Kymática ou Cimática, a Evolução da Consciência - Parte 1

    cine2 topo1Self, Dualidade, Psique, Falso Ego, Inconsciente Coletivo, DNA, Era do Medo, Tiamat, Ressonância Schummann, Logos, Bioenergia, Xamãs, Anumah Alish, Auto Ódio, Lei do Almirantado, Carl Jug, Bioacústica, Tao Te Ching, Auto Destruição, Cinesiologia, Alma do Mundo, 432 Hz & 440 Hz, Cartesianos, Anima Mundi, 7.83 Hz - 43.2 Hz, O Infinito....Este documentário, produzido por Benjamim e Daniel Stewat no ano de 2009, sitetiza teorias e defende que eventos no planeta são nossa consciência evoluindo. Avança mais em aspectos metafísicos e conecta antigos mitos e a história escondida com as modernas falsas crenças. Explicando a razão da humaniade permancer em um constante estado de competição em vez de cooperação. Afinal o que é Kymatica? o termo Kymatica ou cimática em português foi cunhado pelo ...

    cientista suiço Hans Jenny. Deriva do grego Kyma, que significa "onda", e ta kymatika, que siginifica "assuntos refrentes a ondas". tudo que capturamos como informações do ambiente através dos 5 sentidos são recebidos através de vibrações, frequências, ondas bioenergéticas que nos direcionam para nosso destino quando agem coerentemente com nossa programação. Se há medo Global, há uma ressonância negativa. Se há alegria e confiança Global - há uma ressonância positiva. Certas frequências afetam a nossa estrutura genética, nosso DNA. Qual é o objetivo? Entender o TODO e sair desse sofrimento carnal. Mas paa entender seus benefícios, é preciso ter CONHECIMENTO !

    "CONHECER A NOSSA PRÓPRIA ESCURIDÃO É O MELHOR MÉTODO PARA LIDAR COM A ESCURIDÃO DE OUTRAS PESSOAS." ( Carl Jung )

    Evolução é um termo para definir somente um organismo, que é o SELF. O SELF é o Universo, o self é o Alfa e o Ômega, Deus, e o Infinito. E é a única coisa que evolui, pois somos todos parte do self. Nada passa por um processo evolucionário individual ou sem benefício direto para o todo. Logo, quando você começa a pensar que existe uma elite no controle, essa mão controladora atrás da cortina que está levando o planeta a destruição, quando você pensa que o fim está próximo, o Apocalipse, o Armagedon, e quando você pensa qu estamos condenados como espécie....Não foram ELES, mas sim VOCÊ uem causou isso. E por um ótimo motivo: VOCÊ ESTÁ EVOLUINDO.

    Pare de culpar a tudo e a todos. Para de temer a tirania global e desastres naturais e preste atenção. Pois o mundo está lhe dizendo algo, está lhe dizendo exatamente o que está errdo e com corrigir isso.

    cine3


    Kymatica / Cimática


    "NÃO BUSQUE NO EXTERIOR, MAS VOLTE-SE PARA O INTERIOR, POIS A VERDADE RESIDE NO HOMEM INTERIOR." ST Agostinhho

    "TODAS AS GRANDES RELIGIÕES SE REFERIRAM À ORIENTAÇÃO INTERNA EM SEUS ENSINAMENTOS...O ESPÍRITO DO CRISTO, O ATMAN, O DEUS INTERIOR." Christine M. Comstock


    A Criação


    Acredita-se que a Terra se formou a 4,6 bilhões de anos atrás. Nos primeiros 150 milhões de anos, ela começou a resfriar e liberar gases na litosfera que criaram as formas mais antigas de atmosfera terrestre. Antes da criação desta atmosfera, a radiação ultravioleta do Sol criava uma condição inabitável, mas a medida que a Terra foi se resfriando a água se condensou na atmosfera e o oxigênio se acumulou, viabilizando compostos orgânicos. isso produziu organismos unicelulares e depois vegetais. Atrave´s dos tempos, a corrente evolucionária foi adiante.

    cine4

    E então chegamos a uma espécie que não parece se adequar tão bem quanto as outras. o período de gestação de 9 meses do homo sapiens reproduz os 3.8 bilhões de anos de evolução de toda a vida na Terra. O embrião humano repete a evolução de todas as espécies. Quando o espermatozóide e o óvuo se unem, essa nova criação é um organismo unicelular. Em horas, essa célula se multiplica mais rápido do que qualquer outra espécie. Quatro semanas depois, o embrião começa a desenvolver guelras, como a vida aquática. Em poucas semanas, ele desenvolve pulmões e uma cauda com aparência reptiliana. Dai em diante, reconhece-se um mamífero, e em seguida uma forma primata. Ele então completa essa lacuna, com a pele embrionária e finalmente apresenta as características de uma criança humana.

    cine5

    O corpo humano é uma comunidade de certca de 50 trilhões de células. Tudo que o corpo faz, a célula também faz. Células tem sistemas respiratórias e excretores, elas se alimentam, sentem, pensam e se comunicam com outras células. Trilhões de células formam um único organismo chamado corpo humano e bilhões de corpos humanos ajudam a formar o organismo que chamamos de Terra. A Terra tem mais semelhanças com o corpo humano do que você pode imaginar. A Terra tem sua própria geração eletromagnética igual ao corpo humano.

    cine6

    Pesquisas revelaram que uma corrente elétrica direta flui pelas células perineurais encontradas ao redor de cada nervo no corpo. Esses caminhos são chamados de meridianos de energia e vêm sendo usados na prática de acupuntura por pelo menos 2 mil anos. Mais anterior ainda é a nação das linhas do dragão ou linhas LEY nas quais muitas estruturas megalíticas e monumentos de pedra foram erguidos, marcando os meridianos energéticos da Terra. Esses meridianos energéticos são gerados pelas frequências ressonantes da Terra, chamadas de Ressonância Schumann.

    Cada corpo planetário tem sua própria ressonância, que é determinada por sua circunferência e diâmetro assim com pela velocidade de órbita e rotação. A frequência de ressonância da Terra começa em 7.83 Hz e termina na sétima harmônica, em 43.2 Hz, relacionando-se com os 7 chakras.

    cine7

    Por fim, a maior descoberta ded nossa Terra é a sua consciência. Um atributo visível da consciência é o campo energético que rege o formato dos organismos. Morfogênese é um termo científico para explicar essa formação de tecidos, órgãos e organismos completos. A consciência é a força criativa de todo o univeso. Ela recebeu muitos nomes, com Deus, Jové, Krishina, Natureza, O Campo, a Divindade.

    Na verdade, todo o universo é um único organismo vivo e consciente completamente ciente de si. o motivo porque isso parece difícil de entender é o nosso conhecimento, tipicamente limitado pela nossa linguagem. Quando ouvimos o termo "organismo consciente" tendemos a antropomorfizar essa definição, dando-lhe qualidades humanas, e erroneamente ignoramos o que um organismo é, em primeiro lugar.

    cine8

    A definição de organismo é qualquer coisa viva capaz de responder a estímulos, reprodução, crescimento e desenvolvimento, e manutenção de homeostase como um todo estável. Nosso universo faz tudo isso. A consciência de nosso universo é responsável pela forma e pelo propósito que toda a matéria adquire. As frequências ressonantes da Terra são um resultado de sua forma. Essas frequências são responsáveis por ritmos biológicos com o ciclo menstrual e o circadiano, assim com padrões emocionais e de comportamento. As frequências são absorvidas pela flora e fauna que são instrumentos biológicos que respondem aos padrões de ondas.

    cine9

    cine10

    Os padrões de ondas ressoam na estrutura craniana de nossa cabeça e convergem para o centro de nosso cérebro, que é onde encontramos a GLÂNDULA PINEAL. Muitas culturas acreditam que a glândula pineal seja o terceiro olho espiritual, responsável pela intuição. Descartes a chamou de "centro da alma", onde corpo e mente se encontram. Cada célula no nosso corpo recebe um impulso eletromagnético de nosso sistema nervoso central. Elas recebem o mesmo impulso que foi disseminado para cada instrumento biológico da Terra. Uma explicação para nosso universo consciente ja foi tentada pela religião, ciência e filosofia.

    A negação da natureza biológica de qualquer organismo causa doenças. O divórcio da natureza, a queda do Éden, a confusão de idiomas, são todos sintomas, não de um dus ou deidades bíblicas, mas do verdadeiro SELF. A maior e única ameaça para nós, é a perda do SELF, a morte de nossa divindade. Enquanto atravessamos a história com um oceano de informações e somente uma gota de sabedoria, precisamos entender como perdemos nosso SELF.


    Mitos

    cine11


    Em textos sagrados e escrituras antigas deixadas por nossos ancestrais encontramos uma ligação incrível entre história da Criação, um grande Dilúvio, a Guerra dos Deuses, o Messias morrendo pelos pecados do homem, profecias do fim dos tempos e elementos similares. Essas correlações aparecem em mitos de culturas que supostamente não tem contato umas com as outras devido à distância geográfica e histórica. Um elo comum encontrado que conceta toda a mitologia tem suas raizes nos astros.

    cine12

    Uma das narrações mais reveladoras é a da batalha dos deuses no céu e da inundação que a seguiu. Na Bíblia, Lúcifer enfrentou o Senhor, foi vencido e lançado à Terra. No mito de criação dos Anuma Alish, encontramos uma história similar de Tiamat vencido por Marduk e lançado ao abismo de Absu.

    "E O CAOS, TIAMAT, A MÃE DE AMBOS. AS ÁGUAS DE ABSU E TIAMAT SE MISTURARAM.." Enuma Elish

    Significando que as águas caóticas de Tiamat estavam de alguma forma misturadas a água doce de Absu. Absu era o deus sumério-acadiano do abismo sob a Terra.Tiamat, também conhecido como Lúcifer, era conhecido como uma serpente ou dragão e foi derrotdo por Marduk, que era o pai de Nibo, ou Mercúrio, e Mercúrio é o mesmo personagem mitolótico, e Mercúrio é o mesmo personagem mitológico que o Mitras do Zoroastrismo, o Hermes egípcio Anubis, e o Hermes Christos. Entretanto, a versão mais recente de Mercúrio é o Arcanjo Miguel na Bíblia, que venceu Lúcifer e o mandou para o abismo da Terra, ou o inferno.

    Essa hitória esta repleta de significados astrológicos na Bíblia e em muitas outras escrituras antigas. Isso leva a um evento histórico que é registrado por muitos pesquisadores, a respeito de uma revolta cósmica e um dilúvio histórico.

    "A INUNDAÇÃO IMORTALIZA A COLISÃO DE UM PLANETA CAÍDO, POSTERIORMENTE CHAMADO DE SATÃ É NA VERDADE UM COMETA, COM A NOSSA TERRA." William Camyns Beaumont

    Considere o que isso revela. Ele postula que um planeta, posteriormente chamado de "Satã" caiu na Terra, criando a inundação que vemos registrada na Bíblia e em outros mitos. Lúcifer ou Tiamat era um planeta, conhecido nas cuturas antigas como "O Brilhante" o dragão das águas salgadas e caóticas. A luz do sol iluminava a água dessse planeta, o que lhe dava um brilho que competia com o do próprio sol, ou seja, o que ouvimos sobre Lúcifer enfrentando o Senhor.O Senhor nesse caso era o sol, que sustenta e aquece a Terra.

    O planeta Tiamat, ou Lúcifer, foi destruído por um evento cataclísmico que atirou o planeta aquoso ao abismo da Terra. No Livro de Enoque, isso é revelado:

    "E VEJA, UMA ESTRELA CAIU DO CÉU. E QUANDO ELA CAIU NA TERRA EU VI COMO A TERRA FOI ENGOLIDA POR UM GRANDE ABISMO".

    O mito dos índios Ute, narra:

    "O SOL FOI PARTIDO EM MILHARES DE FRAGMENTOS, QUE CAÍRAM NA TERRA CAUSANDO UM INCÊNDIO GERAL. ENTÃO, TA-WATS PARTIU ANTES DA DESTRUIÇÃO QUE HAVIA CAUSADO, E ASSIM QUE ELE PARTIU, A TERRA EM CHAMAS CONSUMIU SEUS PÉS, PERNAS, TRONCO, MÃOS E BRAÇOS...ATÉ QUE POR FIM, ENGOLIDO PELO CALOR, O "SIM" DO DEUS IRROMPEU, E LÁGRIMAS SE CONVERTERAM EM UMA INUNDAÇÃO QUE COBRIU TODA A TERRA, APAGANDO O FOGO."

    o mito se aparece com a tradução dos Anuma Alish por Stephanie Dalley em seu livro "Mitos da Mesopotâmia", que explica que os olhos de Tiamat tornaram-se a fonte dos rios Tigre e Eufrates. Como escrito no livro da Revelações:

    "E HOUVE UMA GUERRA NO CÉU. MIGUEL E SEUS ANJOS LUTARAM CONTRA O DRAGÃO, E O DRAGÃO E SEUS ANJOS RESISTIRAM. O GRANDE DRAGÃO FOI LANÇADO PARA BAIXO, A ANTIGA SERPENTE QUE CHAMAMOS DE DIABO, OU SATÃ, QUE DESVIOU O MUNDO TODO DE SEU CAMINHO. ELE FOI LANÇADO À TERRA."

    A mitologia romana de Oved conta a história de Faeton, que é outro nome dado ao planeta de água Lúcifer, ou Tiamat. Essa história revela que Faeton era um filho do sol que desejava ser o sol por um dia. Faeton tentou tal feito e ao final Jove, que também é conhecdido como Marduk destruiu Faeton lançando-o contra a Terra em chamas, que foram apagadas por uma grande inundação de um rio nunca visto antes. O tema comum que notamos aqui é que um planeta de água salgada "O Grande Dragão", "Lúcifer", "Faeton" foi derrotado e caiu na Terra e agora vive nas profundezes, conhedidas como inferno, dando-nos o resumo da história de Lúcifer levantando-se contra o Senhor e sendo derrotado e banido para reger o submundo.

    Porém, como sabemos, um resumo é apenas a supefície de uma história. O significado interno, o espírito do mito vem com um esntendimento mais profundo da essência de cada planeta. Não apenas o planeta físico, mas o núcleo consciente, pois agora sabemos que as proporções e a velocidade de um planeta lhes dão suas frequência características que governam padrões biolóticas e comportamentais. Esses planetas refletem a psicologia arquetípica do homem.

    cine13

    Na antiguidade, provavelmente o campo de estudo mais inmportante era o estudo dos céus. Corpos celestes e seu movimento pelo céu eram tidos como símbolo das faculdades interiores da consciência humana, e de todos os organismos. Nossa ciência desatualizada só explicou o mundo físico capturado por nossos 5 sentidos. É somente em religiões esotéricos, misticismo, e em campos quânticos da ciência que encontramos qualquer tentativa de explicar, onde pensamentos e emoções cabem nesse mundo de percepções sensoriais.

    Agora também entendemos que a Humanidade é uma comunidade de células no organismo da Terra. A Terra portanto é um organismo superior que molda nossas formas e funções. Esse organismo superior, e todos os outros corpos planetários são regidos pela consciência, assim como nós, indivíduos humanos. Portanto, a crença Newtoniana de que os corpos celestes não são nada além de formas sem vida flutuando pelo espaço equivale a afirmação de que nós, humanos, somos apenas um composto de elementos em movimento. Sabemos que isso é falso, porque sentimos, pensamos, e mais além, vemos o resultado de nossa consciência criando o que chamamos de "Vida". Platão escreveu:

    "...ESSE MUNDO É REAMENTE UMA VIDA DOTADA DE UMA ALMA E DE INTELIGÊNCIA...UMA ÚNICA ENTIDADE VIVA CONTENDO TODAS AS OUTRAS ENTIDADES VIVAS, QUE POR SUA NATUREZA ESTÃO TODAS RELACIONADAS. ALÉM DISSO, O COSMOS É UMA ÚNICA CRIATURA VIVA QUE CONTÉM EM SI TODAS AS CRIATURAS VIVAS."

    Em um artigo do Jornal Sufi, o autor escreve:

    "O MUNDO É UM SER VIVO ESPIRITUAL. ISSO ERA COMPREENDIDO PELOS FILÓSOFOS ANTIGOS E PELOS ALQUIMISTAS QUE SE REFERIAM A ESSÊNCIA ESPIRITUAL DO MUNDO COMO A ANIMA MUNDI, A "ALMA DO MUNDO".

    cine14

    Em escrituras, ouvimos a afirmação de que anjos regem a alma nos atos das pessoas ou que os deuses exercem influência sobre o homem. Ensinamentos espirituais mais antigos possuiam uma visão de que as hierarquias dos deuses: anjos, arcanjos, arcos, até os Querubins e Serafins. São hierarquias dentro da psique humana. Desse modo, devemos compreender que quando a maior parte dos mitos antigos e escrituras sagradas falavam de influência espiritual de um superior elas estavam falando de forças arquetípicas que nos são inerentes, e não uma influência de uma fonte externa.

    Aqui é onde começamos a ver a relevância da Astrologia como uma forma antiga de ciência que ressurgiu nos séculos 19 e 20 sob o nome de psicologia. Fridreich Nietzsche até declarou:

    "ENQUANTO VOCÊ PERCEBER AS ESTRELAS COMO ALGO ACIMA DE VOCÊ, VOCÊ NÃO TERÁ UMA VISÃO AMPLA DO CONHECIMENTO."

    Isso é a Astro-psicologia, que mapeia as faculdades interiores da psique. Na era pré-cristã, havia escolas hoje conhecidas como "escolas dos mistérios" ou as "religiões dos mistérios". As mensagens codificadas nas escrituras e na arqueologia antiga viveram de iniciados da ciência esperitual. A intenção era ensinar aos iniciados o significado mais profundo desses mitos.

    PARTE 2

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco