Qualidade de Vida

    Aloe vera: benefícios da babosa, como usar e para que serve

    aloever1Os benefícios da babosa, ou aloe vera, podem te ajudar a cuidar da beleza e da saúde. A babosa (Aloe succotrina e Aloe vera) é muito conhecida por seus benefícios como efeitos calmantes, cicatrizantes, anestésicos, anti-térmicos e anti-inflamatórios, além de ser ótima para hidratar cabelos e pele. Sempre lembrando que, se tiver suspeita ou problema sério, consulte uma médica ou médico e, dependendo do caso, pergunte a respeito da possibilidade de usar babosa ou algum produto feito com a Aloe vera.

    A Anvisa não libera a comercialização de sucos ou outros alimentos industrializados contendo Aloe vera. Segundo o parecer técnico da agência, faltam evidências científicas que comprovem a segurança da ingestão de babosa e há relatos de reações adversas. Além disso, eles dizem que não há um padrão na composição dos produtos alimentares à base de Aloe vera, pois existe grande diversidade na forma de plantação, cultivo e extração do gel da babosa. O uso tópico, em cosméticos e aplicações externas, é liberado.

    Estudos posteriores, com revisão da literatura acadêmica sobre a babosa, apontam a necessidade de novas pesquisas, já que há fontes que indicam tanto benefícios quanto riscos do consumo de Aloe vera. Em todos os casos, o maior risco parece estar no consumo de produtos industrializados que contém babosa (ou dizem conter, já que há registros de produtos adulterados que se diziam à base de babosa) - além disso, algumas pessoas apresentam sensibilidade.

    Leia também - Febre amarela, malária e a Homeopatia

    Benefícios da babosa

    Sucos de babosa

    Ingredientes

    2 folhas de babosa;
    1 litro de água;
    1 colher de maple syrup;
    1 maçã

    Modo de preparo

    Abra duas folhas de babosa e retire sua polpa;
    Misture no liquidificador, adoçando com maple syrup e 1 maçã, na proporção de 100 gramas de polpa para 1 litro de água;
    Beba várias vezes ao dia.
    Para fazer um suco de babosa diferente, experimente colocar, no lugar da maçã, suco de limão.

    Os sucos de babosa podem combater gripes, resfriados, rinites, bronquite e asma, ajudam na digestão, evitam azia e gases, aumentam o apetite sexual, reduzem o estresse, combatem a depressão, a anemia, controlam a diabetes e ajudam na memória. Além de ativarem a circulação sanguínea e removerem o excesso de gordura das artérias, eliminarem as toxinas e ativarem as funções dos rins e fígado. Sempre importante lembrar: há relatos de sintomas adversos e de sensibilidade à planta, sendo essa uma das razões pelas quais a Anvisa não permite a comercialização de sucos e alimentos com Aloe vera, então é bom consultar uma médica ou médico se estiver com algum dos desconfortos acima e perguntar sobre a efetividade do uso dos sucos de babosa no seu caso.

    Contraindicações: a ingestão de Aloe vera é contraindicada para crianças, mulheres grávidas e durante a amamentação, pessoas que tenham inflamação no útero e no ovário, hemorroidas, fissuras anais, varizes, pedra na bexiga, cistite, desinterias, nefrite, apendicite e prostatite. Algumas pessoas podem sentir efeitos colaterais como cólicas e diarreia - se começar a sentir estes sintomas, interrompa o uso da babosa imediatamente.

    Gel de Aloe vera

    Ingredientes

    1 folha de babosa;
    1 copo de água.

    Modo de fazer

    Abra a folha de babosa, retire o gel de Aloe vera e misture no liquidificador na proporção de 1 colher de gel para 1 copo de água;
    Aplique na região desejada.

    O gel de Aloe vera pode ser utilizado na forma de compressa ou aplicado diretamente na área afetada. O gel tem propriedades antitérmicas (ajuda a baixar a febre), propriedades anestésicas (a compressa de babosa pode aliviar dores musculares e ósseas), reumatismo e enxaqueca. Também contém propriedades anti-inflamatórias (combate infecções e age como cortisona no organismo, porém sem os efeitos colaterais da substância). O gel também funciona como cicatrizante, pois penetra nas três camadas da pele, facilitando a cicatrização de queimaduras, queimaduras de sol e machucados. Em casos mais graves, consulte um médico e pergunte se a babosa fará efeito ou não. O uso de produtos cosméticos e de uso externo com Aloe vera é liberado pela Anvisa.

    Como usar babosa no cabelo

    Esfoliante de babosa para cabelos

    Ingredientes
    1 colher (sopa) de açúcar mascavo;
    2 colheres (sopa) de gel de Aloe vera.

    Modo de usar

    Misture bem os ingredientes em um recipiente;
    Divida os cabelos em duas partes e aplique o creme em todo o couro cabeludo com movimentos circulares e suaves;
    Coloque uma touca e deixe agir por 10 minutos;
    Lave os fios como de costume e deixe secar naturalmente.

    Gel de Aloe vera para hidratar e fortalecer os cabelos

    Ingredientes

    1 colher de sopa de gel de babosa;
    Creme de tratamento (quantidade que você já usa).

    Modo de usar

    Lave os cabelos;
    Misture o gel (miolo transparente) da babosa com o creme;
    Aplique a mistura nos cabelos massageando bem, longe da raiz uns 4 dedos;
    Coloque a touca plástica e deixe agir por 30 minutos;
    Em seguida, enxágue os cabelos, retirando bem toda a mistura.

    Spray de babosa para cabelos

    O spray de Aloe vera mantém os cabelos hidratados durante o dia e evita o frizz - utilize a água mais filtrada e pura possível.

    Ingredientes

    1/2 xícara de Aloe vera;
    1/2 xícara de água pura.

    Modo de usar

    Combine os dois ingredientes em um frasco de spray;
    Agite bem;
    Borrife nos cabelos secos sempre que quiser.

    Condicionador de Aloe vera e óleo de coco

    Ingredientes

    3 colheres de sopa de babosa;
    3 colheres de sopa de óleo de coco.

    Modo de usar

    Aqueça em banho maria até que o óleo esteja derretido;
    Misture os ingredientes;
    Use um processador de alimentos ou liquidificador para misturar bem;
    Aplique nos cabelos úmidos e deixe descansar por 15 minutos antes de enxaguar.

    Leia também - Médicos trocam remédios por aulas de surf no combate a doenças crônicas

    Máscara de babosa para pele oleosa e com acne

    Ingredientes

    1 colher (sopa) de argila;
    1 colher (sopa) de babosa (gel líquido);
    3 gotas de óleo essencial de melaleuca (Tea Tree).

    Óleo de melaleuca: para que serve?

    Modo de uso

    Misture bem os ingredientes e passe bem na pele já limpa;
    Deixe agir até secar e enxágue com água fria.

    Máscara para peles secas e maduras

    Ingredientes

    1 colher (sopa) de argila;
    1 colher (sopa) de babosa (gel líquido);
    3 gotas de óleo essencial de lavanda;
    1 colher (café) de óleo de rosa mosqueta

    Óleo de rosa mosqueta tem benefícios comprovados

    aloever2

    Modo de uso

    Misture bem os ingredientes e passe na pele já limpa;
    Deixe agir até secar e enxágue com água fria.

    Detox de babosa para a pele

    Ingredientes

    Suco de 3 laranjas;
    2 cenouras;
    1 colher (sopa) de linhaça;
    50 ml de suco de babosa sem casca ou a polpa (gel) da babosa (utilize somente polpa natural, da espécie Aloe vera barbadensis)

    Modo de fazer

    Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida.
    Hidratante corporal

    Ingredientes

    20 ml ou 20 gramas do seu creme corporal;
    1 colher (sopa) de gel da babosa;
    1 colher (café) de mel;
    1 colher (sopa) de óleo vegetal (pode ser de abacate, gérmen de trigo, amêndoas, copaíba, coco e até de oliva).

    Modo de fazer

    Misture todos os ingredientes em um pote;
    Passe nas partes mais ressecadas do seu corpo;
    Deixe agir por alguns instantes e em seguida enxágue com água morna ou fria, evite passar sabonete.
    Gostou da matéria e quer saber mais sobre a babosa? Então dê uma olhada na matéria: "Babosa: benefícios, para que serve e como usar".

    Benefícios da babosa (Aloe vera) para a saúde

    Babosa hidrata a pele

    A babosa na pele atua como hidratante natural, deixando a pele mais bonita e livre de rugas por mais tempo.

    Aloe vera no combate à dor muscular

    A babosa tem função anestésica, anti-inflamatória e cicatrizante; uma compressa de babosa pode aliviar dores musculares, dores ósseas, enxaqueca, artrite e reumatismo.

    Melhora digestão

    A Aloe vera contém ácidos graxos que ajudam a reduzir o inchaço e a irritação do estômago, intestino delgado e cólon, auxiliando e prevenindo a indigestão.

    Melhora a imunidade

    A babosa aumenta a produção de linfócitos T e melhora a imunidade do organismo, ajudando a combater infecções.

    Alivia problemas bucais

    A polpa da Aloe vera alivia feridas como aftas, gengivites e estomatites.

    Controla o colesterol

    A babosa tem uma função ativadora da circulação sanguínea, removendo o excesso de gordura das artérias e ajudando a controlar os níveis de colesterol.

    Combate pedra nos rins

    A Aloe vera tem ação desintoxicante e elimina as toxinas, ativando as funções dos rins e do fígado - para isso é interessante adicioná-la em sucos.

    Relaxante para o corpo

    A babosa possui propriedades anestésicas que relaxam os músculos da cabeça - na hora de lavar os cabelos com babosa é só massageá-los, não esquecendo de massagear também o couro cabeludo para obter um efeito antiestresse.

    Ajuda a emagrecer

    A Aloe vera contém propriedades depurativas que ajudam a emagrecer.

    Antirrugas natural

    O gel de Aloe vera é um ótimo hidratante natural que pode ser utilizado na pele e serve também como antirrugas.

    Cicatrização

    Utilizar babosa faz com que as feridas cicatrizem mais rápido, assim como espinhas e acnes.

    Babosa melhora a irritação na pele

    O gel da Aloe vera alivia a irritação na pele após depilações com cera ou lâminas de babear.

    Barbear saudável e sustentável

    Alivia a dor de cabeça

    O gel de Aloe vera e algumas gotas de óleo essencial de menta aplicados nas têmporas e na nuca com movimentos circulares aliviam as dores de cabeça.

    Contraindicações

    Não há contraindicações sobre o uso externo da babosa e qualquer pessoa pode utilizá-la, inclusive crianças, só há problemas em casos de alergia, o que também é muito raro. Já a ingestão de Aloe vera é contraindicada para crianças, mulheres grávidas e durante a amamentação, para pessoas que tenham inflamação no útero e no ovário, hemorroidas, fissuras anais, varizes, pedra na bexiga, cistite, desinterias, nefrite, apendicite e prostatite. A Anvisa proíbe a comercialização de produtos com babosa para consumo. Algumas pessoas podem sentir efeitos colaterais como cólicas e diarreia - se começar a sentir estes sintomas, interrompa o uso da babosa imediatamente.

     

    Aloe vera: conheça o poder curativo dessa planta

     

    O aloe vera traz inúmeros benefícios para a saúde, principalmente para problemas na pele. Descubra como ela pode te ajudar. O aloe vera, ou babosa, é um dos remédios naturais mais versáteis que se pode ter em casa. Mas não o guarde na despensa! O peitoril da janela é o melhor lugar para cultivar essa suculenta espinhosa. Suas folhas taludas contêm uma substância semelhante a um gel considerado por muitos terapeutas o kit de primeiros socorros da mãe natureza. Essa prima do lírio se desenvolve bem sem exigir muitos cuidados, e é muito resistente. Plantando um pé de aloe vera você poderá contar, por muitos anos, com sua magia capaz de curar feridas, hidratar a pele e aliviar úlceras.

    O que o aloe vera tem?

    Apesar de 99% do aloe vera ser composto de água, o gel transparente que há dentro de suas folhas contém uma grande quantidade de poderosos compostos medicinais. Vejamos as glicoproteínas e os polissacarídeos, por exemplo. As glicoproteínas aceleram o processo de recuperação, fazendo a dor e a inflamação parar. Já os polissacarídeos hidratam a pele, estimulam seu crescimento e recuperação e ainda aceleram a cicatrização. Inclusive, faz com que o aloe ver seja um ótimo tratamento para queimaduras de sol. Além disso, o gel contém a enzima bradicininase, com atividade anti-inflamatória. O mineral lactato de magnésio, mais um componente do gel de aloe vera, alivia a coceira e as erupções cutâneas de origem alérgica.

    O que dizem os cientistas

    Em 2009, pesquisadores iranianos relataram haver provas científicas para corroborar o uso do aloe vera para tratar herpes genital, psoríase, papilomavírus humano (HPV), dermatite seborreica, ulcerações na pele causadas pelo frio e queimaduras. No mesmo ano, outra equipe de cientistas iranianos estudou a capacidade de cicatrizar queimaduras de segundo grau. (Essas queimaduras afetam a primeira e a segunda camadas da pele, causando inflamação e bolhas dolorosas.) Os pesquisadores compararam o aloe vera a uma consagrada pomada chamada sulfadiazina de prata. Essa pomada evita infecções em queimaduras de segundo e terceiro graus. Por fim, observou-se que as queimaduras tratadas com aloé sararam três dias mais rápido que aquelas que receberam o medicamento convencional.

    Na Tailândia, pesquisadores especializados em tratamentos da psoríase publicaram um estudo que comparava o aloe vera a um creme convencional à base de esteroides. Oitenta pessoas com quadros leves a moderados de psoríase foram tratadas aleatoriamente com aloe vera ou o creme à base de esteroides durante oito semanas. Os resultados foram mais ou menos os mesmos, embora o tratamento com o aloe vera tenha apresentado ligeira vantagem em relação àquele feito com esteroides.

    Faz bem saber

    O aloe vera produz outra substância chamada látex de aloé, extraído da casca da folha. Trata-se de um líquido amarelo e amargo que é um poderoso laxante. Aliás, poderoso até demais! Classificada como laxativo estimulante, essa substância pode causar fortes cólicas e diarreia, podendo inclusive afetar o equilíbrio eletrolítico, os sais minerais que desempenham um papel crucial no organismo. Acredite: não é um bom remédio para resolver casos de funcionamento irregular do intestino ou prisão de ventre. Para isso, veja essas dicas para problemas gastrointestinais.

    Leia também - Flúor nos chás e a questão dos industrializados

    Dicas para as compras

    O melhor gel de aloe vera é o extraído diretamente da planta viva. Basta retirar um talo bem bonito, cortá-lo no sentido do comprimento e espremer o gel sobre a pele. Tome cuidado para não deixar o gel cair na roupa, pois ele mancha muito. É possível encontrar pés de aloe vera na maioria das lojas especializadas em plantas. Ele se desenvolve bem, mesmo com poucos cuidados, e cresce lindamente se tomar sol no peitoril da janela.

    Não tem um pé de aloe vera? Não tem problema! É possível encontrar o gel puro na maioria das lojas de produtos naturais. Leia o rótulo com cuidado antes de comprar para verificar se o produto é 100% natural, sem aditivos.

    Fonte:   Top 10 Home Remedies (1 e 2)
                 How Stuff Works
                 https://www.ecycle.com.br/
                 https://www.selecoes.com.br/

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco