A Cera do Ouvido

    ceraA cera ou cerume do ouvido é produzido por glândulas especiais existentes no terço mais externo do canal auditivo. Produzida e expelida em condições normais, a cera constitui um elemento de proteção do ouvido. Recobrindo a fina e frágil pele do canal, a cera atua como repelente da água que pode, muitas vezes, conter microorganismos e/ou detritos nocivos; outra função de proteção é através da retenção de poeira e partículas de areia, impedindo que esses elementos provoquem danos ao tímpano (membrana timpânica). Pouca produção ou ausência de cera resulta, em geral, em uma pele seca com aparecimento de coceira e descamação. A produção normal de cerume é saudável e boa para os ouvidos. Se muito cerume está sendo produzido, ele pode bloquear o ouvido, mas o entupimento é geralmente causado mais por cuidado e limpeza impróprios do ouvido. Se a pessoa introduzir cotonetes de algodão, lápis, o dedo ou ...

    outros objetos no canal do ouvido para tentar remover o cerume, a força pode empurrar a cera mais para dentro do ouvido e pode comprimi-lo contra o tímpano. O bloqueio de cerume, também chamado impactação de cerume, é uma causa comum de perda de audição temporária.

    Leia também - Pesquisadores explicam maior frequencia de crises cardíacas pela manhã

    Devemos limpar os ouvidos? A cera não é formada na parte profunda do canal do ouvido, próxima ao tímpano, mas somente na parte mais externa. Quando um paciente está com cera em cima da membrana timpânica, quase sempre é porque ela foi empurrada com cotonetes, grampos ou palitos, para o fundo do canal, na tentativa de "limpar" o ouvido. Além do mais, a pele do canal e do tímpano é muito fina e frágil e, conseqüentemente, fácil de ser lesada.

    Normalmente, existe um pequeno acúmulo de cera no canal do ouvido que seca e se desprende com o pó e areia nela retidos. Portanto, o ouvido, na maioria das vezes, passa por um processo de autolimpeza. Pode haver também migração (deslocamento) e acúmulo para a parte mais externa do canal; neste caso deve ser feita a remoção da cera, mas somente na entrada do canal.


     
    Em certas circunstâncias pode haver um acúmulo anormal de cera, formando um verdadeiro tampão, ocasionando surdez. Isto ocorre especialmente em condutos auditivos mais estreitos e tortuosos ou nas alterações da pele de revestimento. Quando a cera acumula em excesso ela deve ser removida por um médico, através de lavagens, aspirações ou com instrumentos especiais. Às vezes torna-se necessário usar, previamente, gotas especiais, para amolecer, soltar a cera antes das manobras de remoção. Remoções com lavagens não devem ser feitas se houver perfuração no tímpano; a entrada de água de lavagem através de uma perfuração timpânica irá provocar uma infecção, a otite média. O médico irá se certificar das condições da cera, do canal e da membrana timpânica antes de decidir pelo método de remoção.

    Gorduras, óleos e “orgasmo”

    A cera também chamada cerume é uma junção de gorduras e óleos que agem como proteção do ouvido. É produzida por glândulas do canal auditivo externo. A cera tem grande importância para o ouvido, pois ela protege a fina camada dos tímpanos contra a água que pode conter detritos ou microorganismos nocivos e também retém poeira e partículas de areia.

    O uso de hastes flexíveis para limpar o ouvido vem sendo questionado por profissionais que julgam errado usá-lo. Segundo especialistas, a haste flexível empurra a cera para dentro do ouvido e também transporta microorganismos causadores da otite que é uma infecção do ouvido. Muitas outras pessoas usam a haste flexível no ouvido pela boa sensação que ele promove. Segundo estudiosos, a sensação que se tem ao “limpar” os ouvidos é semelhante ao orgasmo, pois a região dos ouvidos é rica em nervos que em contato com a haste produz estímulos para o cérebro que traduz para tais sensações.

    Leia também - Mitos e Verdades sobre a Visão

    De forma correta, a limpeza do ouvido deve ser feita superficialmente e somente na parte externa do ouvido e na orelha. Se porventura houver um acidente e a perfuração do tímpano, deve-se procurar um médico imediatamente para que este faça o tratamento o quanto antes, dificultando assim o aparecimento de infecções.

    Fonte: http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?72
           http://www.brasilescola.com/biologia/cera-do-ouvido.htm
           http://www.mundoeducacao.com.br/curiosidades/cera-no-ouvido.htm
           http://www.policlin.com.br/drpoli/119/

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco