monarou128/11/2020, por Fabio Previdelli - Por mais que sejam notórios, seja pela eficácia dos criminosos ou pelas peculiaridades dos planos, alguns desses crimes jamais tiveram uma solução final. De engenhosos assaltos a aquela vez que uma mulher louca por sua herança colocou uma bomba no colarinho de um entregador de pizza. Independente da situação e da motivação, alguns roubos se tornaram icônicos por suas peculiaridades. Por mais notório que eles sejam, muitas pessoas podem, se quer, ter ouvido falar sobre eles. Sendo assim, o Aventuras separou os cinco 5 roubos mais inacreditáveis da História.

    damel123/04/2020 - Manuel Campello tinha 18 anos mas insistia, vá-se lá saber porquê, que tinha apenas 14. Trabalhava como moço de lavoura na Herdade da Alcudia, próximo de Elche, província de Alicante. Estava-se no pico do verão, nos inícios de agosto, o calor mediterrânico forçava a pausa e Manolico, assim o chamavam, levava de beber aos cavadores, que se regalavam com a frescura da água à sombra de uma figueira. Enquanto bebiam, o falso petiz entretinha-se com uma ferramenta pousada, — uma picareta ou uma enxada, tanto faz —, dando leves pancadas no solo ressequido. Foi então que um som estranho lhe despertou a curiosidade e logo se pôs a esgaravatar. Não foi preciso aprofundar muito a curiosidade pois, com duas ou três cavadelas, logo se deparou com um achado magnífico que seria uma das mais importantes descobertas arqueológicas do século XIX.

    descoguerra topoA Segunda Guerra Mundial terminou há mais de 70 anos, porém ainda está muito viva na memória de sobreviventes e parentes de quem lutou ou presenciou aquela época. No decorrer das décadas, foram encontradas centenas de evidências de batalhas, além de aviões, navios e materiais bélicos que eram tidos como desaparecidos. Até hoje acontecem descobertas surpreendentes sobre a Segunda Guerra, como você pode conferir nos itens abaixo.

    muladi121/11/2018 - Se você já foi a um museu ou se já viu uma imagem de uma múmia na internet, certamente concorda que, por maior que tenha sido o esforço dos povos ancestrais de garantir a conservação das pessoas que consideravam dignas da vida eterna, resistir à ação do tempo — séculos, milênios! — não é lá uma tarefa fácil. Mas existe uma múmia em específico que deixa todas as outras se perguntando que tipo de formol ela está usando — e não é egípcia! Chamada de Lady Dai em homenagem à Princesa Diana, ela na verdade era Xin Zhui, a esposa de um aristocrata da Dinastia Han, Li Cang.

    Translate

    ptenfrdeitrues

     

     

     Ajude a manter o site no ar.

     

    Curta O Arquivo no FacebookCurta O ARQUIVO no Facebook

    O Arquivo

    Sobre  |  Fale Conosco