China mira nas primeiras centrais de energia solar no espaço

    enerso120/02/2019 - O país tem um plano para superar os desafios enfrentados por outras nações. A China quer ser o primeiro país a lançar centrais elétricas no espaço que capturam a energia do Sol e a devolvem de volta à Terra, informou a mídia estatal chinesa na semana passada. A vantagem das estações espaciais é que elas podem capturar a energia do Sol antes que parte dela se dissipe na atmosfera. Eles também seriam uma fonte de energia mais estável do que as estações terrestres, porque poderiam evitar flutuações devido ao clima, estações ou noite.

    A ideia de centrais solares espaciais existe há décadas e cientistas nos Estados Unidos e no Japão têm trabalhado em tecnologias de prova de princípio. Mas o custo do lançamento de grandes estações em escala industrial, que podem pesar até 1.000 toneladas, é um grande obstáculo. A China está considerando usar a impressão 3D para criar e construir estações no espaço para evitar o lançamento de um peso elevado. As usinas usariam células fotovoltaicas para capturar a energia solar que é então transferida para antenas que transmitem microondas ou radar para a Terra.

    Leia também - Notebook, Netbook, Ultrabook e Tablet

    As estações receptoras convertem as microondas em eletricidade, que pode ser usada para alimentar carros elétricos, de acordo com a mídia estatal. Uma instalação para testar o conceito do projeto da usina solar está em construção em Chongqing, no centro da China. O país espera ter uma série de estações pequenas ou médias que orbitam 36.000 quilômetros acima da Terra entre 2021 e 2025.

    Fonte: https://www.nature.com

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco