Símbolos e Objetos

    filtroConhecidos também como purificadores, esses talismãs criados pelos índios norte americanos, eram colocados na entrada da tenda e onde dormiam as crianças. Quem os possuía era abençoado com sonhos agradáveis, boa sorte e recebia mensagem dos espíritos sagrados que encorajavam a trazer a sabedoria dos sonhos para a vida desperta.

    chamsaMuitas pessoas buscam amuletos e símbolos judaicos cabalísticos. Um destes é a Chamsa ou Hamsa, a mão de D’us. Ela representa a força da mão do Criador, os 5 dedos que transmitem as bênçãos, tanto para a proteção contra o mal olhado, quanto para a prosperidade. Ela vem sendo usada deste a época dos fenícios. Entre os árabes é conhecida como a mão de Fátima, filha de Maomé. árabe: hamsah – literalmente “cinco”, referindo-se aos cinco dedos da mão. Para os misticos da Cabalá esta mão traz simbolismos preciosos a respeito das energias divinas. Mão em hebraico é Iad (yud, dalet) 10+4 =14, da mesma forma que escrevemos a palavra Yad (mao) escrevemos Yud (decima letra hebraica), e Dai (basta!). O Yud é uma letra divinam de ...

    runasAs runas são um conjunto de alfabetos relacionados que usam letras características (também chamadas de runas) e eram usadas para escrever as línguas germânicas, principalmente na Escandinávia e nas ilhas Britânicas. Em todas as suas variedades, as runas podem ser consideradas como uma antiga forma de escrita da Europa do Norte. A versão escandinava que também é conhecida como Futhark (derivado das suas primeiras seis letras: 'F', 'U' 'Th', 'A', 'R', e 'K'), e a versão Anglo-saxónica conhecida como Futhorc (o nome também tem origem nas primeiras letras deste alfabeto). As inscrições rúnicas mais antigas datam de cerca do ano 150, e o alfabeto foi substituído pelo alfabeto latino com a cristianização, por volta do século VI na Europa central e no século XI na Escandinávia.

    Translate

    ptenfrdeitrues