teopros1Teologia da prosperidade (também conhecida como Evangelho da prosperidade) é uma doutrina religiosa cristã que defende que a bênção financeira é o desejo de Deus para os cristãos e que a fé, o discurso positivo e as doações para os ministérios cristãos irão sempre aumentar a riqueza material do fiel. Baseada em interpretações não-tradicionais da Bíblia, geralmente com ênfase no Livro de Malaquias, a doutrina interpreta a Bíblia como um contrato entre Deus e os humanos; se os humanos tiverem fé em Deus, Ele irá cumprir suas promessas de segurança e prosperidade. Reconhecer tais promessas como verdadeiras é percebido como um ato de fé, o que Deus irá honrar.  Seus defensores ensinam que a doutrina é um aspecto do caminho à dominação cristã da sociedade, argumentando que a promessa divina de dominação sobre as Tribos de Israel se aplica aos cristãos de hoje. A doutrina enfatiza a importância do ...

    mahat topoUma Chave Para Visualizar o Futuro. Um Mahatma dos Himalaias - 1. Introdução: a Importância do Documento: A história registra que, em 1881, um dos raja-iogues ou Mestres de Sabedoria que orientavam o trabalho teosófico na sua fase pioneira decidiu buscar conselhos, e consultou o seu próprio instrutor. O Mestre dos Mestres foi então ouvido. O tema era a natureza, a meta e o rumo do movimento que estava sendo iniciado. O instrutor que foi consultado é chamado pelos Mestres simplesmente de Chohan. A palavra “Chohan” significa “Senhor”. Mais tarde, este mesmo Sábio passou a ser frequentemente referido como “Maha-Chohan”. Um dos instrutores de H. P. Blavatsky qualificou-o em certa ocasião como “a rocha das idades”.

    cares1Por Jorge Hessen, 05/02/2016 - Nos períodos de folia os carnavalescos surgem de todos os lados na busca do nutrimento de suas devassidões. Para tais são longas as estações de dias e noites para as preparações do delírio demente dos três dias de miragens. Os incautos esfolam as finanças familiares para experimentar o encanto efêmero de curtir dias de completa paranoia. Adolescentes e marmanjos se abandonam nas arapucas pegajosas das drogas lícitas e ilícitas. Não compreendem que bandos de malfeitores do além (obsessores) igualmente colonizam as avenidas das escolas de samba num lúgubre show de bizarrices.

    espess1Por Ana Nardini - Os essênios nos deixaram uma linda análise dos relacionamentos humanos. Eles separaram em sete categorias o modo como nos relacionamos no curso de nossa vida. Sabiamente eles denominaram essas categorias como “espelhos”. Cada momento de vida nossa realidade interior se espelha nas ações, nas escolhas, na linguagem das pessoas que estão ao nosso redor. Primeiro espelho - Refere-se ao que enviamos a quem está mais próximo, no momento presente Sentimos raiva, medo? Espelhamos raiva e medo. Sentimos alegria e felicidade? Espelhamos alegria e felicidade.

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco