Mulheres grávidas não devem tomar a vacina Moderna, aconselha a OMS

    mulgravi126/01/2021 - A vacina COVID-19 da Moderna "não é recomendada" para mulheres grávidas, de acordo com um comunicado à imprensa na terça-feira da Organização Mundial de Saúde. “Embora a gravidez coloque as mulheres em um risco maior de COVID-19 grave, o uso desta vacina em mulheres grávidas não é atualmente recomendado, a menos que elas estejam em risco de alta exposição (por exemplo, profissionais de saúde)”, afirma o comunicado.

    Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças disseram que, embora as vacinas COVID em mulheres grávidas não tenham sido estudadas clinicamente, eles acreditam que a vacina Moderna não deve representar um risco, uma vez que é uma vacina de mRNA, não uma vacina viva, e será degradada rapidamente “Por processos celulares normais.” A OMS e o CDC recomendam que a vacina seja oferecida a mulheres grávidas ou amamentando e em um grupo recomendado para vacinação, como profissionais de saúde. As mulheres que a recebem não devem parar de amamentar por causa da vacina.

    Menores de 18 anos ainda não devem receber a vacina enquanto se aguardam novos testes, de acordo com a organização, e idosos com expectativa de vida de três meses ou menos devem ser avaliados individualmente. Pessoas que já contraíram COVID-19 podem receber a vacina, mas “os indivíduos podem adiar sua própria vacinação com COVID-19 por até seis meses a partir do momento da infecção por SARS-CoV-2”.

    Leia também - "Comemos no Mcdonald's carne que seria a mais barata para cães", diz especialista

    A vacina Moderna foi considerada segura para pessoas com condições médicas associadas ao risco de doença grave e também é recomendada após aconselhamento para receptores HIV-positivos e imunocomprometidos.

    A OMS declarou que a vacina demonstrou ser 92 por cento eficaz contra COVID-19 - incluindo contra novas variantes, como B.1.1.7 e 501Y.V2 - mas a duração total da imunidade e capacidade de interromper a infecção e transmissão ainda está sendo estudado. Nesse ínterim, medidas básicas de saúde como mascaramento, distanciamento físico, lavagem das mãos, higiene respiratória e tosse, evitar aglomerações e boa ventilação são recomendadas.

    Fonte: https://fox5sandiego.com/

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco