"Veremos grandes histórias de OVNIs em 2021", diz ex-membro do governo britânico

    histoovni111/01/2021, por Bruna Yamaguti - Ufólogo e ex-funcionário do Ministério da Defesa do Reino Unido garante que estamos no limiar de grandes revelações envolvendo objetos voadores não identificados. A busca por vida extraterrestre pode estar mais próxima de atingir seu objetivo do que se imagina. Para o ufólogo e ex-funcionário do governo britânico Nick Pope, 2021 pode ser um ano de avanços significativos em relação a pesquisas sobre objetos voadores não identificados (OVNIs).

    Segundo ele, um movimento de divulgação impulsionado pelos Estados Unidos, como o vazamento de vídeos da Marinha norte-americana em contato com OVNIs, leva a acreditar que a humanidade está a poucos passos de obter informações inéditas e surpreendentes. “Há um ímpeto crescendo e não há fumaça sem fogo”, afirmou ao jornal inglês Metro.

    De acordo com Pope, o Comitê de Inteligência do Senado dos EUA fez o pedido de um relatório sobre o fenômeno OVNIs para o diretor de Inteligência Nacional. Uma resposta é esperada dentro de 180 dias da promulgação do pacote de alívio contra a covid-19, uma vez que este projeto contém a Lei de Autorização de Inteligência, onde o requerimento sobre os objetos voadores não identificados foi articulado.

    Leia também - Aliens podem destruir a humanidade para proteger outras civilizações, dizem cientistas da Nasa

    “O Departamento de Defesa dos EUA sabe desde junho [de 2020] do pedido do comitê, e a força-tarefa de Fenômenos Aéreos Não Identificados da Marinha dos EUA provavelmente já está trabalhando na resposta, então podemos obtê-la antes do prazo final de junho. Este relatório, por mais importante que seja, é apenas uma parte de um processo mais amplo", afirmou o ex-funcionário, que liderava a extinta divisão de pesquisa de OVNIs do Ministério da Defesa do Reino Unido.

    As pesquisas sobre OVNIs foram canceladas pelo órgão em 2009, com a justificativa de que não serviam a nenhum propósito específico de defesa e estavam desviando a atenção de operações mais cruciais. No entanto, segundo Pope, avistamentos ainda acontecem e ele planeja acompanhar tudo de perto, uma vez que acredita que as pessoas têm o direito de saber. O britânico afirmou ainda que a força-tarefa criada pelo governo dos Estados Unidos já compartilhou algumas conclusões provisórias com os colegas ingleses e enfatizou que algumas das revelações que estão por vir podem ser realmente "sísmicas".

    Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco