas crenças de seus familiares, alimentado de acordo os hábitos de seu país e dirigido pela estrutura de vida imposta por sua comunidade. Depois de adulto, a vontade deste espírito já esta tão influenciada por toda essa pressão externa, que esta alma continua inconsciente pelo resto da vida, sem saber que tem um espirito e que este é livre para realizar o que quiser... O ser inconsciente então entra no estagio do envelhecimento e morte, sem nunca ter permitido que seu espirito se manifestasse. Por isso é tão difícil para algumas pessoas aceitarem que não são somente corpo... A maioria das pessoas nunca nem se quer sentiu uma manifestação espiritual, como então poderiam entender que também são compostos de uma alma?

    E o que acontece quando este espírito adormecido por toda a vida deixa o corpo atravéz do processo da morte?

    Na maioria das vezes, antes de desencarnar, esse espirito tem um instante de consciência e neste momento ele revive toda a sua passagem humana e então percebe que é tarde demais para permanecer naquele corpo e é obrigado a partir. Esse espirito ao deixar a matéria é levado para um estagio existencial no qual permanece até receber novamente a chance de viver como humano e tentar de novo um despertar em vida. Existem casos em que o espirito fica tão apagado que nem no desencarne ele desperta e por isso fica vagando perdido sem corpo pela terra. A morte humana não é uma obrigatoriedade mas sim uma realidade criada pela total falta de consciência em relação a imortalidade da alma e consequentemente a eternidade do ser. Temos muito o que aprender, muitas coisas para mudar, centenas de paradigmas para quebrar, diversas crendices para dissolver e novas verdades para viver. A espécie humana somente despertará totalmente o espirito no dia em que a civilização da terra aceitar esse poder como sendo uno com a carne, em vida ou após ela.

    A morte acontece quando o corpo não tem mais nehnuma energia para manter o espírito ativo dentro da matéria, ficando o corpo completamente sem conexão com o consciente divino... O espírito parte quando essa conexão é cortada e então entende a preciosa oportunidade que perdeu por pura falta de consciência enquanto esteve vivo. Tarde demais... Este espírito agora terá que esperar... esperar... esperar...

    Como exatamente é formada a estrutura humana?

    Somos energia vibracional condensada, transformada em matéria orgânica e inorgânica... Os níveis de um ser humano são assim divididos:

    1. Corpo - Que vem a ser a condição que conhecemos como realidade, o parte física humana
    2. Perespirito - É a parte que funciona entre o corpo e o espirito, onde encontramos as sensibilidades e a consciência
    3. Espirito - Essência individual eterna que programa o DNA, estrutura o perespirito e molda o corpo.
    4. Eu divino - É o ser em Deus e Deus no ser.

    Além desses estágios energéticos, temos a áurea e todos os níveis existenciais relativos a cada ser, de acordo com a experiência humana vivida pelo indivíduo. Somos parte do UNO, mas somos únicos em nossa programação, energia e espirito, por isso vibramos em diferentes sintonias e vivemos em estágios separados de consciência. A verdade é que somos várias dimensões de um mesmo ser em Deus.

    O que significa ser um espirito evoluído?

    Evoluído não é a palavra mas apropriada. Diria que alguns espíritos são mais desenvolvidos e iluminados que outros e essa diferença ocorre por diversos motivos e estes são motivos individuais. Todo ser humano foi criado igual e sua composição é a mesma . Somos um somatório de pensamentos, sentimentos, palavras e ações e dependendo de como um ser lida e trabalha esses quatro pontos, assim será essa pessoa. Você é o que pensa, o que sente, o que fala e o que faz. De acordo com o numero de vidas que um espirito já viveu, trabalhos de consciência que o espirito desenvolveu, busca divina deste espirito quando humano, pré disposição e disciplina para aprender o máximo em cada passagem, acumulo energético, libertação dos sentimentos de baixa freqüência, despertar do amor... São vários fatores que somados trazem a luz, a paz, a sabedoria e a iluminação de um espirito.

    Aprender a pensar corretamente, a sentir positivamente, a falar com consciência e a agir com coração e você elevará o seu nível espiritual conquistando assim a sua liberdade em ser o que quiser ser, pois como co-criadores temos todo o direito de criar a nossa própria realidade e um espirito "evoluído" sabe disso.

    Fomos nós quem criamos o mundo e a realidade que vivemos...

    Porem você há de convir que não é fácil criar uma nova realidade em um mundo tão complicado. Que tipo de técnica pode ser aplicada?

    Os mestres astrais sempre ensinam que uma ação externa só tem poder e valor se dermos esse poder e valor a essa coisa. Vivemos numa constante busca e muitas vezes passamos a vida procurando do lado de fora as respostas para os nossos conflitos internos, medos, duvidas e colocando em outros a responsabilidade de nossas reações e ações. Por isso o mundo parece tão complicado...

    A verdade é que cada um controla a própria vida e isso é a mais pura realidade. Tudo no Cosmos é energia e Deus é a mente criadora de toda essa energia, portanto, tudo é pensamento. Somos responsáveis pelo nosso pensamento que é tão divino como todo o Cosmos. Isso é uma matemática exata que dá ao ser o poder absoluto em agir em prol de sua própria vontade e assim criar a sua própria realidade. As pessoas ao invés de entenderem isso, complicam fazendo o mundo parecer uma prisão onde tudo o que acontece é contra a vontade do ser, fazendo este se sentir uma vitima das circunstancias impostas por sua sociedade, família e amigos.

    A melhor maneira de fugir a esse caos que o mundo se tornou é começando a respeitar e amar a si mesmo e com isso praticar a sua vontade acima de qualquer coisa.

    Eleve seus pensamentos, purifique os seus sentimentos, expresse apenas palavras positivas e transforme suas ações em produtividade e os seus problemas desapareceram completamente.

    E quando perdemos alguém querido, como conviver com essa dor?

    Aceitando a passagem deste espirito e sabendo que a morte não existe e que o que ocorreu foi apenas uma transferencia energética. Esse ser que deixou a casca humana continuará existindo em outra freqüência e vivendo em outra vibração e isso não pode ser um motivo de pesar ou de dor... Devemos todos ter consciência que o nascer e morrer fazem parte de um movimento circular criado para permitir aos espíritos sempre uma nova chance de viver como humano e assim continuar o processo de desenvolvimento espiritual. Este ser que se foi terá uma nova chance de vida e com certeza se a energia de vocês estiver conectada, vocês se encontraram novamente e muitas vezes mais. Aceitar a passagem é uma questão de confiar no universo divino, na justiça de Deus, no amor incondicional e no seu poder de vontade em estar novamente com aquele espirito em um outro nível vibracional. Não limite sua mente no aqui e agora... Saiba que os espíritos são eternos e que para eles o tempo não existe, por isso não ha separações.

    Somos imortais!

    Um corpo pode ser imortal como o espírito?

    Com certeza o corpo pode ser imortal e carregar o mesmo espírito por toda a existência, ou por quanto "tempo" quiser que seja.

    A não alimentação pode causar algum tipo de dano físico ou mental?

    A não alimentação consciente não causa absolutamente nenhum tipo de dano físico ou mental, pois pelo fato de ser um processo regido pela vontade da pessoa, isso mantém automaticamente esta pessoa sob o controle de todas as situações que possam vir a aparecer. É aconselhável que somente pessoas equilibradas, seguras, dinâmicas e fortes tomem a decisão de parar de comer Também se faz necessário para o sucesso do processo, que esta pessoa se mantenha constantemente informada sobre tudo o que representa uma vida sem alimentação. Sendo assim, não existe o risco de ocorrer nenhum mal.

    Como se comporta o corpo durante o processo de não alimentação?

    Na primeira semana sem água e sem comida ocorre uma rebelião interna... O estômago cria um agito, o corpo fica cansado, a mente fica o tempo inteiro tentando te convencer a voltar a comer, a sua razão começa a questionar sobre a importância do processo, a imaginação fica vendo as suas comidas favoritas diante de você, a boca fica salivando e o sistema nervoso fica de fato nervoso, a primeira semana é um tormento...

    Ne segunda semana essas sensações desaparecem, o estômago perde a fome, a mente perde a força de tentar te convencer a voltar a comer, a energia muda de freqüência e a mente começa a ficar mais dinamizada. Todos os sentidos ficam apurados e a volta ao liquido te faz ir muitas vezes ao banheiro para urinar e o restante dos alimentos saem do organismo sob a forma de fezes de nenem.

    Depois dessas duas semanas, o indivíduo começa a sentir uma total liberdade em relação a sua necessidade de comer. A energia física fica multiplicada, a aparência e a textura da pele ficam claramente melhoradas, se perde os quilos que estavam em excesso, se dorme bem menos porque o sono vem do processo digestivo, enfim, tudo melhora 100%.

    Nosso corpo é muito fácil de se adaptar a qualquer situação comandada por nossa vontade. O que ocorre é que somos viciados em comida, mas isso não é visto como vicio, por isso essa dependência não é quebrada pelas pessoas, porém, no momento em que uma pessoa decide não mais depender de alimentos para viver, o corpo aceita isso como sua nova realidade.

    E a dinâmica mental?

    Temos apenas duas maneiras de viver... Guiados por nós mesmos ou pelos outros! Pelos outros é a maneira mais fácil, já que a sociedade dirige todas as regras. Faz isso, não faz aquilo, isso pode, isso é proibido, isso é certo, aquilo é errado... E assim vai , regras e mais regras que acabam escravizando nossa mente e transformando as pessoas em instrumentos de trabalho social e de exploração religiosa.

    Quando uma pessoa decide quebrar essas imposições e se livrar das regras de sua sociedade, o que acontece é uma multiplicação mental impressionante... É quase impossível relatar o quanto televisão, jornal, igreja, leis e grupos sociais retardam uma mente... Quando se para a alimentação. Todas as ditas verdades caem por terra e depois disso, todo o resto desmorona naturalmente e o ser se sente totalmente livre para criar uma nova realidade e começar de fato a seguir a sua própria vontade e não mais as leis de sua sociedade.

    Uma mente livre das dependências alimentares fica apta para criar mais, produzir mais, fazer mais, meditar mais, orar mais, buscar mais, ler mais e ser mais pura de intenções, mas nobre em pensamentos e mais positiva em vontades. Essa mente se transforma em liderança e ajuda com sua experiência a conscientizar os seus semelhantes.

    O que exatamente acontece com o cérebro quando a pessoa para de comer?

    Acontece uma reprogramação celular. Devido a alimentação errada, nosso cérebro sofre uma falta de irrigação que com o tempo acarreta problemas sérios de memória e de bloqueios nos comandos físicos. As veias capilares são muito finas e somente um sangue limpo pode viajar por elas e levar energia para toda a massa cerebral. O ser humano convencional só consegue manter ativado uma pequena parte do cérebro onde se encontram os comandos das funções normais do dia a dia, o resto fica adormecido durante toda a vida.

    Quando a pessoa para de comer, o cérebro a principio se surpreende e depois desperta para novas funções e desenvolve novas habilidades mentais com uma intensidade, velocidade e clareza surpreendentes.

    Existem funções cerebrais que só são ativadas com uma desintoxiçao completa no organismo, fazendo assim com que coisas tidas como sobrenaturais aconteçam constantemente, como por exemplo: Telepatia, poder energético capaz de mover objetos, clarividência, profetização de fatos futuros, poder vibracional de cura... Enfim... centenas de manifestações que as toxinas alimentares não permitem que sejam realizadas.

    E o limite físico?

    Este também é reprogramado... As toxinas alimentares são as maiores responsáveis pelos limites físicos. são gorduras saturadas, açucares em excesso, químicos e mais químicos que vão causando bloqueios, falta de flexibilidade, dores musculares, cansaço físico e mental...

    Quando o organismo não precisa mais trabalhar para limpar e manter a maquina física funcionando mesmo com óleo sujo, o corpo automaticamente estabelece uma nova realidade e esta nova forma física se torna mais fluida e disposta a não ter limites que restrinjam a vida, nem fisicamente, nem mentalmente, nem espiritualmente... Por isso os Yoquis são tao leves e flexíveis, em maioria eles já tem uma alimentação muito leve e frugal.

    Existe alguma maneira externa de ajudar o corpo neste processo de purificação e limpeza orgânica?

    Existe e com certeza é fundamental. O nome do processo é KINESIOLOGIA, ou balanceamento .. .O que para mim é a única medicina aceita como auxilio real, já que ajuda na reprogramação celular. Durante o meu processo, fui acompanhada pela minha irmã Claudine que é uma das melhores doutoras nesta técnica no Brasil e posso dizer que sem a ajuda da Kinesiologia meu processo seria muito mais difícil de ser superado.

    A não alimentação rejuvenesce?

    Com certeza! Ao criar uma nova realidade para seu organismo, este passa a ter energia de sobra para se dedicar a reposição celular e assim poder levar mais saúde e vibração de luz para as novas células. A não alimentação mantém o corpo, a mente e a energia constantemente revigorados e por isso sempre jovem.

    Se faz necessário exercícios constantes?

    Sim, exercícios são sempre importantes para manter o físico ativado e a energia circulando com poder vibracional. Fazer exercício é mais importante do que comer e dormir, pois o movimento correto e saudável mantém tudo funcionando em perfeita condição, sintonia e harmonia.

    Que tipo de exercício é mais apropriado?

    Alongamentos, Yoga, Tai-chi, Natação, Dança, Patins, Bicicleta... Todo exercício que traga bem estar e prazer e não dor.

    Não existe o perigo de uma pessoa sem alimentação ficar esquelética e com aparência aidética?

    No inicio da dieta o indivíduo realmente perde muito peso, fica com os olhos afundados e com uma cara meio desnutrida... Depois o corpo vai se adaptando e criando uma nova realidade onde a aparência física volta ao normal. Com certeza uma pessoa sem alimentação não é gorda, mas também não precisa ficar esquelética. Diria que a pessoa fica com uma aparência de um magro saudável!

    Por que temos dente?

    Para falar e cantar... Os dentes não foram desenvolvidos apenas com o intuito de mastigar, precisamos muito deles para nos comunicar.

    O que é a GULA?

    A GULA é a má utilização do alimento entre a espécie humana. Através desse desequilíbrio alimentar é que se iniciou uma cadeia de diversas doenças e problemas na vida das pessoas.

    Até a Bíblia, livro tão adultera a alimentação é mencionada como algo maléfico. Na tentativa de disciplinar os fieis em relação aos mandamentos básicos da vida, algumas das leis bíblicas foram escritas baseadas nos princípios verdadeiros da criação e a gula, que seria o exagero do prazer de comer, é uma das regras que a igreja manteve como sendo importante.

    A gula é a má alimentação em todos os aspectos, é a ganância no ato de comer, a mesquinharia na hora de compartilhar um alimento... A gula é o somatório de tudo de prejudicial que a alimentação pode causar, até levar o guloso a morte física através do excesso na ingestão dos alimentos.

    Como surgiu o pecado da Gula?

    A gula surgiu ha muito tempo atrás, onde o exagero humano em querer usufruir mais e mais dos prazeres dos sentidos os fez criar a dependência pelo alimento. Desde que a comida humana começou a ser mais valorizada em rituais e cultivada e explorado como negócio entre as pessoas que trocavam o que produziam e inventavam como forma de alimento, esse novo habito chamado de habito alimentos, fez com que as pessoas se viciassem em comer sem cessar, experimentando e ingerindo tudo para sentir o prazer dos diferentes paladares que criavam. Com o tempo, houve uma fartura na produção de alimentos e os donos de terras começaram a produzir diferentes plantios fazendo pesquisas e misturas, para então comercializar entre os consumidores. Este cultivo deu inicio a um mal alimentar que estamos metidos atualmente, porém sem consciência desse mal... Quanto mais coisas são colocadas a disposição para as pessoas comerem, mais elas vão querer comer para satisfazer suas insaciáveis gulas. Existiu um tempo onde a comida era tão valorizada que comer era considerado um ato sagrado e por isso as pessoas comiam até morrer! Nos Impérios antigos, nas ceias oferecidas pelas cortes, as pessoas comiam e depois tinha que vomitar o alimento até terem ingerido tudo o que havia na mesa. Não vomitar era considerado desfeita a ceia... O ato de comer dos humanos já passou por várias fases, mas por não ser um processo natural, este habito é considerado um pecado mortal quando é feito em exagero.

    É devido a Gula que a obesidade existe?

    A gula é a obesidade. A obesidade é um problema emocional causado pela gula. Não são os alimentos que engordam, mas a gula pelos alimentos. A gula pelos alimentos cresceu na época em que o cultivo artificial de plantas próprias para o consumo e a exploração da terra na produção de todo tipo de alimento, fez com que os seres humanos começassem a manufaturar esses alimentos, criando novas comidas com sabores, cores, aromas e paladares diferentes e prazerosos. Houve épocas em que comer era a mais prazerosa coisa que um humano poderia fazer. Em festas de reis, os banquetes eram tão fartos que as vezes as pessoas ficavam dias comendo e vomitando para em seguida poderem comer mais e mais e mais até explodir novamente.

    Hoje a gula é um problema ainda mais sério pois a indústria da alimentação ficou tão poderosa, que passou a produzir alimentos ainda mais artificiais, venenosos e com aditivos viciantes, que colocam as pessoas numa dependência sem controle. Os supermercados de hoje, oferecem tantas variedades que o consumidor acaba ficando hipnotizado com tantas opções de prazer, porém a maioria desses alimentos não tem nenhum valor nutricional real , mas estão nas prateleiras com o intuito único de satisfazer a gula dos consumidores e vicia-los nesta gula por toda a vida.

    O que causa a Gula?

    Vários fatores são responsáveis pelo despertar da gula, porém quase todos são de ordem emocional como a ansiedade, a tristeza, a depressão, a alegria, o prazer, a falta do que fazer e tantos outros fatores que acabam gerando a vontade de comer o tempo todo... Todo esse processo social, a estrutura médica mal informada e o sistema comunitário dos humano, foram aos poucos fazendo da gula um habito natural e normal entre as pessoas. Hoje, o mundo aceita a gula como coisa normal e por isso esse mau habito foi aumentando e ganhando espaço na vida dos seres, que desde criança aprendem a comer desesperadamente como sendo uma necessidade e por isso comem sem parar os doces, as balas e as besteiras o tempo inteiro. Hoje em dia está provado de que o ser humano mediano come 80% a mais do que deveria comer e por isso vive menos do que poderia viver.

    Como uma pessoa gulosa pode parar com a Gula?

    A gula é como qualquer outra dependência dos sentidos humanos e para para-la, a pessoa deve não dar atenção a mente quando esta solicita constantemente algo que não se esta necessitando ou precisando, mas a mente quer pelo prazer de ter. O controle da Gula é uma questão de consciência e controle pessoal. Uma vez controlada, a gula desaparece, dando lugar a uma vida melhor e mais saudável.

    Mas para algumas pessoas é completamente impossível resistir a um chocolate, um pão, um churrasco ou um sorvete. Como elas podem fazer para se livrar dessa dependência pelo prazer em ingerir essas delícias?

    Essas pessoas podem começar colocando disciplina em seu organismo. Se ela não consegue parar de vez de ingerir esses alimentos danificantes, então, que comece a diminuir a quantidade ingerida e a qualidade dos comestíveis, substituindo essas comidas por frutas, nozes, castanhas e sucos naturais, para assim dar inicio a uma diminuição natural no tamanho do estômago, e com o tempo ter controle total sobre a gula, inclusive chegando ao ponto de poder experimentar a não alimentação como forma mais saudável de vida.

    Porque é tão difícil para as pessoas entenderem a Gula é um pecado tão sério...

    A gula mata!!! E isso está cientificamente provado. Comer exige um desgaste energético muito grande e quanto mais se come, mais energia se gasta para digerir o que foi colocado para dentro do organismo e isso tira toda a energia vital de uma pessoa, que depois de cerca de 70 anos, se alimentando no mínimo 3 vezes por dia, o oganismo acaba ficando pesado, desgastado, cheio de gordura saturada no sangue, velha, doente e completamente dependente da comida. Para muitos gulosos, a comida é a única fonte de ser prazer de um ser que pelo prazer, de fato come até morrer.

    Por isso dizem que as pessoas morrem pela boca?

    Diria que 90% das pessoas no mundo que morrem de velhice e doença, tem como causa principal de morte a Gula. As doenças físicas e mentais são provenientes do que se ingere, e as pessoas estão cada vez mais, ingerindo venenos sem consciência de que aquele alimento, em um determinando ponto de saturação orgânica, irá provocar a morte física do indivíduo.

    Qual é o limite alimentar de uma pessoa para que esta não entre no pecado da Gula?

    Uma alimentação leve, composta de frutas, nozes, castanhas e sucos de frutas... Vez ou outra esta pessoa pode se dar ao prazer de um docinho ou mesmo uma pequena extravagância, mas somente de vez em quando, e não mais como necessidade e sim como pequeno prazer...

    Se a pessoa entender que as frutas são de fato os únicos elementos da natureza que foram desenhados para o prazer do paladar humano, essa pessoa pode ter uma vida muito longa e saudável se somente ingerir frutas e de vez em quando se permitir um outro prazer do paladar.

    O limite alimentar para não chegar na gula, é nunca depender da comida para viver, e ao ingerir alimentos, procurar dissolve-los completamente na boca, com a mastigação, antes de deposita-los no estômago. Nosso estômago não foi desenhado para realizar a digestão, conforme acreditamos, a boca, a saliva e os dentes realizam melhor esse trabalho.

    Essa dieta para a maioria das pessoas é quase que o mesmo que morrer de fome você não acha?

    É tudo uma questão de disciplina e hábito... Para muitos essa dietas é impossível, por isso que a gula é desconsiderada de nossa sociedade. As pessoas preferem pecar pela gula do que limpar o organismo e usar a energia vital para outros afazeres... Opções de cada um, nada mais do que isso.

    Existe alguma coisa menos radical para ser feita do que quase não comer ou só comer frutas?

    Existe... É só tirar o excesso de açúcar, de sal, de gordura, de carbo hidrato, de proteína, de cálcio, de sais minerais, de vegetais, carnes... Diminuindo o máximo que você puder e começando a buscar prazer em outras coisa que não somente a comida. Um livro por exemplo, o desenvolvimento de uma arte qualquer, a companhia de pessoas, bons negócios... Qualquer outra coisa que movimente sua imaginação e mente e tire a sua atenção da comida. Esse processo é valido para se livrar do pecado da gula, mesmo que a pessoa continue comendo alimentos que não fazem tão bem, mas que em menor quantidade ficam menos danificantes para o corpo.

    E aquelas pessoas que dizem que preferem morrer do que parar de comer?

    Essas já fizeram a opção delas, agora é só deixa-las morrer e rezar para que a gula desta pessoas não leve outras pessoas ao prejuízo financeiro com sua morte lenta, dolorosa e na maioria das vezes cara para custear. As pessoas que morrem pelo excesso de comida, normalmente antes de morrer, passam pelo processo de sofrer das doenças que o excesso de alimentação provoca e alguém vai pagar pelos remédios, médicos e hospitais... Morrer não é o maior problema da gula, mas sofrer e causar sofrimentos sim... A gula também é a responsável maior pela poluição do mundo... São os químicos, remédios e fezes toxicas produzidos a partir da indústria alimentar que matam não só os indivíduos, mas a fauna, flora e toda a vida saudável de nosso planeta.

    Economicamente falando o que ser guloso representa na vida de uma pessoa ?

    Numa casa com dois adultos gulosos isso significa um gasto que varia de 400 a 500 dólares por mês em supermercados, restaurantes, padarias e lugares onde a oferta de guloseimas, bebidas e besteiras alimentares movimenta uma poderosa e vivicante indústria

    Então diminuir a quantidade de comida é um grande prejuízo para esses estabelecimentos e para a industria alimentícia?

    Exatamente por isso que a gula é motivada ao invés de ser prevenida e informada... No mundo moderno, quando a elegância começou a ser sinônimo de uma pessoa magra, mas que rapidamente começaram a investir numa imagem oposta dizendo que as pessoas gordinhas são mais charmosas e gostosas... A industria da alimentação jamais vai deixar passar a informação de que parar de comer é mais saudável ou que diminuir a alimentação é melhor para a saúde, eles preferem lidar com as doenças da obesidade e com crianças viciadas do que com seres saudáveis e crianças organicamente limpas... Somos nós quem sustentamos essa indústria da morte pelo prazer de comer, somos consumidores do momento em que nascemos ao dia de nossa morte, em todos os setores e aspectos. A doença, a gula, as tentações e tudo o mais que leva uma pessoa a uma morte lenta e inconsciente, são r e físicas.

    No que exatamente consiste esse processo de ficar 21 dias sem alimentação?

    Consiste em reprogramar as células para uma nova realidade de vida. O processo é dividido em três fases, três semanas assim programadas:

    Semana 1 - Durante sete dias não se come e nem se bebe absolutamente nada. Aconselha-se repouso, meditação e paz de espirito. A maioria dos que fizeram esse processo, dizem que nesta primeira semana o espirito deixa o corpo do iniciado que fica apenas com a maquina física funcionando em baixa pulsação supervisionado por anjos e mestres astrais.

    Semana 2 - Nesta segunda semana a água é recolocada e alguns sucos diluídos com 25% suco e o restante água. Aconselha-se beber 1 litro e meio de liquido para fazer um fluido circulatório no organismo que esta em processo de desintoxicação total. Nestes sete dias, vários conflitos internos aparecem e diversos questionamentos pessoais surgem para serem trabalhados... É uma semana de introspecção e auto analise muito forte.

    Semana 3 - Nesta ultima semana o corpo começa a se preparar para receber o espirito de volta, porem já com uma nova estrutura celular ativada. O liquido continua permitido e agora os sucos podem ter 40% de fruta e o restante de água. Nesta semana a fome já deixa de existir completamente e o corpo já se encontra quase que totalmente limpo. A energia vital volta e a sensibilidade física atinge um estado de total clareza.

    O que acontece depois dos 21 dias?

    Isso varia de indivíduo para indivíduo, porém, a grande maioria das pessoas que realizaram essa experiência em suas vidas, não voltaram mais a comer como antes. Em nosso caso por exemplo, eu apenas coloco algumas pequenas besteiras na boca por puro prazer. O Steve parou completamente com tudo, as vezes ele passa tempos inclusive sem a água. Não temos data marcada para voltar a comer e nem necessidade, uma vez que estamos livres dessa falsa dependência humana.

    E a saúde?

    Nossa saúde esta melhor do que antes pois agora não temos mais toxinas em nosso organismo. Fomos programados para acreditar que o alimento traz benefícios vitais, mas uma vez que se entende que os alimentos também trazem um enorme desgaste energético, toxinas e excesso de nutrientes, entendemos que estes podem ser facilmente eliminados, dando a chance ao organismo de ficar estável para exercer outras funções mais importantes do que passar o tempo todo digerindo as porcarias que jogamos dentro de nos.

    E os nutrientes tão necessários?

    Não são tão necessários assim. Todos os nutrientes que existem nos alimentos, existem no ar e se aprendemos a absorver esses nutrientes através de nossas células, então não precisamos mais coloca-los como matéria física dentro de nosso corpo.

    Mas se não é necessário comer, por que então temos toda uma programação orgânica feita para receber alimentos?

    Para responder essa questão, precisamos voltar a historia da origem de nossa civilização...

    Varias civilizações já passaram pela Terra, por exemplo os Atlantis não comiam. Eram seres altamente energéticos e não programados para esse tipo de necessidade. O que aconteceu foi que no início dessa era em que vivemos (coisa que já dura mais de 12 mil anos...), se voltarmos para os nossos primeiros ancestrais , os famosos Adão e Eva, vamos encontrar registros uma programação alimentar que foi iniciada e intensificada com o passar dos tempos. Vou falar em termos figurativos, mas procurem entender como metafísicos, cientistas e não como religiosos, se não vai ficar complicado de ser compreendido.

    Quando Adão e Eva foram enviados para iniciarem uma nova civilização humana na terra, eles não tinham o organismo funcionando, mas tinham um DNA pronto e aberto para qualquer tipo de adaptação realizada pela vontade deles.

    O mundo era um paraíso... Flores, pássaros, frutas, água, animais dóceis... Tudo colocado como presente de Deus para uma nova espécie que ali habitaria. Presentes foram feitos para serem usufruídos com amor e não ganaciados por dependência.

    Tudo começou com uma linda e cheirosa maça! Dizem as escrituras que Eva não resistiu ao encanto da fruta e pela primeira vez na vida sentiu a vontade não só de tocar, cheirar e apreciar, mas de ingerir aquela fruta tão linda e atraente. Ao experimentar o primeiro pedaço, Eva sentiu o prazer do paladar e apresentou sua descoberta para seu companheiro Adão que também experimentou e gostou da maça. Até aí não aconteceu nada de errado, pois a maça era um dos presentes de Deus e nunca fora proibida de ser degustada com amor e prazer... Porem, Eva se tornou dependente daquele prazer e um dia a maça acabou, pois Deus criou um ciclo perfeito, para dar a chance a milhares de vidas de poderem usufruir do bem estar em estar no planeta ... Eva então começou a procurar outras formas de prazeres alimentares e descobriu outras frutas, e mais outras e com isso o DNA foi se tornando apto a absorver essa nova mecânica orgânica.

    Quando Adão e Eva descobriram o sexo e começaram a gerar filhos, ao tentar dar ao bebe o alimento que eles já estavam dependentes, a criança não aceitou e com o poder da maternidade, Eva produziu a partir de seu amor e vontade, o próprio alimento vindo de seu corpo e ativou com isso, mais uma glândula... E assim a maquina humana foi se adaptando para receber alimentos... Porem, definitivamente isso não significa que somos obrigados a nos manter com essa programação, já que continuamos livres para reprogramar nosso DNA assim como Adão e Eva eram.

    Nossa maquina humana esta muito ultrapassada... fazem mais de 12 mil anos que bloqueamos a nossa divindade e nos tornamos dependentes de um funcionamento mecânico e limitado.

    Colocamos óleo, água, filtros, tubos, e uma monte de cacarecos, numa maquina que pode viver apenas da energia solar!

    Se isso é verdade, por que então ficamos desnutridos e morremos se não comemos?

    Tudo isso faz parte de nossa crença mental. Somos tão poderosos que vivemos de acordo com o que acreditamos ser a verdade. A maior prova de que isso é pura crendice, é o fato de que existem hoje no mundo algumas dezenas de pessoas que já descobriram que não precisam de comida para viverem e vivem sem esse tipo de aditivo viciante ha meses, anos e até décadas, em prefeito estado físico e mental. Nossa civilização se quer aceita isso como hipótese, quem dirá como realidade, por isso morrem se o alimento lhes falta.

    Por que Deus colocou tantas formas de alimentação na terra?

    Para dizer a verdade, Deus não colocou tantas coisas assim e o que colocou, o fez para dar a espécie humana mais prazer... A grande maioria dos alimentos que existem foram produzidos pelos humanos, em diversas civilizações que por aqui passaram e não por Deus. Temos todo o poder de criar o que quisermos, como quisermos e do jeito que quisermos. A prova de nossa criação alimentícia está na monstruosa industria que fabrica centenas e toneladas de alimentos totalmente produzidos pelo homem e não criados por Deus. Deus nos deu a liberdade e nós mesmos nos aprisionamos com falsas necessidades.

    E as doenças? De onde vem?

    A grande maioria das doenças são geradas primeiro pelo estado emocional e espiritual do ser, que carrega as vezes essa deficiência energética por vidas e vidas em seus registros celulares... Tantas outras doenças são ocasionadas pelo mau funcionamento do organismo e isso é gerado basicamente pelo processo alimentar. Muita gordura é jogada no organismo e isso causa entupimento nas veias, muito açúcar, falta de enzimas para quebrar as cadeias alimentares saturadas que são ingeridas, órgãos cansados de funcionar sem parar, envelhecimento celular devido a falta de energia vital, radicais livres que pesam e destroem as células novas, enfim, uma serie de razoes que poderiam ser facilmente tratadas com uma melhor conscientização do indivíduo em relação a real necessidade de uma alimentação saturada de químicos que causam dependências mais viciantes que as drogas que existem em nosso mundo.

    PARTE 3

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco